INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

terça-feira, 2 de outubro de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio - Lição 1 - Revista da CPAD



AULA EM 07 DE OUTUBRO DE 2012 - LIÇÃO 1
(Revista: CPAD)

Tema: “A Atualidade dos Profetas Menores”

Texto Áureo: Rm 16.26
  
INTRODUÇÃO
- Amado(a) professor(a), estamos iniciando mais um trimestre, recomendo que
você apresente a revista a classe.
- “Profetas Menores”, são os profetas que profetizaram a nível local, em Judá ou
Israel, seus livros são curtos, mas isso não diminui a importância deles.
- “encorajam-nos a militarmos”, nos animam a lutar, quando lemos os profetas
menores ficamos conhecendo como eles levaram uma vida sofrida e pregaram
muitas vezes com suas próprias vidas. Por eles terem sofrido tanto e terem
profetizado assim ficamos animados a servirmos a Deus em meio as dificuldades.      
__________________________________________
1. SOBRE OS PROFETAS MENORES

1. Autoridade.
- Se você tiver usando a revista do professor, recomendo que leia o quadro da
página 5 ou coloque no quadro de giz ou quadro branco. Esse quadro fala do
propósito de cada livro.
- Você também pode falar da tipologia de Cristo em cada livro, veja a relação:
Ozéias - Ele é o nosso marido fiel
Joel - Ele é o nosso batizador com o Espírito Santo e com fogo
Amós - Ele é o carregador de nosso fardo
Obadias - Ele é o poderoso para salvar
Jonas - Ele é o nosso grande missionário estrangeiro
Miquéias - Ele é o mensageiro de pés formosos
Naum - Ele é o vingador dos eleitos de Deus
Habacuque - Ele é o evangelista de Deus, gritando: "Revivificai vosso trabalho no meios dos anos"
Sofonias - Ele é o nosso Salvador
Ageu - Ele é o nosso restaurador de heranças perdida de Deus
Zacarias - Ele é a fonte que purifica o pecado e a impureza
Malaquias - Ele é o Sol da Justiça

- “Vulgata Latina”, é a versão da Bíblia em Latim, escrita em meados do século IV por São Jerônimo, a pedido do Papa Dâmaso I.

- “A Septuaginta”, é a tradução do Antigo Testamento do hebraico para
o grego, concluída no primeiro século a. C. em Alexandria.
- “nada diferem”, nós temos essa consciência, porém os escritores judeus
antigos, quando citavam duas passagens de profetas diferentes, sendo um
Maios e outro Menor, sempre citavam primeiro os Maiores e
depois os Menores, isso se observa também em o Novo Testamento.

2. Origem do termo.
- “Igreja Latina”, se refere a igreja Católica Apostólica Romana, por
ser ela situada em Roma e usar o latim como idioma oficial, diferente da
 Igreja Apostólica que usava o grego e o hebraico como o idioma oficial.
- Na verdade era a mesma igreja, somente deixou de se chamar Igreja
Apostólica para se chamar Igreja Católica Apostólica Romana.
- “Agostinho de Hipona”, importante Padre e Teólogo Católico do ocidente,
como escritor desenvolveu teses sobre filosofia e religião, é conhecido pela
igreja católica como Santo Agostinho, é respeitado tanto por católicos como
pelos teólogos evangélicos.
- “Essa informação é confirmada...”, a informação de que na literatura
judaica os profetas menores são chamados de os Doze Profetas.
- “apócrifo de Eclesiástico”, livro que não fazia parte do rol sagrado na
Septuaginta, mas foi colocado na Vulgata Latina juntamente com outros.
Não é considerado pelos judeus e nem pelos evangélicos como inspirado
por Deus, porém serve como literatura de estudo muito importante.
- “Eclesiástico (49.10)”, essa referência é para confirmar que os Profetas
Menores eram conhecidos pelos judeus como Doze Profetas. Porém houve
um erro, pois a referência correta é: Eclesiástico 49.12, onde se lê o texto:
Quanto aos Doze Profetas, que seus ossos rebrotem de seus túmulos; pois
 fortaleceram Jacó e o resgataram por sua virtude fiel.”

3. Cânon e cenário dos Doze.
- “cânon”, significa “vara de medir”, ou seja, padrão de medida, é o padrão em
que foram medidos os livros da Bíblia, para saberem se eram inspirados
por Deus ou não. A relação de livros que surgiu deu-se o nome de “cânon bíblico”.
- “contemporâneos”, eram da mesma época, Ageu e Zacarias por exemplo, eram
da mesma época.
 _________________________________________
2. A MENSAGEM DOS PROFETAS MENORES
           
            1. Procedência.
            - “o casamento de Oseias”, Deus havia ordenado que Oséias se casasse com uma
            prostituta para exemplificar como o Senhor de sentia em relação a Israel.
- Naquele tempo a vida do profeta era uma forma de anunciar a mensagem
profética. Aqueles homens de Deus sofreram, mas fizeram a vontade do
Pai a vida deles era uma pregação. Atualmente existem muitos que se dizem
profetas, mas suas vidas não ajudam a mensagem profética que sai de suas bocas.

