sexta-feira, 12 de julho de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 2 - Revista da Editora Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2013 - LIÇÃO 2
(Revista: Central Gospel)

Tema: A SEXUALIDADE
  
Texto Áureo:  Hebreus 13.4
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição você falará de um assunto difícil, recomendo que você se prepare bem espiritualmente.
- “Tabus, em alguns lugares”, tabu é qualquer assunto ou comportamento inaceitável ou proibido em uma determinada sociedade.
- “desmistificação de um assunto”, desmistificação significa deixar de ser mito, por isso ele passa a ser comentado e questionado por todos, dessa forma se torna um aspecto positivo, pois todos podem aprender a respeito.
- “tem sido banalizado”, banalizado significa tornar comum e sem importância, esse é o aspecto negativo, pois os escarnecedores começam a fazer piadas com o assunto, as mentes poluídas pelo pecado fazem músicas profanas, e os programas de TV e a internet usam o tema para difundir um conteúdo erotizado e imoral.
__________________________________________
1. O PROPÓSITO DO SEXO

1.1. A importância do sexo no casamento
- “maturidade biológica”, é a maturidade física, quando o corpo do homem e da mulher está formado fisicamente e estão em condições de procriar.
- “maturidade...emocional”, quando o casal está psicologicamente em condições de construir uma família, muitos casos de ciúmes violentos e agressões acontecem porque muitos se casam sem estarem emocionalmente em condições de formarem uma família.

1.1.1.      Ser instrumento de procriação
- Professor talvez nessa parte surja aquela tradicional pergunta: para que a humanidade crescesse a partir de Adão e Eva os filhos teriam que casar irmão com irmão? A resposta para essa questão é “sim”, pois naquele momento não havia lei e por isso não era pecado.

1.1.2. Propiciar o prazer
- “vivido em sua plena legalidade”, o prazer que o sexo proporciona é um prazer momentâneo, mas quando é feito de forma correta, ou seja, sem fornicação ou adultério, então o prazer que ele propicia passa a durar e a se misturar com o prazer de ter uma família e de estar na presença do Senhor.
- “reduzem a santidade”, significa que classificam o sexo como profano, mesmo sendo no casamento. O sexo praticado pelo casal que está na presença do Senhor, também é santo, desde que feito com equilíbrio e suas mentes e corações estejam no mesmo propósito, um para com o outros.

1.1.3. Estabelecer a unidade
- Professor se prepare para a pergunte interessante: por que Deus permitiu os homens do passado terem tantas esposas?  Lembre da vontade permissiva de Deus, e que a intenção do Senhor era que o homem tivesse apenas uma mulher Gênesis 2.4.
1.2. Sexo fora do casamento

1.2.1. Adultério
- Não sei por que não foi comentado, mas você professor(a) pode mostrar como Jesus classificou o adultério em Mateus 5.28. Muitos não adulteram no ato sexual, mas adulteram em suas mentes e corações.

1.2.2. Fornicação
- Muitos jovens se concentram nessa classificação e não consumam o ato sexual, mas permanecem em namoros escandalosos. Convém lembrar que o que conta é o que está no coração, se o jovem não consumou o ato sexual, mas sua mente transpira sexo e seu namoro parece um ensaio de filme pornográfico, então esse jovem já fornicou a muito tempo.

1.2.3. Sodomia
- Professor(a) talvez seja interessante você expor para a classe as leis sobre o homofobia e o Projeto de Decreto Legislativo (PDC 234) chamado indevidamente de “cura gay”.

1.3. A força da sexualidade
- “paixão sexual”, está concentrada nos desejos da carne e a carne luta contra o Espírito e contra a razão humana por isso a pessoa não faz o que Deus quer e nem o que ela própria quer Gálatas 5.16.
_______________________________________
2. O LADO NEGATIVO DO SEXO
- “prática é lícita”, talvez caiba esse comentário: é lícito, mas nem tudo que se faz na cama convém ao casal cristão.
- “limites do respeito”, o sexo, assim como qualquer outra atividade fisiológica do corpo, deve ser praticado com equilíbrio. O problema é a falta de moderação, o crente deve ter uma vida de oração e não negar a prática do sexo com seu conjugue, mas depois o crente deve retornar às atividades de oração, que não precisa ser imediatamente após o sexo.

