INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 25 de agosto de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio - Lição 9 - Revista Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2012 - LIÇÃO 9
(Revista: Central Gospel)

Tema: “O Papel dos Pais na Família”
  
Texto Áureo:  Pv 22.6
  
Texto Bíblico básico: 1 Re 2.1-4, Ef 6.4, Cl 3.21
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nessa aula você falará da importância da criação
dos filhos.
- “como flechas”, existe muitos objetivos que as vezes não é possível
para um homem de Deus realizar, devido as suas atividades seculares
ou a sua saúde. Ex.: evangelismo nos presídios, nas favelas, obra missionária
e diversas outras. Mas se os filhos forem bem preparados na casa do
Senhor, eles serão as flechas que atingirão esses alvos.

-“rotina familiar”, ensinar os filhos é um trabalho diário, eles não
mostrarão resultados positivos de imediato, com o tempo é que
se percebe o bem que a instrução faz.
__________________________________________
1. SER EXEMPLO PARA OS FILHOS 
- Todo ensinamento deve ser ilustrado com exemplos, se mandamos
nossos filhos lêem a Bíblia então devemos dar o exemplo lendo também.
- Se na igreja os pais são de um jeito e em casa são de outro, os filhos
farão o mesmo, ou simplesmente abandonarão o evangelho quando
atingirem a maioridade.

- Se os pais são homem e mulher de oração, então seus filhos estarão
propensos a serem também.
 _________________________________________
2. ESTABELECER LIMITES AOS FILHOS
            - “limites”, é mostrar o que pode e o que não se pode fazer, e fiscalizar
se está sendo cumprido e punir caso esses limites sejam violados.             
            - Exemplo de limites: ter um horário para desligar a TV, a internet e o
vídeo game. Estabelecer a forma de tratamento com os adultos, o tipo
de roupa, a boa apresentação do caderno da escola, etc. São pequenas
regras, que não devem ser muito rigorosas, mas devem existir.

- O ser humanos foi feito para viver dentro de limites, se alguém vive
sem regras para cumprir, então fatalmente se corromperá.

- “tão tolerantes”, dificuldades de relacionamentos na faze adulta, em
muitos casos tem origem na infância. Muitos hoje que não conseguem
obedecer as autoridades ou o patrão, é porque não tiveram limites no
meio familiar. Por isso muitos não conseguem se fixar num emprego.

3. SUPRIR AS NECESSIDADES DOS FILHOS

3.1. Necessidade de afeto
- A prática do afeto fará com que a família fique sempre unida. Os filhos
entenderão que apesar das cobranças e da rigidez de seus, eles poderão
contar com eles.
- Por isso o afeto deve ser praticado, exemplo: se um filho estiver triste
por algo que aconteceu por sua culpa. Então primeiro se consola esse
filho, depois se verifica como resolver o problema.
- Em algumas famílias os pais se preocupam primeiro em punir os filhos
depois tentam resolver o problema. Muitos filhos acabam não contando
seus problemas aos pais.

3.2. Necessidade de segurança
- “segurança”, existem vários tipos de segurança, segurança física,
segurança financeira, segurança afetiva, etc. A segurança afetiva
é a principal para os filhos. Muitos deixam de agir por medo de errar
e das consequências que virão, mas se os pais passarem para seus
filhos que independente do resultado, eles estarão lá para apoiá-lo,
então eles tentarão mesmo diante das dificuldades.

3.3. Necessidade de disciplina
- Pergunta aos alunos: O que é disciplina? Resposta: É a capacidade
de seguir regras, de obedecer. O indisciplinado não segue as regras,
por isso não consegue se encaixar em nenhum grupo, pois todos os
grupos que existem possuem regras, até no meio dos presidiários existem
regras para seguir.

3.4. Necessidade de conhecer a Deus
 - Comente que o lar deve ser uma parte da igreja, os pais devem praticar
o culto no lar, um momento de oração e palavra. Assim os filhos serão
motivados a buscarem a Deus também.

