sábado, 23 de junho de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 13 - Revista Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2012 - LIÇÃO 13
(Revista: Central Gospel)

Tema: “Advertência Contra os Falsos Mestres”
  
Texto Áureo:  Mt 5.6
  
Texto Bíblico básico: Mt 7.14-21
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Comece falando que nem todos que falam em línguas na igreja, estão falando
realmente em nome do Senhor, uns falam por si só, imitando as línguas estranhas,
outros falam por Satanás, que sabe imitar as línguas dos anjos. Esses são os
falsos profetas.
- Além desses ainda existem os falsos mestres, são aqueles que ensinam distorcendo
a interpretação da Palavra de Deus, para atender a interesses particulares.
__________________________________________
1. EM BUSCA DE FACILIDADES 
- “distinto”, significa diferente, quer dizer que o Cristianismo si diferencia das
outras religiões pelo tipo da mensagem. Ex. As religiões apresentam soluções
para a vida aqui nessa Terra, enquanto o Cristianismo apresenta a proposta
da vida após a morte, na eternidade.   
- “porta estreita”, essa classificação da forma de entrada no Reino de Deus,
jogam por terra todas as pretensões de facilidades no caminho que conduz ao
Reino de Deus. Diga aos alunos para desconfiarem de todos os pregadores
que apresentam muitos benefícios materiais e vida muito tranquila para quem
serve a Cristo neste mundo.
- “desfazem dos fardos...”, só passam pela porta estreita carregando a Cruz de
Cristo e nada mais. 
- “ninguém passa...sem querer”, a dificuldade principal está exatamente no
modo de vida que devemos levar, em santidade, em retidão, em vigilância
em adoração, em meditação da Palavra, em oração, com bom testemunho
e outras coisas mais.
_________________________________________
2. COMO AGEM OS FALSOS PROFETAS
            - Convém comentar primeiro quais os objetivos dos falsos profetas. Eles
            geralmente buscam por fama por isso profetizam mentiras para agradarem
e aparecerem como profetas muito usados por Deus. Outro motivo é o
orgulho, afirmam suas mentiras para se sobressaírem aos outros para
mostrar que são melhores. Outro motivo é dinheiro, muitos profetizam a
mentira visando enganar o povo com campanhas, se aproveitando das
dificuldades de irmãos que buscam um alívio para a suas provações.
- “gostam de suas mentiras”, esse tópico apresenta uma verdade interessante,
Enquanto estiver em nosso meio aqueles irmãos que buscam se beneficiar
do evangelho, haverá os mentirosos para enganá-los!
Experimente perguntar a classe: Qual é a solução para esse problema?
Estimule esse debate. Aqui está a minha resposta: Se ensinarmos a
congregação o verdadeiro evangelho e o que realmente significa servir a
Cristo, então diminuiremos ao máximo as possibilidades desses falsos
mestres de atuarem.
- “autoridade divina”, esses falsos mestres usam textos da Bíblia para
comprovar suas falsas doutrinas, por isso mais ainda a igreja deve
se comportar como os crentes de Beréia At 17.11. Os líderes das congregações
devem buscar se aprofundarem na Palavra de Deus, para não deixarem
que esses falsos pregadores se apoderem da mente do rebanho.

3. LOBOS DEVORADORES
- “em debandada”, em fuga, muitos abandonam igreja por descobrirem a
verdade sobre esses falsos líderes e que suas revelações são mentirosas, as
pessoas se escandalizam achando que todas as igrejas são dessa forma e que
todos os pastores querem arrancar dinheiro do povo.
- “travestidos de ovelhas”, fazem tudo igual crente, falam em línguas, rodam
sapateiam, entregam revelação.
- Pergunte para o povo: É possível alguém ser usado pelo senhor estando em
pecado? A resposta para essa pergunta é “Sim” embora muitos não concordem
na verdade a Bíblia nos mostram pessoas que foram usadas mesmo estando
no erro, o melhor exemplo é Balaão Nm 22.32, o profeta mercenário, que mesmo
profetizando benção para o povo judeu continuou no caminho errado.
- Outros foram Sansão, Saul 1 Sm 19.21-24 e porque não Gamaliel At 5.39.


4. IDENTIFICANDO OS FALSOS PROFETAS
- “ao que ensinam”, aqui se aplica a ideia de julgar a profecia, exatamente
porque eles poderão enganar facilmente por suas vestes, modo de falar e atitudes.
- Os obreiros e pastores devem sempre se certificar do que um determinado
pregador costuma falar nas mensagens, não se deve convidar pregador só
porque é conhecido de alguém, tem que saber que tipo de pregação é a dele.
- “ensino herético”, aquilo que se afirma estar na Bíblia, porém não está,
afirma que um texto diz aquilo que não disse, propositalmente mal interpretado.
- “porta larga”, seria toda entrada para o Reino de Deus, que apresenta muitas
facilidades para passar. A igreja é o local onde se apresenta aporta de entrada
para o Reino do Senhor, essa porta se chama Jesus Jo 10.7.  
_________________________________________
CONCLUSÃO
- Relembre que os falsos profetas apregoam ter mais unção, ter uma revelação
especial e se dizem autoridades espirituais.
- Relembre também que eles devem ser avaliados por suas mensagens, não
por sua postura, roupas ou linguajar.
- A igreja deve se acostumar a conferir se o que é falado nos púlpitos
realmente está na Palavra de Deus.
- Os pastores e lideres devem se aprofundar no conhecimento da Palavra para
identificar rapidamente esses lobos devoradores.

 Boa aula!
 _____________________________________________
USE ESSE ESBOÇO COMO AUXILIO PARA ELABORAR O SEU
PRÓPRIO ESBOÇO. 

Marcos André - professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.