segunda-feira, 21 de abril de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 3 - Revista da Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2014 - LIÇÃO 3
(Revista: Central Gospel - nº 38)

Tema: DETERMINAÇÃO, UMA ARMA PODEROSA
  
Texto Áureo: Jó  22.28
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição apresente como um conselho para o servo de Deus aplicar em sua vida cristã e secular.
- “destacamos Daniel”, neste ponto convém saber se toda a classe sabe quem foi Daniel, procure saber da classe a história de Daniel, peça para eles irem dizendo quem ele foi e o que ele fez.
- “servo fiel”, essa característica de Daniel vem devido ele ter ficado firme no costume judaico mesmo estando longe de sua nação, não deixou de orar e nem se contaminou com a comida oferecida a ídolos dentro palácio do rei.
_______________________________________________
1. DETERMINAÇÃO, UMA QUESTÃO DE ESCOLHA
- “expressão da vontade humana”, surge no indivíduo influenciado pelo desejo de realizar algo.
- “revela a fé”, quando a pessoa tem a fé no seu propósito, tem a certeza de que é possível, então ela começa a trabalhar e se empenhar com vigor na busca desse objetivo. Todos veem seu esforço e percebem sua fé.
- “em si mesma”, é a fé de que ela consegue, mesmo que ela tenha a fé em Deus, é preciso também ter fé em si mesma, fé de que ela pode conseguir com Deus.

1.1. Escolha a sabedoria que vem do alto
- “elevados princípios éticos”, aqueles que ele adquiriu em sua nação e religião.
- “depositava sua confiança em Deus”, por isso Daniel não tinha medo de realizar seus projetos, como o caso da proposta que fez com seus amigos de não se contaminarem com os manjares do rei.    
- “sabedoria que vem do alto”, para fechar recomende isso: a pessoa pode fazer faculdades, ler livros, jornais, etc. Mas cada um deve buscar de Deus essa sabedoria do alto, lendo a Bíblia, orando e fazendo a obra de Deus.

1.2. Escolha ser fiel ao Senhor
- “não se contaminou”, ele poderia ter comido das finas iguarias, que eram os pratos da culinária babilônica, se ele comesse, ninguém ia ficar sabendo, ali não estava seus pais, nem o rabino da sinagoga e nem os sacerdotes, mas ele sabia que Deus estava vendo.
- “resistiu até o fim”, o que chama a atenção na atitude de Daniel é que ele estava no meio da mordomia e das facilidades do palácio real. É extremamente ser fiel quando tudo a sua volta te convida a pecar.

2. O PAPEL DA FAMÍLIA NA FORMAÇÃO DE UMA PERSONALIDADE DETERMINADA
- “Qual era o segredo de Daniel”, professor(a), passe para a turma, que nós precisamos ter essa determinação de Daniel hoje, pois vivemos em um contexto parecido ao de babilônia, existem muitas facilidades para os crentes pecarem. A sensualidade, erotismo e a corrupção estão impregnados na sociedade pós-moderna, como um modela ou estilo de vida.

2.1. Valores éticos e Moraes
- “seus pais conseguiram transmitir-lhe”, esses valores não se aprendem na escola, mas em casa. Professor(a), se a tua classe for de adultos recomende que os pais ensinem a seus filhos esses valores, que são: respeito à Deus, à família, às autoridades, e as pessoas de uma forma geral. Se a classe for de jovens, convide-os a resgatarem em si, os valores de seus pais, não existe família tão ruim que não possa passar nada de bom para seus filhos.

2.2. Caráter
- “caráter de Daniel”, caráter é o conjunto de qualidades que influenciam as atitudes da pessoa e as suas decisões.
- “em posição de destaque”, os ímpios percebem quando alguém é de bom caráter, e todos gostam de ter essa pessoa por perto. Daniel somava um bom caráter, sabedoria e disposição para o trabalho, por isso ele estava sempre nos primeiros lugares, hoje existem pessoas que tem o bom caráter, mas são preguiçosos, assim não conseguirão nada.
_______________________________________
3. AS CARACTERÍSTICAS DE UMA PESSOA DETERMINADA
- “atitudes e decisões identificam”, é assim que somos identificados, pelos nossos atos, não adianta nada ser uma boa pessoa e não fazer nada de bom. Não adianta ter fé e não realizar nada com essa fé.

3.1. Não se permite contaminar com as ideologias e práticas seculares
- “seculares”, as coisas que são deste “século”, ou seja, do mundo.
- “impedi-lo de manter-se integro”, os crentes devem identificar o pode estar impedindo sua comunhão com Deus ou atrapalhando a sua fé. Pode ser entretenimentos como internet, redes sociais, jogos online ou não, programas sensuais; podem ser amizades, vícios, etc.

