INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 24 de maio de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 8 - Revista da Editora Betel


AULA EM 25 DE MAIO DE 2014 – LIÇÃO 8
(Revista: EDITORA BETEL)

Complexo de Culpa, o Tormento da Alma Humana

Texto Áureo: 2 Coríntios 12.7
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição procure ensinar os alunos a misericórdia de Deus, pois muitos se afligem com seus complexos de culpa, por não conhecerem essa misericórdia. Eu notei na lição que a interpretação das referências sobre o espinho na carne de Paulo, estão horrivelmente forçadas a dizerem o que o comentarista quer que elas digam.
- “constante cobrança interna”, essa situação é propícia para o inimigo lançar dúvidas nos corações dos servos de Deus. a pessoa perde até a certeza da salvação devido ao sentimento de culpa. Claro que o problema é resultado e um abalo na fé devido a falta do conhecimento de cristo para saber que ele perdoa os pecados.
- “bem estar da vida cristã”, o bem estar da vida cristã é a paz com Deus que resulta na certeza da salvação. O pecado ou a falta de fé pode levar a isso.
- “através do arrependimento”, através do arrependimento ele adquiri o perdão e com o perdão vem a certeza da salvação que dá alegria.
_______________________________________________
1. Arrependimento, uma decisão necessária.
- “como se nada houvesse acontecido”, jogando a sujeira para debaixo do tapete, guardando o problema que com certeza aparecerá no futuro.
- “sentimentos negativos relacionados”, esses sentimentos negativos são relativos ao fato da pessoa não ter se perdoado.

1.1. Como age a culpa?
- “crer que jamais se livrará”, fazendo com que ele perca a esperança de se ver livre. Quando a pessoa perde a esperança ela para de lutar.
- “estará fadado a viver”, quer dizer que ele estará condenado, como uma consequência de não superar esse problema.
- “não o permite se esquecer”, o pecado uma vez perdoado deve ser esquecido, pois a sua lembrança pode acarretar na retomada da culpa.

1.2. Inerte ao arrependimento
- “inércia ao arrependimento”, é a característica da matéria de permanecer em repouso. Se refere à pessoa que não se move na direção do arrependimento, tenta colocar um pedra no assunto ignorando-o.
- “culpa produz uma série de sentimentos”, por se sentir culpada a pessoa se sente também envergonhada e por isso não se abre para conversa sobre o assunto.

1.3. Peculiaridades importantes do complexo de culpa
- “produz arrependimento”, esse tipo de reação é boa e pode levar a pessoa a se livrar do complexo de culpa.
- “culpa Teológica”, parece se referir a culpa definida pelo conhecimento da Palavra de Deus.
- “seguida de confissão”, após o reconhecimento do pecado o próximo passo deve ser a confissão, o reconhecimento do erro só produz algo se houver confissão.
- “decepção profunda”, a decepção é o sentimento de ter sido enganado por ter acreditar em algo ou alguém.
- “autocondenação”, é a pessoa condenando a si mesma, isso a impede de se envolver em projetos relevantes por não se achar digna.

2. Detectando o complexo de culpa
- “interferência em nosso comportamento natural”, se refere às mudanças do estado psicológico sem uma razão aparente, pode ser o indício de um problema.

 2.1. O complexo em Paulo
- “completamente esquecidos por Ele (Hb 8.12)”, professor(a), é importante ler essa referência de Hebreus, pois muitos não se perdoam por não saberem ou não acreditarem que Deus nos perdoa.
- “que saiamos da nossa idiossincrasia”, idiossincrasia significa a maneira particular de cada um agir e ver as coisas. A proposta aqui é que deixemos nossa maneira particular de julgar as coisas e passemos a buscar a verdade contida na Palavra de Deus.

2.2. O relato de Paulo
- “como um espinho na carne em relação ao que cometeu no seu passado tenebroso (At 8.1 e 3)”, perdoe-me amado(a) professor(a), mas eu não posso e não quero concordar com essa interpretação, pois em nenhum momento o texto dá a entender que o espinho na carne se refere a lembranças do passado e de um possível sentimento de culpa.

