quinta-feira, 19 de junho de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 11 - Revista da Editora Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2014 - LIÇÃO 11
(Revista: Central Gospel - nº 38)

Tema: A APARENTE DEMORA DE DEUS
  
Texto Áureo: Eclesiastes 3.1,7
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição enaltece o exemplo de Calebe tirando os ensinamentos para a sua classe.
- “Calebe”, aqui convém perguntar para a classe o que eles sabem sobre Calebe. Deixe que eles falem, pergunte se sabem algum feite desse valoroso homem de Deus.
- “filho de Jefoné”, em Israel havia a necessidade de se conhecer a família, a tribo a que se pertence. Por isso eles sempre citavam o progenitor.
- “tomaria posse da terra”, foi uma promessa de que ele teria uma herança particular dentro da terra, no caso, seria os locais por onde ele passou ao espiar a terra para Moisés.
_______________________________________________
1. CALEBE, UMA BIOGRAFIA RESUMIDA
- “quenezeu”, os quenezeus não são mencionados entre os habitantes originais de Canaã, mas são mencionados por Deus ao fazer a promessa Gênesis 15:19, porém não se sabe ao certo porque Calebe recebe essa designação.
- “enxergava longe”, obviamente não se refere à visão literal, mas ao fato de ele perceber as coisas que não estão aparentes. Calebe espiou a terra com Moisés e outros dez, e soube entender que a melhor coisa a fazer era confiar em Deus.

1.1. Um espia aguerrido
- “únicos a voltar com boas notícias”, na verdade todos os espias tinham boas notícias, mas eles só viram o que tinha de ruim na terra. Assim são muitas pessoas que olham as coisas com olhos ruins e observam defeito em tudo. Até alguns crentes são assim.

1.2. A herança de Calebe
- “Continuava disposto a lutar”, o comentário está corretíssimo, Calebe estava disposto, animado, não quer dizer que ele tinha a mesma força, mas o seu ânimo estava lá no alto.
- “E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou;
Josué 14:11a
  Na verdade ele estava mesma animado porque mais adiante ele faz essa proposta:
“E disse Calebe: Quem ferir a Quiriate-Sefer, e a tomar, lhe darei a minha filha Acsa por mulher.” Josué 15:16 Isso nos mostra que as palavras de Calebe mostra o seu ânimo.
- “pedir permissão”, mas foi preciso ele refrescar a memória de Josué, relembrando a ele da promessa que Deus fez através de Moisés.

1.2.1. Hebrom
- “Quiriate-Arba”, conforme o texto bíblico esse “Arba” teria sido um guerreiro dos filisteus. Esse nome foi dado em homenagem a esse guerreiro. Josué 14.15

1.2.2. Debir
- “voltara para as mãos dos cananeus”, estas cidades eram de muito difícil conquista, talvez por estarem situadas em montanhas e serem fortificadas.

2. CALEBE, UM HOMEM EXEMPLAR
- “revelaram a incredulidade”, as palavras deles denunciaram como estavam seus corações. Quando encontramos crentes que usam palavras para colocar empecilho na atividade da igreja, é porque seus corações estão desanimados e descrentes.

2.1. Coragem
-...

2.2. Empatia
- “não deixou de considerá-los”,a empatia significa se considerar no lugar da outra pessoa para entender em que circunstâncias a pessoa tomou as suas decisões. Por isso é mais fácil perdoar, porque passamos a considerar que houve uma razão para a decisão.
- Professor(a), temos aqui um bom exemplo de comportamento para o povo de Deus, você pode passar isso para os alunos.

2.3. Prudência
- “tinha a convicção”, estava convicto, tinha a certeza de que poderia e receberia a herança. Ás vezes, o que falta para muitos crentes é essa convicção de que as promessas de Deus se cumprirão em nossas vidas.
- “atitude precipitada”, aquela atitude que tomamos sem pensar, sem planejar, sem considerar fatores importantes. Muitas vezes erramos em tomar algumas decisões cedo demais.
- “aguardou o tempo certo”, hoje falamos muito no tempo de Deus, alguns fatores podem ser considerados para que o Senhor estabeleça Seu tempo para que as vitórias e bênçãos cheguem em nossas mãos. Alguns fatores podem ser: condições de sustentar, maturidade para administrar.

2.4. Tenacidade
- “disposto a fazer a sua parte”, essa disposição tem faltado em muitos homens de Deus. Se cada um se dispuser a fazer a sua parte todos poderemos contribuir para o melhora. Mostre para os alunos como essa atitude de Calebe é necessária. Pois Calebe, antes de pedir a sua herança ele primeiro lutou pela nação.

3. CALEBE, UM SERVO FIEL

3.1. Calebe guardava a Palavra de Deus
- “passado 45 anos”, em contraste com alguns obreiros entram para o ministério e no dia seguinte já querem sair para pregar. Sem experiência e sem história.
- “não esquecera o que Deus falara”, o movimento pentecostal hoje tem sido muito banalizado por irmãos que se alegram em pular e rodar, mas não param para ouvirem a Palavra de Deus e nem tão pouco guardam as profecias que são faladas nas congregações, se essas profecias fossem guardadas e provadas, com certeza saberíamos quem são os falsos profetas.

3.2. Calebe tinha discernimento espiritual
- “faculdade de julgar as coisas”, dessa forma o discernimento espiritual é saber se determinada coisa provem de Deus ou do Diabo ou do coração humano.

3.2.1. Calebe reconhecia a autoridade espiritual de Moisés
- Calebe inclusive reconheceu na época em que foi enviado para espiar a terra, que o Senhor estava naquela empreitada e confiou na Sua providência.

3.2.2. Calebe não participou de qualquer rebelião
- “Calebe não se aliou a eles”, nem poderia, pois aquela rebelião era dos levitas Números 16.1-10, e Calebe era da tribo de Judá Números 13.6, as outras tribos não interferiram e por ser dos levitas, ela teve uma punição muito mais severa.

3.3. Calebe confiava nas promessas do Senhor
- “devia animar-se, pensando”, de fato os servos de Deus devem trazer a mente aquilo que dá esperança, como orientou Paulo:
“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Filipenses 4.8

3.4. Calebe proveu sustento para sua família
- “Otiniel foi o vencedor”, com certeza ele não venceu sozinho, havia homens sob seu comando, notamos assim que ele já era um líder, por isso foi Juiz.
- “exemplo de fé deixado por Calebe”, sabemos que somente duas tribos se destacaram das treze tribos que entraram na terra (a tribo de José se dividiu em duas) somente duas prosperaram e cresceram mais do que as outras. Foram Judá e Efraim, exatamente as duas representadas por dois espias valorosos, Calebe da tribo de Judá e Josué da tribo de Efraim, com certeza, o exemplo desses dois crentes fieis, passou a todas as gerações de seus descendentes.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “nossa idade de sonhar”, a história de Calebe mostra que é possível aos velhos conquistarem e lutarem as guerras do Senhor. Muitos jovens já não tem forças para caminhar devido a onda de pecado que inunda a sociedades pós-moderna. Por isso os velhos devem dar o exemplo para a animar os nossos jovens.
- “lutou para conquistar”, aprendemos que Deus dá, mas é necessário a seus servos que lutem para conquistar, Deus não quer crentes preguiçosos que se acostumam a receber sem esforço nenhum.  

Boa aula!


Marcos André – professor

Um comentário:

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.