INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 24 de maio de 2014

PEDIDO

AGRADEÇO A DEUS E A TODOS OS IRMÃOS QUE TEM APOIADO, ORADO E AJUDADO O CLUBE DA TEOLOGIA. 
PEÇO AOS AMIGOS E IRMÃOS QUE AJUDEM ESSA OBRA CLICANDO NO ANUNCIO AÍ EM BAIXO: É SÓ PARA AJUDAR MESMO, DEPOIS PODE FECHAR A PÁGINA QUE VAI ABRIR.
MAS SE QUISER COLABORAR COM QUALQUER VALOR CLIQUE AQUI E VEJA COMO DEPOSITAR

2 comentários:

  1. Prezado professor, pastor e irmão Marcos André é com humildade, reverência, reconheicmento de Deus neste trabalho que venho querer contribuir de alguma forma e já pedindo perdão se me antecipei em alguma coisa, meu desejo é a edificação da vida de nossos irmãos em Cristo, estou segerindo o acréscimo no esboço da lição 8 desta revista CENTRAL GOSPEL - "O PROPÓSITO DE DEUS PARA VOCÊ" na lacuna 4.2.1 - O significado do altar, conforme abaixo:

    No tempo do profeta Elias, “existiam vários altares de adoração ao Senhor”. Entretanto, o povo estava adorando ídolos e muitas vezes usando o altar para Baal. Por isso, o profeta Elias convocou o povo para tomar uma decisão radical “disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o; se é Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu” (I Reis 18.21).
    Então Elias marcou um desafio com os seguidores de Baal para saber quem é Deus. Fariam um sacrifício sem colocar fogo e o Deus que respondesse com fogo seria o verdadeiro Deus. Foram ao altar no monte Carmelo, prepararam dois cordeiros e os seguidores de Baal escolheram o primeiro cordeiro e começaram a clamar, mas Baal não respondia. Chegaram ao ponto de se cortar e gritar desesperados para que Baal mandasse fogo, mas nada aconteceu.
    Chegada a vez de Elias, primeiramente “restaurou o altar do SENHOR, que estava em ruínas” (v.30). Ele sabia que não teria resultado se não fizesse isso antes. Deus não manda fogo em altar quebrado ou profanado. Em obediência à palavra do Senhor, “tomou doze pedras ... e ... edificou o altar em nome do SENHOR” (v.31,32).
    Para provar que seria algo sobrenatural, também fez um rego ao redor do altar e derramou muita água para que ficasse completamente encharcado. Somente pelo poder de Deus aquela lenha umedecida, o cordeiro molhado, bem como as pedras do altar pegaria fogo. E foi isso que aconteceu quando Elias orou (v.37) ao Senhor “caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego” (v.38). E o povo glorificou reconhecendo o poder de Deus “O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus!” (v.39).

    Perdoe-me se me antecipei em algo em nome de Jesus Cristo!

    Irmão André M. Santos servo de Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está excelente irmão André, coerente e a tipologia não fere a hermeneutica e nem a doutrina. Muito obrigado pela iniciativa. Vou tentar colocar no estudo.

      Paz

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.