2. A palavra dos profetas.
- “literários”, são os profetas que escreveram suas profecias, não se encaixa
nesse grupo Elias e Eliseu por exemplo.
- O profeta tinha a responsabilidade de trazer a mensagem de Deus ao
povo, por isso a responsabilidade era enorme.
- Eles tinham palavras de julgamento, de arrependimento, de consolo e também
a mensagem da vinda do Messias.

3. Como uma luz que alumia em lugar escuro.
- Não se pode ter preferência por livros, pois todos são importantes para o
crente, existem irmãos que nunca leram Obadias e outros não lêem Levítico
e ainda tem outros que não lêem nada.
- Muitos irmãos não aguentam mais ouvir mesmice na Palavra, existem
mensagens profundas nos Profetas Menores, que ninguém prega.
________________________________________
3. A INSPIRAÇÃO DIVINA DOS PROFETAS

1. A iniciativa divina.
- “de particular interpretação”, ou seja, de acordo com a visão de cada um, desde
aquela época havia a preocupação de se interpretar as Escrituras de modo particular,
por isso Paulo costumava dizer, “porque eu recebi do Senhor” 1 Co 11.23. Comente
que assim é que surgem as heresias.
- “monte da transfiguração”, talvez o nome do monte fosse “Tabor”, comente com os alunos sobre o que ocorreu ali, pode ser que alguém não saiba.

2. A inspiração dos profetas.
- “inspirada por Deus”, é um desejo e as ideias que vão surgindo dentro da pessoas, e
também as revelações vão tomando lugar, tudo pelo Espírito Santo. Deus não possui
 ninguém, as são usadas pelo Senhor, mas sempre se lembram o que estão fazendo.
- “ARA”, Almeida Revista e Atualizada, é uma versão da tradução de João Ferreira
de Almeida.
- “sui generis”, é um termo usado em literatura para indicar que algo é único, 
aqui está se referindo ao conteúdo dos livros dos Profetas Menores, por serem
únicos e originais.  
- “nenhuma literatura”, a Bíblia é o livro mais lido e mais vendido no mundo, seguido de
o Livro Vermelho, de Mao Tsé-Tung, em 3º vem Harry Potter, em 4º Senhor dos Anéis
e Código Da Vinci em 6º.

3. A autoridade dos Profetas Menores.
- “Novo Testamento”, é a parte da Bíblia que instrui a viver na graça, é o
cumprimento das promessas feitas no Antigo Testamento, o nome vem da
nova aliança feita no sangue do Cordeiro de Deus. “testamento” é uma aliança
feita em vida para ser usufruída após a morte do testador. Por isso chamou-se
Novo Testamento. O Antigo Testamento, é o nome dado à aliança feita na Lei
de Moisés.
- Em termos jurídico o Antigo Testamento é a Lei, e o Novo é a regulamentação
da Lei.
- Em termos técnicos, o Antigo Testamento diz o que fazer enquanto o Novo
 Testamento mostra como fazer.

________________________________________
CONCLUSÃO
- “seja feita uma leitura dos Doze profetas”, você pode fazer um cálculo
para a leitura desses livros na tua classe, para que terminem ao fim do
4º trimestre.
-“necessidades do mundo”, os ensinamentos da Bíblia devem ser aplicados
de acordo com as necessidades da atualidade.
- Não se esqueça de fazer um resumo da lição.

 Boa aula!

Marcos André - Professor

3 comentários:

  1. A paz do Senhor Jesus!!!
    Estou fazendo um curso de Teologia na minha Igreja em São Gonçalo, e este estudos tem sido de grande ajuda pois agora estou SISTEMA ÉTICO
    QUE DEUS ABENÇOE ESTE MINISTÉRIO!!!
    ANGELA RITA.

    ResponderExcluir
  2. A PAZ DO SENHOR JESUS!!!
    ESTA AULA TEM SIDO DE MUITO PROVEITO PARA O MEU CURSO DE TEOLOGIA .
    QUE DEUS ABENÇOE O TEU MINISTÉRIO!!!
    ANGELA RITA.

    ResponderExcluir
  3. Graça e Paz Marcos

    Este estudo esta uma benção, havia um presbítero la na igreja que ele dizia muito a importancia da aula da EBD serem didáticas, posso dizer que seus artigos são didáticos. Deus te abençoe e te inspire cada vez mais.

    Aproveito a oportunidade para convidar a visitar o meu blog recem criado, eu estou seguindo o seu blog e seria uma honra ter como seguidor do meu.

    "Estou participando da Campanha Siga e Seja Seguido da UBE blogs! Estou seguindo seu blog, siga o meu: #followback".

    Segue abaixo o link do meu blog:
    http://gestaoeteologiadobelarmino.blogspot.com.br/

    Aguardo sua visita e parceria.

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.