INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 4 - Revista da CPAD


AULA EM 26 DE JANEIRO DE 2014 - LIÇÃO 4
(Revista: CPAD)

Tema: A Celebração da Primeira Páscoa  

Texto Áureo: 1 Co 5.7
  
INTRODUÇÃO
- Amado(a) professor(a), nesta lição você tem a oportunidade de fazer com que os alunos valorizarem mais a Santa Ceia e a Páscoa do Senhor
- “deveriam comemorar a Páscoa no mês de Abib”, inicialmente ela era uma festa fixa, ou seja, era sempre em uma data específica, a festa ocorria sempre em dez de Abib, diferentemente de hoje que a páscoa segue outro cronograma para que caia sempre no domingo, independente de qual seja o dia do mês.
- “significado são as “espigas verdes”, significado da palavra “abib”, certamente devido a plantação de milho estar com as espigas já formadas nessa época naquela região.
__________________________________________
1. A PÁSCOA

1. Para os egípcios.
- “para que Faraó se rendesse”, algum aluno pode perguntar se há contradição, pois a primeira vista parece que foi o Senhor que endureceu o coração de Faraó por um processo milagroso devido ao texto de Ex 10.27, mas em Ex 7.13 diz que o coração de Faraó se endureceu. Dessa forma temos dois textos que fala a mesma coisa de forma diferente. Deus endureceu o coração de Faraó pela provocação que fez, desafiando suas crenças e humilhando seus deuses.
- “longânimo”, de longo ânimo, tardio em irar-se, paciente.
- “suscitam a ira do Pai”, Deus não quer destruir a humanidade pelo alto preço que pagou por ela e porque existem muitos servos do Senhor que precisam ser salvos.
- “eu sairei pelo meio do Egito”, origem da palavra páscoa, que no hebraico é “pesah”, que significa passagem, que foi a passagem de Deus na terra do Egito.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 1, expressa no início desse subtópico, mas na revista aparece o versículo.

2. Para Israel.
- “passagem para a liberdade”, as festas faziam o povo se lembrar de fatos importantes na história e a Páscoa os lembrava de como o Senhor os tirou do Egito com grande juízo contra Faraó. Essa festa era motivo de orgulho para os judeus.
- “ressuscitou ao terceiro dia”, esse terceiro dia caiu no domingo e por isso os cristãos comemoram a Páscoa sempre no domingo e para nós significa a saída de Cristo do túmulo e a nossa saída do mundo.
- “choro nas casas egípcias”, o choro era por causa da morte dos primogênitos assim como o mundo chora hoje por causa dos seus filhos sem Jesus que se perdem nas drogas, no álcool, no tráfico, na prostituição, na miséria.
- “não seriam escravos de ninguém”, dentro da tipologia clássica é assim hoje, pois nós que fomos libertos do mundo (Egito) não somos mais escravos de nenhum pecado.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 2. expressa no início desse subtópico.

3. Para nós.
- “Cordeiro Pascal”, aquele cordeiro que foi morto para as famílias e com o seu sangue na ombreira da porta a família era poupada de ter o primogênito morto.
- “morte dos nossos pecados”, pode acrescentar: a morte do velho homem ou velho “eu” para o surgimento de um novo homem em Cristo Jesus.
- CONTÉM A AJUDA PRA RESPOSTA DA QUESTÃO 3, expressa no meio do subtópico.
_____________________________________________
2. OS ELEMENTOS DA PÁSCOA
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 4, no título de cada subtópico.

1. O pão.
- “para que o pão pudesse crescer”, como os judeus iam sair no dia seguinte eles tiveram que assar pão às pressas para a viagem, de forma que não podiam esperar que o pão levedasse.
- “libertação do fermento do mundo”, o simbolismo é que precisamos nos libertar de todo velho vício ou prática do mundo.
- “traz à nossa memória o sacrifício vicário”, por isso que precisamos de participar desse evento pelo menos uma vez por mês, Jesus disse: “fazei isto em memória de mim.” 1 Co 11:24b, então não podemos esquecer, nesse mundo onde os entretenimentos são diversos, muitos tem esquecido do que Cristo fez na cruz.