2.3. O espinho na carne
- “como que se um espinho o estivesse ferindo”, infelizmente essa afirmação é tendenciosa e a comparação é pobre. Conduz a pessoa a achar que o texto se refere a algo que na verdade não está se referindo.
Paulo é um dos maiores referenciais, depois de Cristo, e dizer que ele teve complexo de culpa, é uma tentativa ridícula de tentar fazer parecer normal uma coisa que não é. Paulo se lamentava de ter perseguido o povo de Deus, mas isso nunca o impediu de fazer uma grande obra.
______________________________________
3. Ação de Cristo Jesus
- “se essa era a resposta por que ele esperava”, obviamente Paulo não esperava essa resposta, porque ele não orava nesse sentido, ele orava para que seu problema fosse afastado 2 Coríntios 12.8. Mas recebeu aquela resposta para saber que alguns problemas não serão afastados porque são reguladores da nossa vida espiritual. Paulo aprendeu que o Senhor nos enche de Sua graça para que possamos viver em meio aos problemas e sermos vencedores.

3.1. A ação do Espírito Santo
- NÃO É POSSÍVEL CONTINUAR DEVIDO AOS ERROS NA HERMENEUTICA DA LIÇÃO (os erros na interpretação dos textos usados)

3.2. O poder aperfeiçoado
- ...

3.3. Anelo pela comunhão com Deus
- ...
______________________________________
CONCLUSÃO
- ...

Boa aula!

Marcos André – editor
Alexandre Teixeira Mendes – colaborador

Juliane Souza - colaboradora

16 comentários:

  1. Paz de Cristo! Gostei muito desse blog e sempre uso os subsídios daqui pra me auxiliar nas aulas da EBD. Essa lição 8 da revista Betel está bastante complicada por causa desses erros de interpretação. Estou contando com a graça e misericórdia de Deus para conseguir dar essa aula. Deus continue abençoando seu ministério!
    Fernanda Souza do blog: http://oadoradorquesou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém irmã, estou indo na tua página agora pra te dar um alô. rsrsrs
      Boa aula tá. Seja fiel a Deus e a Palavra. Paz

      Excluir
    2. PAZ DO SENHOR ,PASTOR MARCOS ANDRE. olha eu concordo plenamente que o comentarista desta liçao errou muito . mas sabe o qui eu prende qui os mestre também erram , ai ne, eu sou leiga , e também dou aula, tem momento qui tem outras pessoa mas intelectual as vezes faz critica da pessoa , hoje a aula não era minha , então eu concordei com a professora de hoje . eu desse pra ela qui se fosse o meu dia eu não daria esta lição, mas ela foi muito sincera falando de tantas contradição. o qui vamos fazer com a betel hem , mesmo assim e bom ficarmos atento , não so ouvi , mas ler mais as escrituras para não cairmos na conta do vigário, erreis por não conhecer as escrituras ainda bem , qui possamos comunicar com o senhor pra tira nossas duvida, obrigado pastor . por tudo qui o senhor tem feito por nos , DEUS abençoa o irmão,, missionária brito

      Excluir
    3. ha pastor seria possível o irmão postar a lição do dia 1 de junho ,da cpad lição o tema e o ministério do pastor, olha estou com uma grande responsabilidade e ao mesmo tempo tumultuada ja mim passaram a revista tenho qui da aula em outra igreja .e domingo na minha igreja le duas lições . e pesado . so se eu teve-se o conhecimento de um MARCOS ANDRE, . MAS MIM AJUDA POR FAVOR POSTA ESTA LIÇÃO NA QUARTA PRA MIM POR FAVOR, ESTAREI DANDO AULA NA QUINTA , CPAD. OBRIGADO . MISS BRITO..

      Excluir
    4. Amém irmã missionária vou me esforçar pra conseguir colocar a tempo.
      Obrigado por comentar.
      Paz

      Excluir
  2. gostaria muito de ver outra interpretação (hermenêutica) sobre os tópicos finais pois eu também estou com dificuldades de lecionar os mesmos ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já olhou a interpretação para as passagens sobre o espinho na carne que eu postei aqui.
      Acesse nesse link: http://marcosandreclubdateologia.blogspot.com.br/2012/07/interpretacao-biblica-o-espinho-na-carne.html

      paz.

      Excluir
  3. Deus vos abençoê poderosamente.

