sábado, 1 de março de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 9 - Revista da


AULA EM___DE______DE 2014 - LIÇÃO 9
(Revista: Central Gospel - nº 37)

Tema: OS MILAGRES DE JESUS
  
Texto Áureo: Mateus 10.38
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição apresente os milagres de Jesus e suas consequências.  
- “anunciar o ano aceitável”, significa que Ele iria anunciar que o Senhor estava recebendo Seu povo para os salvar, de fato foi isso que Cristo proporcionou com Seu sacrifício.
- “curando todas as enfermidades”, a cura das enfermidades era uma forma de autenticar a mensagem. Jesus não pregou um evangelho somente de palavras, ele operou milagres, o mesmo fez Paulo em 1 Co 2.4. Devemos também fazer como Jesus, devemos buscar o poder de Deus, para não ficar somente no evangelho das palavras bonitas.
_______________________________________________
1. O CONTEXTO SOCIORELIGIOSO
- “afligiam os contemporâneos de Cristo”, contemporâneos são aqueles que vivem na mesma época de alguém, aqui está se referindo aos doentes da época de Jesus.
- “eram um julgamento”, para os judeus se alguém ficasse doente era porque Deus estava pesando a mão. Interessante como hoje tem pessoas que ainda pensam assim.

1.1. O contexto social
- “deserdados da saúde”, naquela época não existi sistema de saúde implantado, por isso o povo sofria com muitas enfermidades.

1.1.1. A medicina nos tempos de Cristo
- “práticas medicinais”, a medicina naquela época era associada a magia e ao estudo dos astros, não era muito desenvolvida no tratamento de doenças.

1.2. O contexto religioso
- “uma compaixão muito maior”, esse era o contexto religioso, os fariseus preferiam deixar uma pessoa permanecer enferma somente para cumprir um rito da lei.

1.3. O cenário perfeito
- “cenário perfeito”, cenário onde haviam muitas pessoas que precisavam de um milagre. A melhor coisa é oferecer algo que as pessoas saibam que estão precisando, Jesus veio oferecer a cura e a libertação para um povo escravo e doente.

2. OS FEITOS DO MESSIAS
- “os sinóticos”, se refere aos três evangelhos, Mateus, Marcos e Lucas, recebem essa dominação por serem semelhantes, pois foram escritos a partir de uma mesma fonte de fatos.

2.1. Argumentos inconsistentes: refutação
- “muito céticos”, significa que eles são descrentes.
- “historicidade”, quer dizer que eles não acreditam que os milagres tenham ocorrido exatamente da forma como está relatado nos evangelhos.
- “atesta sua historicidade”, comprova que a história é verdadeira.
- “contexto galileu”, se refere às obras que Jesus fez na Galileia antes de ir para Jerusalém.

2.2. Os propósitos dos milagres
- “mas trazer a salvação”, esse era o verdadeiro propósito dos milagres, Jesus fazia os milagres, mas ordenava: “vai e não peques mais”.

2.2.1. Anunciar a chegada do Reino de Deus
- “pelo dedo de Deus”, quer dizer que se alguém identificasse que aquelas coisas só Deus poderia fazer, então deveria acreditar que o Reino de Deus havia chegado.

2.2.2. Promover o bem estar do enfermo e sua reintegração ao convívio social
- “eram rejeitados pela comunidade”, essa rejeição era devido a superstição de que a pessoa que estava doente estava em pecado e que era imundo.

2.2.3. Promover a justiça
- Jesus curava tanto a filha do principal da sinagoga, como qualquer pobre que encontrasse.

2.3. Dois tipos de milagres
- “credibilidade de Salvador”, se deve aos seus milagres sobre os elementos da natureza como o vento e o mar.
_______________________________________
3. A EXTENSÃO DOS MILAGRES
- “toques anônimos”, se refere ao toque que a mulher do fluxo de sangue deu secretamente na orla das vestes do Mestre. ESSE EU DEMOREI PRA ENTENDER.

3.1. A extensão social
- “estendeu Sua mão e o tocou”, Jesus não admitia que houvesse nada que fizesse acepção de pessoas.

3.2. A extensão emocional
- “da dureza da lei”, pela lei aquela mulher jamais poderia tocar em alguém, por isso ela temeu se revelar. Mas estando curada ela poderia viver livre desse peso emocional.

3.3. A extensão familiar
- “restituiu a alegria”, um outro milagre em que Jesus restitui a família é o caso da viúva de Naim, pois o Senhor entrega o jovem à sua mãe Mt 7.11.

CONCLUSÃO
- “operação de maravilhas”, é uma operação milagrosa que não envolve uma cura, mas ocorre quase sempre com os elementos da natureza.
- “ainda hoje”, professor(a), se você conhecer alguém que foi curado atualmente, pode levar esse conhecimento para os alunos e assim melhorar ainda mais a tua aula.
- “sobrenaturalidade”, é o campo das coisas sobrenaturais e inexplicáveis.
- Faça o resumo, apresentando os pontos mais importantes aprendidos. 

Boa aula!


Marcos André – professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.