2.1. A poligamia
- ...

2.2. O sexo hedonista
- O hedonismo é a doutrina moral que considera o prazer a finalidade da vida.
- A sociedade está mergulhada na busca pelo prazer sexual, por isso a TV e a internet estão cheias de sensualidade e pornografia, o crente deve andar em santidade evitando essas coisas que viciam.

2.3. A masturbação
- Talvez a pergunta que alguém possa te fazer seja essa: A masturbação é pecado? Responda objetivamente, é pecado por ser um ato egoísta e não é feito por consentimento mútuo do casal.

2.4. Orientação sexual
- “é um campo aberto”, se refere à possibilidade de poder escolher a opção sexual. Se alguém fisicamente tem um sexo e mentalmente tem outro, então está claro que essa pessoa tem problemas psicológicos.

2.5. Outras distorções sexuais
- As distorções mencionadas aqui devem ser explicadas de forma que mostrem o aspecto prejudicial evitando o excesso de detalhes, a fim de não despertar mais interesse ao invés de repulsa pelo ato sexual corrompido.
- Ao final recomende aos seus alunos a se encherem de Deus pela oração, jejum e leitura da Palavra de Deus, pois o apelo a essas práticas é indireto e começa com o sensualismo exposto na mídia, que pode aprisionar até o ministro mais espiritual, arruinando ministério e família.

2.6. Pensamentos lascivos, um perigoso pecado
- Nesse caso alguns crentes criam uma mascara e vivem na aparência servo, mas seus corações estão cheios de sensualidade. De vez em quando alguns são desmascarados pelo Espírito Santo, para se converterem de verdade, enquanto outros ficam no oculto até chegar a sua vez.
_____________________________________
3. A FORÇA E AS CONSEQUÊNCIAS DA SEXUALIDADE
- É importante lembrar que o ser humano perdeu a sua capacidade de controlar os impulsos sexuais após a Queda, dessa forma se não fosse o pecado ter entrado no homem ele poderia controlar seus desejos sexuais até hoje.

3.1. Impulso vital
- ... 

3.2. Exercício do domínio próprio
- O domínio próprio é o controle dos impulsos sexuais presente na carne, só que isso é parte do fruto do espírito e só pode ser alcançado se houver a busca espiritual na oração, jejum e na Palavra.

3.3. Um teste de fé
- “principalmente para os jovens”, nesse caso o Senhor deixou a orientação acerca das fraquezas carnais. Mateus 26.41 onde ele recomenda “vigiar e orar” para um jovem é muito difícil se manter na presença do Senhor, somente com essa vigilância e oração. Vigiar aparece primeiro, talvez pela sua importância primordial nesse caso.
- “vida revolucionária”, o cristianismo evangélico é a religião mais difícil de ser vivida, pois não existe meio termo para o cristão evangélico, ou ele se santifica ou será mal visto na comunidade cristã. Outras religiões as pessoas declaram, mas não deixam a cerveja, o cigarro, as drogas, a sensualidade, a pornografia, etc. Por isso só é possível ser evangélico se estiver ao lado de Cristo.

3.4. Um preço para a identificação com Cristo
- “nos identificamos com Cristo”, quer dizer que assim como Jesus sofreu por nós, nós agora sofremos por Ele.
- “na sua morte”, quer dizer que assim como para o mundo Jesus está morto, nós morremos definitivamente para o mundo.
________________________________________
CONCLUSÃO
- “não podemos esconder”, lembre se a igreja e os pais não tratarem esse tipo de assunto, com certeza os jovens e os pré-adolescentes serão ensinados na escola por colegas e professores e depois receberão uma camisinha para fazerem “sexo seguro.”    
- Prepare seu resumo e as perguntas.

Boa aula!

Marcos André - professor

4 comentários:

  1. Amado parabéns, que Deus lhe abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado irmão, estava aqui trocando a foto do blog e vi o teu comentário, esse colega de ministério que está na sua foto do perfil soube escolher a vestimenta, muito bom. kkkk.

      Excluir
  2. Mais uma vez o irmão está de parabéns! Me considero seu fã pelo excelente domínio da explanação das lições, através de esboços altamente sintetizados mas ricos em sabedoria que certamente vem do alto. Deus te abençoe sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém presbítero, obrigado pelo carinho e espero que o irmão continue orando por esse teu servo, estou tentando melhorar a cada dia, mas a luta é grande.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.