sábado, 2 de novembro de 2013

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 5 - Revista da CPAD


AULA EM 03 DE NOVEMBRO DE 2013 - LIÇÃO 5
(Revista: CPAD)

Tema: O cuidado com aquilo que falamos
  
Texto Áureo: Pv 23.23  
  
INTRODUÇÃO
- Amado(a) professor(a), nesta lição recomendo que você leia com a classe todos as referências de Provérbios citadas na lição, pois elas são o principal objeto desse estudo.
- “literatura sapiencial”, se refere aos livros de sabedoria, são eles Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares.
__________________________________________
1. O PODER DAS PALAVRAS

1. Palavras que matam.
- “dependendo do contexto”, a mesma palavra dita em situações diferentes produzem efeitos diferentes.
- “até mesmo matar”, se refere tanto a morte espiritual quanto a morte física, pois alguém pode sair com uma ferida mortal na alma após um culto, por uma palavra falada em uma oportunidade. Já a morte física ocorre muito no trânsito, quando alguém resolve ofender outro motorista ou alguém na rua, pode estar falando com um bandido e não sabe.
- “o relacionamento poderá deteriorar-se”, nesse caso o que pode morrer é o amor, pois amor no casamento deve ser alimentado com gestos, carinho, intenções e palavras, quando isso não ocorre ele vai diminuindo e quando há ofensas ele pode morrer.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 1, expressa no início e no meio do tópico.

2. Palavras que vivificam.
- “temas contemplados pelo uso desses termos”, quer dizer que quando a Bíblia usa esses termos: palavra, declaração, discurso, dito, promessa, está se falando de valores morais e éticos.
- “a doçura dos lábios aumentará o ensino”, doçura dos lábios são as palavras agradáveis, e quando são usadas, a pessoa que houve terá mais chance de aprender, mas se as palavras forem duras, então ninguém gostará de ouvi-las. ESSA É UMA DICA PARA VOCÊ MESMO PROFESSOR(A)!
_____________________________________________
2. CUIDADOS COM A LÍNGUA

1. Evitando a tagarelice.
- “Quem fala o que quer”, se refere àquele que não pensa para falar, sai falando tudo que vem na cabeça, quando se pensa antes de falar, a pessoa acaba se retendo diante de algumas coisas que não lhe são lícitas dizer.
- “Pronto, falei!”, expressão do português que demonstra alívio por ter falado algo, muitas vezes após o “Pronto, falei!” vem uma pequena ou grande desgraça.
- “multidão de palavras”, se refere à grande quantidade de palavras que o tagarela consegue pronunciar.
- “o que modera os seus lábios”, moderar é atenuar, diminuir, é dar equilíbrio.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 2. expressa no meio do tópico.

2. Evitando a maledicência.
- “A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos.”
Provérbios 6:19
- Semear contendas ocorre quando a pessoa usa as palavras para colocar dois irmãos em Cristo um contra o outro. Geralmente é uma fofoca, um recadinho e agora com a internet isso tem ficado mais fácil.
- “Deus se enoja de intrigas”, Deus ama a todos, por isso Ele quer ver seus filhos todos unidos e quando alguém provoca a desunião dos filhos de Deus está provocando nojo em Deus.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 3, expressa no meio do tópico.
_________________________________________
3. O BOM USO DA LÍNGUA

1. Quando a língua edifica o próximo.
- “através de exortações”, são recomendações para que se faça o que é certo, pode ser como uma repreensão ou não.
- “bons conselhos”, são orientações com palavras sábias e na maioria das vezes muito simples, que serve para preservar a vida e manter os relacionamentos.
- “ensino da Palavra”, o servo de Cristo deve sempre estar com a Palavra de Deus em seu coração, para ser usado a qualquer momento por Deus.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 4, expressa no início do tópico.

2. Nossa língua adorando a Deus.
- “dirigir-nos a Deus em adoração”, a adoração é a expressão do interior do servo de Deus, que pode ser verbalizado ou não, são elogios direcionados a Deus, que chegam ao Senhor pelo Espírito Santo.
- “sacrifícios de louvor”, pode ser definido como todo esforço ou investimento no ato de adorar ao Senhor e no versículo de referência é definido como o “fruto dos lábios”.
_______________________________________
4. SALOMÃO E TIAGO

1. Uma palavra ao aluno.
 - O livro de Provérbio é dirigido aos que querem aprender e estar prevenidos das adversidades da vida. A sabedoria é aprender com os conselhos antes de aprender com os próprios erros.

2. Uma palavra aos mestres.
- “somente o que convém à sã doutrina”, as doutrinas bíblicas ensinam a verdade, edificam e firmam a fé.
- “símbolos extraídos do cotidiano”, é resultado da observação do que está a sua volta, assim também fazia o sábio Salomão. O educador deve observar o que está a sua volta para aprender e se encher de subsídios para ensinar.
- “freio controla o animal”, o freio era uma peça que era colocada na boca do animal a fim de pará-lo ao se puxar as rédeas, serve também para direcioná-lo.
- “produzir bons frutos”, as pessoas se revelam quando abrem a boca, umas produzem coisas boas de seus lábios, mas outros falam demais e geralmente falam coisas que não edificam.
- Medite nesse Provérbio:
“Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio; e o que cerra os seus lábios é tido por entendido.” Provérbios 17:28
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 5, expressa no início do tópico.
_______________________________________
CONCLUSÃO
- “língua seja instrumento de um dos pecados”, muitos crentes acabam deixando que suas línguas se tornem em abominação, por não conseguirem refreá-la.
- “assim fazendo, bendiremos também ao Senhor”, se usarmos a nossa língua para promover a união entre os irmãos em Cristo, então as pessoas observarão isso em nós e também abrirão seus corações ao Senhor.
- Procure ler durante a aula o máximo de referências possíveis.
- Prepare o resumo do que foi mais importante em cada tópico.
- Minhas dicas de respostas devem ser encontradas no conteúdo da revista da EBD.

Marcos André – Superintendente e professor

Boa Aula!

2 comentários:

  1. Boa noite, Paz
    gostaria que o senhor soubesse do que aconteceu esta semana na emissora de televisão brasileira. Bem, no domingo passado, um humorista entrevistava como repórter, na Santa Ceia, Jesus Cristo e os demais dos 12, com muita sátira, desrespeito e até blasfêmias. No sábado, ontem, aparece uma atriz da novela das oito, visitando um templo evangélico e com hino da harpa "firme nas promessas de Jesus". Provavelmente, a emissora recebeu críticas severas devido ao que fez no último domingo e nada engana aos fiéis pois para amenizar e mostrar que respeitam os crentes, colocam uma passagem de culto tradicional. Espero que final do ano os cantores não se entreguem as propostas para cantarem no festival de promessa pois após aquele quadro de humor na qual blasfêmam o nome de Deus, tenham a sensibilidade de como protesto, abdicarem de seus cachês na emissora.

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei sabendo e acho que a Globo tem aberto espaço em suas novelas e outros programas para minorar a perda de audiência em virtude do crescimento evangélico no nosso país. O povo de Deus não deve se iludir com essa hipocrisia global.
    Paz irmão Mendes.

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.