INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 8 - Revista da Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2013 - LIÇÃO 8
(Revista: Central Gospel)

Tema: O CRISTÃO E O MEIO AMBIENTE
  
Texto Áureo:  Romanos 8.22
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição lição você pode se preparar buscando informações sobre meio ambiente, por exemplo o conhecimento sobre efeito estufa e aquecimento global, pois eu não cito esses temas aqui.
- Muitos crentes se negam a considerar temas atuais baseados na ideia de que o apocalipse está chegando e tudo já está determinado para acontecer. Esses são considerados pelos ímpios como fanáticos e bitolados.  
__________________________________________
1. A NATUREZA FOI CRIADA ANTES DO HOMEM
- “do momento em que se deu esse princípio”, a tese mais conhecida e aceita afirma que provavelmente a criação teria tido dois momentos, ou duas criações, uma que começa em Gênesis 1.1 e outra a partir do momento em que Deus disse “Haja luz”.  Na primeira criação talvez tenham sido feitos os dinossauros, pois não são diretamente mencionados nos seis dias de criação e nem depois há registros deles. Professor procure não viajar muito nessas teorias para não perder o foco.

1.1. O castigo da terra
- “precipitou o planeta nos caos”, pela Bíblia entendemos que não existiam erva daninha antes de Adão ou que talvez não existissem espinhos em algumas plantas. Provavelmente não haviam terremotos e furacões no mundo antes do pecado.

1.2. O intruso na natureza
- “fonte ilimitada”, Os recursos minerais são limitados. Água doce, petróleo, gás, tem previsão de se tornarem mais escassos e os seres humanos devem aprender a viver economizando esses recursos.  
- “sustentação das gerações futuras”, com base nessa ideia de preservação as nações se preocupam com o conceito de sustentabilidade e elaboraram as metas de desenvolvimento sustentável, que significa desenvolver a industria e a economia repondo ao meio ambiente aquilo que foi extraído dele.

1.3. Uma proposta panteísta
- “pregando o panteísmo”, o panteísmo é a crença de que Deus está em tudo e sua natureza se confunde com a obra criada e propõe-se a adoração dos elementos da natureza.
_______________________________________
2. A RESPONSABILIDADE DO HOMEM PARA COM A NATUREZA
- “transcende”, ultrapassar, passar além, ou ser superior.
- “imagem e semelhança”, não se refere à forma física, significa que o homem herdou de Deus características que o faz semelhante ao criador, como as qualidades do caráter, o livre arbítrio, a capacidade de avaliar.  

2.1. Leis ambientais divinas

2.1.1. O ano Sabático da terra
- Com o advento da agricultura descobriu-se que é excelente para a terra o período de descanso de um ano, pois evita a saturação do solo, no período de descanso da terra, as ervas daninhas deixam o solo mais fértil.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 2

2.1.2. O ano do Jubileu
- “quinquagésimo”, o ano do jubileu também era um ano de ações sociais, de restituição da terra para aquele que tenha vendido pela pobreza. Era um ano em que as famílias deveria restituir a posse da herança original. Isso era uma ação de Deus contra a ganância daqueles que se aproveitavam da falência dos outros para aumentar a suas posses de terras.
- Atualmente a palavra que vai contra a preservação do meio ambiente se chama “ganância”. Deus já combatia naquela época o que os ambientalistas tentam combater hoje.

2.1.3. Leis peculiares
- “juntar sementes de espécies diferentes”, o objetivo era evitar a tentativa de se criar novas espécies. O Senhor queria livrar o seu povo de todo descontentamento com a natureza que Ele criou.
- “evacuar”, defecar, essa ordenança tinha o objetivo de manter a higiene no arraial.
- “parapeito”, era uma mureta na parte de cima da casa, para evitar que alguém pudesse cair do terraço.
____________________________________________
3. O MAU USO DA TERRA
- “humanidade, de modo geral”, a responsabilidade de proteger o meio ambiente deve ser de cada cidadão, não adianta os governos criarem tantas leis para preservação se não buscar incutir na cultura do povo a ideia de proteção ambiental.
- “projeto de sustentabilidade”, planejamento para as empresas e países extraírem da natureza a matéria prima e fazerem a devida reposição.

3.1. As fontes de energia
- “renováveis”, que sempre estarão presente na natureza, não se acabam.
- “eólica”, fonte de energia que usa o vento como elemento de força para geração de energia.
- “fóssil”, fonte que usa o material fóssil, que é o petróleo.
- “energia limpa”, energia que não polui o meio, é o caso da eólica e solar, já não é o caso dos combustíveis fósseis, como a gasolina e o diesel.  

3.2. A poluição
- “troca de elementos”, ou simplesmente o acréscimo de elementos no ambiente, solo, água e ar.

3.3. Outros fatores
- “crescimento populacional”, atualmente a população mundial está acima dos sete bilhões de habitantes. Segundo dados da ONU um ser humano produz em média 1quilo de lixo por dia.
_____________________________________
4. O FUTURO DO PLANETA
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 3

4.1. Período negativo: sete anos da grande tribulação virão sobre a terra
- “sucessões de tragédias”, a ira do Senhor será derramada sobre a terra e será expressa por eventos da natureza.
- Nesse período a Igreja de Jesus já terá sido arrebatada da Terra.

4.2. Período positivo: passados os sete anos da grande tribulação
- “com os Seus santos”, com a Igreja que havia sido arrebatada.
- “mil anos de paz”, na verdade será um governo regido com mão (vara) de ferro Ap 19.15, Ap 12.15. A paz será porque ninguém ousará nada contra o Leão da Tribo de Judá.
- “natureza será recomposta”, devido o reinado absoluto do justo Jesus, a ganância estará controlada e os recursos do planeta serão recompostos.
- “um novo céu e nova terra”, por essa passagem muitos acreditam que a terra atual será destruída, mas o texto não fala isso. Deus pode fazer algo novo a partir do que já existe.
____________________________________
CONCLUSÃO
- “dever se resume”, nos temos uma tarefa principal, mas para que a cumpramos bem precisamos cuidar de outras áreas como a vida social, trabalho e também o meio ambiente.
- “agir como Jonas”, alguns crentes são completamente desprovidos de misericórdia, e torcem para ver a mão de Deus pesar. Precisamos lutar pelos perdidos, orar por eles e cuidar do planeta.
- Professor acrescente a sua aula com informações adicionais como as reuniões para tratarem de clima e meio ambiente como a Rio Eco 92 realizada em 1992 no Rio de Janeiro e a Rio mais 20 realizada vinte anos depois no Rio de Janeiro.
FAÇA A DIFERENÇA.

Boa aula!


Marcos André – professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.