    ResponderExcluir
  4. Tá vendo aí Pastor, tem o Senhor + uma centenas de professores que coadunam. Gostei do final "erros de hermenêutica" isso faz do Clube da Teologia um blog sério e comprometido com a Palavra de Deus. Todos aqui interpretaram espinho na carne em outro sentido e não Paulo com complexo de culpa. Mas tudo bem, hoje em uma livraria evangélica, pastores reclamaram muito da imterpretação forçaqda.Que responsabilidade a nossa a não dixar da irresponsabilidade sem crivo numa edição , é muito arriscado e perigosa ensinar doutrinas os estudos antibíblicos e tomá-los como verdade.
    Sempre que puder, amigo e irmão
    T.Mendes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado irmão Mendes por esse apoio. Olha, eu pensei que você estava exagerando um pouco, mas agora vejo que você sempre teve razão sobre os problemas das lições da revista da Betel.

      Paz irmão.

      Excluir
  5. Agente estudou seitas e heresias na licao passada, agora estamos vendo erros grotesco de imterpretcao na nossa propria revista...Agora precisamos tomar muito cuidado...ele poderia ter tirado uma interpretacao mais evidente na vida de Cain seria melhor..Paulo com sentimento de culpa, e Deus Ainda colocar nele um Espinho na carne por isso? E um erro o texto nao diz isso..foi pela excelencia das revelaçoes isso sim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Mathews você deu uma resposta bem simples e precisa para um problema sério. Está bem claro no texto, é só ler e analisar, excelência das revelações é a resposta! Obrigado pela ajuda.
      Paz

      Excluir
  6. A PAZ DO SENHOR hoje depois da ebd tomei uma decisão que pode não ser a mais coerente decidi não dar mais aula ,pois esta revista da editora betel realmente me deixa decepcionada são muitos erros de interpretação e o professor fica numa saia justa porque muitas vz não pode ir contra o comentarista da lição .infelizmente foi o único meio que encontrei de não ter que fazer vista grossa pra tantas falhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Anônimo entendo sua decisão, mas eu preciso te dizer para reconsiderar e tornar atrás. Eu deixei de comentar a lição devido aos erros, mas não tenho nenhum autorização de Deus para deixar de dar aulas.
      Recomendo: mude essa decisão, ou você acha que o Senhor não te acharia em outro lugar? Se apresente proto para ministrar antes que a tempestade revele que há um fugitivo de Deus a bordo! Se é que você me entende!

      Paz.

      Excluir
  7. hoje depois da ebd tomei a decisão de não dar mais aula devido a tantos erros de interpretação por parte desse q se dizem teólogos formados o professor fica numa saia justa por tentar melhorar a lição algumas pessoas ate dizem que isto e rebeldia , então como não da pra tampar o sol com a peneira resolvi não dar mais aula.

    ResponderExcluir
  8. Sabe Anônimo, eu não sei o que acontece mas observo que em outras denominações tradicionais e mesmo algumas neo-pentecostais não existe a preocupação, embora devamos ter respeito, com os comentários contrários. Muitas denominações de Assembléias de Deus erram em aculturar uma escola bíblica em que protege e coloca-se uma redoma no erros de autores de revistas, além de disseminar medo e pressão de ética nas pessoas que assim o fazem. Escola Bíblica, tantas conferências, seminários, e penso que se não colocar a idéia em prática que a Escola Bíblica é um espaço destinado a todos exporem, e não imporem , suas opiniões, sem retalhação no culto noturno de domingo ou disciplina na membresia ou em obreiros comprometidos com a seriedade da Palavra, carregaremos sempre essa pressão de comprar a revistinha, ouvir o orgulho de um relatório de participantes ou eu diria "robôzinhos", na rédia.
    Paguei 10,00 reais na revista para ouvir que a psicologia supera a Bíblia e que a oração e leitura é simplista?
    Olha, nobre professor, seja mal visto mesmo, seja humilhado do púlpito aos domingos, leve adjetivos como polêmico, puxa-faca etc mas saiba que de dez alunos, sendo um analisando outra interpretação, já é suficiente. Semana que vem chamam a inveja de patologia, doença. A Bíblia chama de pecado, então sugiro não parar, se exponha mesmo, sofra dentro da congregação mas fale a verdade! Sendo a Palavra de Deus Poder, alguém será atingido pela verdade e no tempo certo ELE te exaltará.
    Quantas escolas sérias condenam e com coragem vão as sedes pedir um basta em revista sem revisão (em tese)? Quantos Pastores abrem mão de sua posição e salário eclesiástico por conta dessa farra de "atingir metas de venda"?
    é mais fácil lhe dar com um pinguço e falar do amor de Cristo hoje do que confrontar mentiras e textos sem base bíblica dentro da congregação. Puxa, onde vamos parar???????????

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.