4. EDUCAR OS FILHOS

4.1. Instruí-los desde cedo
- Em todas as faixas etárias devem os pais conversar com os filhos sobre as
coisas de Deus, sempre apresentando Deus por meio de suas obras.

- Quando criança os pais podem adquirir Bíblias ilustradas ou quadrinhos
para facilitar e despertar o interesse do filho no conhecimento da Palavra de
Deus.
- Aos mais jovens procure estabelecer com eles metas de leitura, condicionada
com alguma atividade que eles gostem. Tipo: poderá ir ao cinema se ler
o sermão do monte!
- Não use a leitura da Bíblia como castigo, dessa forma eles verão as
Escrituras como um castigo.


4.2. Evitar os mimos
- Os filhos devem receber carinho, mas não se deve fazer todas as suas vontades,
ainda que os pais tenham condição financeira os filhos precisam aprender que não
poderão ter tudo que querem. Se na juventude os filhos aprenderem a lidar
com a falta de alguma coisa que desejam ter, então saberão lidar com as
perdas no futuro.

5. ATITUDES QUE DEVEM SER EVITADAS NA RELAÇÃO PAI E FILHO

5.1. Desprezo pelo filho que não foi planejado
- ...

5.2. A preferência por um dos filhos
- Os pais devem procurar dar uma maior atenção para o filho que parece ser
mais desprezado, ou mais carente de afeto, procurar conversar e participar de
seu mundo. No começo será pelo esforço, mas depois os pais descobrirão
quão maravilhoso é conhecer o mundo dos seu filho e terá nele um amigo.

6. PROCEDIMENTOS QUE AFETAM O DESENVOLVIMENTO DOS FILHOS

6.1. Agressividade
- “vara da repreensão”, na época em que foi escrito esse texto, a correção
dos filhos era feita por diversos tipos de castigos extremos. Foi usado um único
termo para abranger todos. Assim deve ser interpretado hoje, a “vara da repreensão”
representa o conjunto dos métodos para disciplinar os filhos.

6.2. A superproteção
- Os filhos devem ser preparados para enfrentar a vida e para ser um lutador
no mundo e um saldado de Cristo, e para isso o treinamento começa em casa.

6.3. A liberdade excessiva
- ...

6.4. A omissão
- “omissos”, quando os pais não tomam atitudes os filhos se sentem livres
para fazerem o que quiserem. E pela experiência do livro de Juízes, sabemos
que isso não acabará bem. Jz 17.6.
_________________________________________
CONCLUSÃO
- Relembre cada ponto importante resumidamente passe aos alunos, ore pelas
famílias.

 Boa aula!
 _____________________________________________
USE ESSE ESBOÇO COMO AUXILIO PARA ELABORAR O SEU
PRÓPRIO ESBOÇO. 

Marcos André - professor

4 comentários:

  1. paz do senhor irmao MARCOS. gostaria qui o irmao fezese um esboço em ageu cap .2 v 9 eu tenho pra mim quiesta falando do reino de cristo mas ouso muitos pregadoris impor como foce material eu nao penso assim . obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz irmão, veja esse link: http://marcosandreclubdateologia.blogspot.com.br/2011/03/interpretacao-biblica-o-desejado-das.html

      É uma interpretação que fiz dessa passagem.

      Excluir
    2. oirmao MARCOS A PAZ DO SENHOR . NAO EMCONTREI AINTERPRETAÇAO QUI O IRMAO FEZ PROCUREI MAS NAO O AXEI MEU NOME E EDILEUSA MISSIONARIA.

      Excluir
    3. Paz irmã, eu coloque um link no lado direito da página principal do CLUBE DA TEOLOGIA, está escrito "ÍNDICE DA INTERPRETAÇÕES", é só clicar nele que vai aparecer uma lista, você deve clicar na "INTERPRETAÇÃO - O Desejado das nações", vê agora.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.