2. As ervas amargas (Êx 12.8).
- “toda a amargura e aflição”, talvez a melhor representação seja da dor do sacrifício do cordeiro, para nos lembremos de como Jesus sofreu por nós. Se alguém quiser pregar sobre isso, que não se esqueça das ervas amargosas.

3. O cordeiro (Êx 12.3-7).
- “sem defeito deveria ser morto”, esse conceito de sem defeito foi exigido depois para os sacrifícios da Lei Lv 4.32, e simbolizava a pureza de Cristo para ser oferecido pela humanidade, Ele não tinha pecado.
- “aponta para o sangue de Cristo”, hoje podemos afirmar que quando alguém aceita a Jesus como salvador o seu sangue cobre espiritualmente a família, de forma que no campo espiritual o inimigo não tem poder sobre os integrantes dessa família.
_________________________________________
3. CRISTO, NOSSA PÁSCOA
1. Jesus, o Pão da Vida (Jo 6.35,48,51).
- “Eu sou o pão da vida”, devemos nos alimentar de Jesus, de suas palavras, de seus mandamentos e dos exemplos.
- “Necessitamos deste pão divino diariamente.”, diariamente precisamos nos aproximar de Jesus, falar com Ele, ler as suas palavras e seguir seus exemplos.

2. O sangue de Cristo (1Co 5.7; Rm 5.8,9).
- “substituía o primogênito”, a mensagem é simples: para aqueles que não tinham o cordeiro perdiam o primogênito. Atualmente as famílias que não tem o cordeiro pascal estão colocando seus filhos em riscos.
- “redimidos por seu sangue”, redimir significa adquirir de novo, Jesus adquiriu o homem novamente para Deus, colocando o homem novamente na posição que estava antes da queda.

3. A Santa Ceia.
- “Ceia do Senhor”, se referindo à ceia que é celebrada nas igrejas cristãs a cada mês.
- “um memorial da morte”, para que a sua morte fosse lembrada enquanto seus filhos a celebrarem.
- “com reverência”, com respeito, não tratando com desdém ou comparecendo com pecado escondido não confessado.
- “discernimento”, significa entendimento, é participar da Santa Ceia entendendo seu significado, não achando que é uma coisa qualquer.
- CONTÉM A RESPOSTA DA QUESTÃO 5, expressa no meio deste subtópico e também no texto áureo.
_______________________________________
CONCLUSÃO
- “por isso a data foi santificada”, quer dizer que foi separada como uma data especial, por isso é estranho como os ocidentais a transformou hoje em uma data onde se comemoram com presentes de ovos de chocolate que são supostamente confeccionados por coelhos. NÃO SEI SE É INTERESSE FINANCEIRO OU SE É PARA RIDICULARIZAR, OU AS DUAS COISAS.
- “nosso Cordeiro Pascal é Cristo”, a Páscoa nos lembra Jesus e sua ressurreição, a qual nos proporcionam libertação do Egito (mundo). Mostre para os alunos o quanto Satanás e o mundo querem banalizar e adulterar o verdadeiro sentido da Páscoa.
- “Exaltemos ao Senhor diariamente”, convide os alunos a se lembrarem todos os dias de Cristo e do seu sacrifício na cruz.

Marcos André – Superintendente e professor


Boa Aula!

2 comentários:

  1. muito bom,falta para nós no nordeste do maranhão um curso de formação de auxiliares a aspirante a obreiros professsores da escola biblica dominical.pois não abrange a todos os obreiros diretamente;no municipio de chapadinha ma,muitos não tem nem comdições de arcar com as dispesas com os materiais.ok

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo, se puder ofereça ao seu pastor esse nosso curso e me manda o email que eu lhe mando a apostila. Paz.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.