INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 27 de julho de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 4 da Revista da Editora Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2013 - LIÇÃO 4
(Revista: Central Gospel)

Tema: NATALIDADE, ABORTO E REPRODUÇÃO ASSISTIDA
  
Texto Áureo:  1 Timóteo 2.15
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição lição você falará de assuntos atuais, recomendo que você se atualize sobre as últimas notícias e pesquisas, para dar uma boa aula é preciso estar sempre bem informado. 
- “uso da razão”, é o uso da lógica humana, não se atentando somente ao pensamento abstrato, mas também ao que pode ser explicado e ao bom senso.
__________________________________________
1. O PLANEJAMENTO FAMILIAR
- A maioria dos casais não atentam para esse importante detalhe e em algumas vezes acontece alguns problemas posteriores que poderiam ser evitados.
- Existem os chamados exames pré-nupciais. Entre outros motivos esses exames servem para diagnosticar possíveis problemas de fertilidade.
- Além disso esses exames servem também para verificar a compatibilidade do casal para evitar uma gravidez de risco e para evitar doenças venéreas.

1.1. Os relatos bíblicos
...

1.2. O mau exemplo
- “ter um filho com a esposa de seu irmão”, naquela época já se praticava a lei do levirato, onde a regra era que caso alguém morresse sem ter filhos, seu irmão deveria se casar com a viúva para gerar filhos em nome daquele que morreu, dessa forma os filhos que nascessem seriam do irmão morto e teriam seu sobrenome.   

1.3. O bom senso
- “uma relação coerente”, se refere a comparação entre o mundo daquela época e o atual, naquela época a taxa de mortalidade infantil era muito elevada e a expectativa de vida era muito baixa devido às guerras. Atualmente a taxa de mortalidade infantil é baixa e a expectativa de vida tem se elevado cada vez mais. Estamos em 7 bilhões de habitantes no planeta. 
- Lembremos também que no tempo da graça, não encontramos mais essa recomendação para povoar a Terra. Agora a ordem alcançar aqueles que estão espalhados pelo mundo. 

1.3.1. O futuro da humanidade
- “hemisfério sul”, se refere a região localizada entre a linha do equador e o pólo sul, onde estão localizados países da América do sul e África. Fig 1  
- Segundo as previsões da ONU em 2027 mais de 60 % da humanidade não terá acesso a água potável.
- O mundo vive atualmente uma crise de alimentos que tende a se agravar elevando cada vez mais o preço de produtos alimentícios e tornando difícil o sustento da família.

1.3.2. Uma prática bastante comum
- Acrescente dizendo que a prática do planejamento familiar é mais comum nos países mais ricos e que alguns chegaram a ter taxas de crescimento populacional negativa, pois morria mais gente do que nascia.

1.3.3. O problema da falta de estrutura
- Atualmente o custo de vida é alto e uma família dificilmente consegue se sustentar dignamente com mais de dois filhos tendo renda de pelo menos mil e quinhentos reais mensais. O casal deve avaliar seus rendimentos e suas dívidas para então se decidir por mais um filho.

1.3.4. O mau uso dos contraceptivos
- “contracepção”, ato de evitar a gravidez por método natural ou biológico.
- “celibato”, se manter solteiro, não casar-se.
- “refletir apenas um egoísmo”, se refere ao casal que tendo boas condições, evitam ter filhos utilizando os métodos contraceptivos diversos. Algumas pessoas não se casam com intenção de aproveitarem a vida nas noitadas, saindo com um e com outro sem compromisso. Esse tipo de atitude está fora do plano de Deus e a pessoa que o pratica está colocando sua vida em risco.
_______________________________________
2. A PRÁTICA DO ABORTO
- ...

2.1. O que o Antigo Testamento diz sobre o feto
- “Se alguns homens pelejarem, e um ferir uma mulher grávida, e for causa de que aborte, porém não havendo outro dano, certamente será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher, e julgarem os juízes.
Mas se houver morte, então darás vida por vida,” Êxodo 21.22,23
- Na maioria das traduções a parte sublinhada é traduzida por “dar a luz prematuramente”, e não aborto como é conhecido hoje em que o feto morre. Dessa forma apenas houve um aborto, que é a expulsão do feto prematuramente, mas se a criança saísse viva, pagava-se apenas a multa.

2.2. O que o Novo Testamento diz sobre o feto
- “a criança saltou no seu ventre”, demonstra que o feto já tinha sentimentos, e entendia quem era o outro feto que se aproximava dele.

2.3. A prática do aborto é sempre ilegal

2.3.1. O aborto não envolve apenas questões científicas
- “concepção”, momento em que o espermatozoide fecunda o óvulo, surgindo o embrião. Ocorre nas horas seguintes ao ato sexual.
- “intra ou extrauterina”, dentro ou fora do útero.

2.3.2. A Lei Mosaica
- ...

2.3.3. A biologia
- Conclui-se que é a mesma forma de vida humana dentro ou fora do feto.  

2.3.4. A diferença entre a mãe e o feto
- ocorreram diversos casos em que a mãe portadora de HIV deu a luz ao filho que não era portador do vírus, demonstrando que o feto se desenvolve à parte do corpo da mãe.  