3.2. É seletivo em suas amizades
- “Daniel identificou os que tinham os mesmos valores”, a Bíblia não diz isso, mas podemos inferir no texto, e também notamos que Daniel tinha amigos que professavam sua fé, e de pronto atenderam ao propósito que ele assentou em seu coração, havia acordo naquela amizade.
- As amizades erradas tem grande influência sobre as pessoas, por isso a grande maioria dos jovens que se desviam hoje, são por má escolha de suas amizades. A recomendação para o povo de Deus é que ao perceberem que um determinado amigo está influenciando mal ou está cultivando outro tipo hábitos estranhos ou ilícitos, deve-se ir afastando aos poucos, mas não totalmente, recomenda-se que tente ganhar essa vida com aconselhamento, palavras de alerta, etc.

3.3. Tem percepção correta do momento de agir
- “proatividade”, capacidade de observar um fato e tomar atitudes sobre ele antes que gere algum problema. Aqui se refere ao fato de Daniel ter observado que a comidas da mesa do rei eram oferecida aos ídolos e os legumes não eram.
- A proatividade é um elemento diferencial para os trabalhadores no meio secular, aqueles que conseguem desenvolver essa característica, geralmente são promovidos e estão sempre em função de liderança e tem poucas chances de serem demitidos.
- “entendimento em toda visão”, a sabedoria de Daniel era espiritual, ele conseguia discernir visões espirituais, era uma sabedoria diferente da de Salomão que foi dado por Deus, mas se desenvolvia de forma humana.

4. OS RESULTADOS DA DETERMINAÇÃO
- “situação adversa”, qualquer situação diferente do comum, que mesmo estando em nosso controle, dificulta dar uma resposta imediata, pois é novidade para nós.

4.1. Visibilidade
- “visibilidade”, capacidade de ser notado, de estar em destaque. Esse é um resultado da determinação.
- “Deus os abençoou”, a pessoa é colocada em posição de liderança, chefia ou de responsabilidade. Todos que se dedicarem a serem fiéis a Deus devem se preparar para a exaltação de Deus, tanto na igreja, como fora dela.

4.2. Reconhecimento
- “protocolo da corte”, se refera aos regimentos predeterminados para as atividades. Tinha horário para servir a mesa, roupa adequada, não podia ficar encarando o rei, não podia ficar conversando na presença das autoridades, etc.
- Os crentes devem saber como se comportar em todo tipo de lugar.

4.3. Instrumento de Deus
- “poderia ter se transformado em tragédia”, isso por que o rei tinha esquecido o sonho, então ele não queria só a interpretação, mas queria também a revelação. Se fosse só a interpretação eles dariam o “jeitinho babilônico”, mas dar revelação era complicado.
- Daniel pôde ser usado como um instrumento de Deus, por ter sido fiel ao Senhor e estar determinado naquela terra. Muitas pessoas perdem grandes oportunidades no meio onde estão por não estarem determinados.

4.4. Herança incorruptível
- “ao lado do Senhor, no lar celestial”, note que a nossa grande recompensa por ser fiel é no porvir, portanto outras vitórias que recebermos nessa vido, são para nos ajudar a aguardar e a lutar pela vitória da vida eterna.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “determinou em seu coração”, podemos determinar para nós mesmo, e se empenhar e investir na nossa meta. Mas é errado o ensino de que podemos determinar sobre o que Deus vai fazer ou deixar de fazer. Ninguém pode, por exemplo, determinar que vamos ganhar um carro ou uma promoção, essas coisas Deus dá a seu tempo. Podemos sim determinar que seremos mais sábios e responsáveis na administração financeira ou mais dedicado no nosso emprego e etc.
- “diante dos olhos o alvo”, se tivermos um objetivo devemos sempre manter o foco nele e não se atrapalhar com nenhuma atividade dessa vida.
- Convide os alunos a seguirem os conselhos dessa conclusão.
- Faça o resumo e corrija o questionário.

Boa aula!

Marcos André – professor

Um comentário:

  1. Pastor Marcos André, fiquei algum tempo sem abrir o seu site e só agora vi que o senhor voltou a fazer os subsídios das lições. Os seus subsídios me ajudavam muito a preparar as minhas aulas e agora vou continuar tendo a sua ajuda, fico grato por DEUS ter ticado no seu coração para continuar, que DEUS te abençoe e em breve vou estar contribuindo com uma oferta para te abençoar. Evangelista Carlos José São Gonçalo RJ Igreja Pentecostal de Alcântara

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.