2.4. Aborto, uma prática reprovada
- Atualmente alguns jovens desenvolvem concepções mundanas, de acordo com a opinião popular. Existe uma tendência no meio do povo de Deus em que muitos irmãos se tornam meio crentes, meio mundo, não assumem a identidade de servo de Jesus ou tentam se mostrar crentes mas não retiram o mundo de dentro de si, alguns chegam a aceitar o aborto em alguns casos.
- Fig 2 e Fig 3. 

2.4.1. A gravidez indesejada
- “fornicação”, é o sexo antes do casamento que em muitos casos chegam a consequência de uma gravidez indesejada, muitos jovens casais diante disso optam pelo aborto, é um pecado com o objetivo de encobrir outro.  
- Existe gravidez que surgem de estupro e outras com má formação do feto, em qualquer um dos casos o aborto é reprovável, pois não se deve consertar um erro com outro.

2.4.2. A legalização do aborto

- “gravidez subsequente”, é a próxima gravidez, a gravidez que vem depois, segundo estudos essa gravidez pode ser prejudicada após a realização de um aborto.
____________________________________
3. A REPRODUÇÃO ASSISTIDA
- Segundo dados estatísticos 15% dos casais têm dificuldades para terem filhos.
- Das ocorrências desses casos de infertilidade no Brasil, 40% são relacionados ao sexo masculino.
- Segundo especialistas 40% estão relacionados ao sexo feminino e os outros 20% são de ambos os sexos. (Dados do instituto Gera, grupo ligado à USP)

3.1. Inseminação artificial
- “problemas tubários”, são problemas nas Trompas de Falópio, que é o local onde ocorre a fecundação do óvulo. Fig 4
- Esses problemas tubários podem ocorrer quando a mulher faz a laqueadura (ligação das trompas).
- Professor esse é um procedimento médico, não é pecado nenhum um casal procurar esse tipo de ajuda, não é falta de fé, pois os médicos estão aí colocados por Deus.  

3.2. Fertilização in vitro
- “transferências dos embriões”, são formados os pré-embriões para depois serem introduzidos na cavidade uterina, os embriões que sobram são guardados congelados para serem utilizados novamente se o casal desejar um segundo filho ou se a primeira tentativa falhar. Existem estudos e propostas de se utilizar esses embriões que sobram para as pesquisas com células tronco embrionárias, mas essa é uma outra discussão.
- Dessas técnicas de inseminação artificial nasce o chamado “bebê de proveta”.

3.1.2. Barriga de aluguel
- Atualmente no Brasil existe um mercado ilegal para a barriga de aluguel, onde mulheres alugam por dinheiro a barriga para outros casais terem filhos, esse procedimento é ilegal.
- A barriga de aluguel só é liberada pelo Conselho Federal de Medicina se a barriga utilizada for de parentes até o quarto grau ou, em casos excepcionais, de amigos de amigos próximos e se tudo feito sem negociação em dinheiro.
________________________________________
CONCLUSÃO
- Convém acrescentar que existe inseminação artificial também para homens que fizeram vasectomia, bem como o procedimento de reversão da vasectomia que é mais recomendado do que a inseminação artificial.
- “em consonância”, quer dizer: de acordo.
- “banalização”, tornar sem importância, seria fazer aborto por qualquer motivo, atualmente o único caso que os evangélicos receiam de se opor é na má formação do feto ou quando há riscos para a mãe.

Boa aula!

Marcos André - professor


FIGURAS

Fig 1 - O planeta dividido em dois hemisférios, a linha vermelha é a linha do Equador.


Fig 2 - Feto abortado de 11 semanas, é ou não uma pessoa?

Fig 3 - Feto abortado, por instrumentos, note a desgraça que se faz com uma vida humana.


               Fig 4 - Aparelho reprodutor feminino, a fecundação do óvulo ocorre nas Trompas.                         

4 comentários:

  1. Uma excelente iniciativa! publicar os esboços,porém se posiciona de forma extremamente religiosa, como quase todo crente leigo, justificando a opinião de cristão fundamentado em aspectos científicos como
    "meios cristãos".fazendo um discipulado de Fundamentalistas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo quando nos chama de "Fundamentalistas", porque isso significa que temos um fundamento que é a Palavra de D-us. Não ser fundamentalista significa não ter fundamento porque todo edifício tem que haver fundamento senão ele desmorona. E quanto maior é o fundamento melhor. Cristo é a Rocha Angular no qual os construtores rejeitaram e por isso o mundo está se auto destruindo.

      Excluir
    2. Mandou bem pastora que sejamos os fundamentalistas cristãos desse século, pois não matamos ninguém e nem destruímos as casas de ninguém, mas pregamos a vida em Cristo e isso incomoda o mundo.

      Paz de Deus.

      Excluir
  2. Querido amigo, eu sou religioso, é natural que eu aborde o assunto pela visão religiosa. Você está muito equivocado sobre o que é fundamentalismo, pois o que as clínicas de aborto fazem com os fetos é tão grave quanto o que os fundamentalistas dos grupos islâmicos fazem com seus homens-bombas.

    Paz de Deus.

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.