INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sábado, 28 de junho de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 13 - Revista da Editora Betel


AULA EM 29 DE JUNHO DE 2014 – LIÇÃO 13
(Revista: EDITORA BETEL)

O Prazer de Experimentar a Cura das Feridas da Alma

Texto Áureo: Salmo 139.1-2
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição sugiro que você passe os ensinamentos básicos da vida de Davi, talvez alguma mensagem da lição não pareça coerente com a doutrina, como é o caso da reprodução da neurose.
- “Desejo de servir e fazer” esse desejo de fazer algo, entende-se por obras que produzem frutos ou alguma outra coisa dentro desse conceito de obra redentora. Neste sentido há realmente a necessidade de um nível de sanidade para que se possa ajudar o próximo.
_______________________________________________
1. Reflexos das experiências em nossas vidas
- “danos irreversíveis em nossa alma”, provavelmente não há nada de irreversível para a alma humana que o Senhor Jesus não possa solucionar.
- “fossem realizados”, acompanhando essa linha de raciocínio, sabemos que tudo se tornaria uma rotina monótona, assim como as demais coisas que temos e abundância, quem daria valor em uma cura, se alguém estiver na porta de um hospital curando todo tipo de enfermidade. No âmbito da saúde seria um fracasso total, muitos médicos teriam que mudar de profissão. No âmbito espiritual seria um Dom desprezado por haver demanda maior que procura, já não seria uma dádiva da qual tantos querem e poucos alcançam

1.1. O Senhor conhece as palavras no interior do nosso coração
- “vê-lo expressar os seus sentimentos”, quando expressamos verbalmente, quando falamos dos nossos sentimentos, estamos demonstrando para Deus a importância que Ele tem para nós e isso faz a diferença para Deus.
- “na viração do dia”, era bem tardezinha antes de escurecer, essa era a viração pois o dia se convertia em noite.
- “sabendo do desatino cometido”, na verdade o relato do acontecimento da queda, ocorre no capítulo 4 de Gênesis, quer dizer que Deus sabia o que iria acontecer. Mas Ele deixou que Adão lhe falasse.

1.2. Temos de ter cuidado com as enfermidades da alma
- “dores profundas em seus sentimentos”, tudo no campo da imaginação, muitas vezes surgem verdadeiras tempestades em copos d’água, tudo por conta de mentes complexadas.
- “quanto na espiritual”, uma batalha de Davi no campo espiritual podemos citar o jejum que ele fez para que fosse salvo da morte o seu filho com Bate-Seba. 2 Samuel 12.16.
- “verdadeiras catarses”, catarse é um termo que significa purificação mental por meio de drama emocional.
- “Profundos sentimentos”, Davi expressa adoração a Deus com intensidade superior ao comum talvez uma consciência de culpa o tornasse tão intenso.
- “reconhece a sua incapacidade de lidar”, reconhece também a grandiosidade de Deus, pois ele se declara inútil para se ocultar de Deus.

1.3. A gravidade do sentimento de culpa
- “ele tinha certeza da companhia de Jeová”, durante todo esse trimestre nós ressaltamos a necessidade de se buscar o conhecimento de Deus do qual advém a fé. Porque a certeza da companhia de Deus foi o que deu força a Davi, mas essa certeza só se adquire por meio da fé e a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus.
- “sentimento de culpa era o principal mal”, o sentimento de culpa ocorre em muitos homens e mulheres de Deus, muitas vezes após Deus já ter perdoado, fica a consequência do erro. A melhor coisa é se desviar do mal.
- “medo da reprovação”, assim como ocorreu com Saul poderia ter acontecido também a Davi, afinal todos estamos sujeitos a errar. A diferença entre Saul e Davi é que um se arrependia e o outro buscava razões para explicar o seu pecado.
- “expressava a certeza da Sua misericórdia”, essa certeza já levou muitos crentes a brincarem com Deus, professor(a), explore bem isso, pois nesses últimos dias muitos tem brincado com Deus pecando contando sempre com o perdão, usando a misericórdia de Deus para pecar. Na passagem da lição, Davi está contando com a sua recuperação espiritual. Uma outra ocasião em que ele contou com a misericórdia de Deus foi em 1 Crônicas 21.13.

2. Maldição hereditária ou reprodução de neurose
- “maldição hereditária”, que é passado como herança de pai para filho.
- “sofrido por um antepassado”, seria a pessoa pagar hoje por algum pecado cometido por seus pais ou avós.
- “peremptoriamente”, decisivamente ou definitivamente.

 2.1.  Como funciona a reprodução de neurose
- “o procurava usar para serviços menores”, talvez não se possa concluir nada com isso, pois José fazia trabalhos menores e era o preferido de Jacó.
- “Tais acontecimentos ficaram registrados”, na verdade isso é uma especulação, pois a Bíblia nunca afirma esse problema na vida de Davi.
- “reproduzindo o que havia ocorrido com ele”, é possível que Davi tenha reproduzido na sua casa a forma de criação que teve na casa de seus pais, mas sabemos que o equilíbrio dentro da sua casa era sustentado por Deus, porque o mal só começou na sua casa quando Deus disse que começaria.

2.2. Como se reproduz a neurose.
- “deixou claro a sua preferência por Eliabe”, isso se deve ao fato de todos estarem em casa enquanto Davi estava no campo apascentando as ovelhas e Jessé só se lembrou de Davi quando Samuel perguntou.
- “Davi continuava a obedecer”, mesmo sendo ungido por Samuel a maior autoridade espiritual da época não usurpou de imediato uma posição especial antes continuou sua vida como se nada de diferente tivesse ocorrido. Aqui tem um segredo, às vezes as pessoas começam a ser levantadas por Deus quer seja em sua vida espiritual ou profissional e já deixam o orgulho entrar em seus corações, aqui está o segredo que separa o fracasso da vitória.
- “Os sentimentos de Davi certamente eram afetados”, essa é a especulação, claro que isso é bem possível, porém em nenhum lugar na Palavra de Deus se registrar que Davi sofreu por isso ou que guardava em seu coração as lembranças desses acontecimentos.
- “nenhuma posição de destaque em seu exército”, interessante análise, não vemos em Davi nenhuma intenção de nepotismo, como acontece hoje em dia. Davi chamava os competentes para a liderança e para lutar as guerras, por isso ele tinha uma poderosa lista de valentes.
- “comprovam a reprodução de neurose herdada de seu pai”, contudo o que foi explicado, ainda não parece ser possível sustentar essa afirmação.

2.3.  O mal causado pela falta de diálogo com os filhos
- “quando do estupro de sua irmã”, nota-se que os fatos tiveram origem em outros fatos que não foram resolvidos. Esse é o perigo de se abafar um fato grave. Davi deveria ter tomado uma atitude corretiva em relação a Amnom, mas preferiu deixar a poeira abaixar.
- “falta de um diálogo claro”, talvez se Davi demonstrasse para Absalão o quanto ele era importante para ele, aquilo tudo não teria acontecido ou não teria acontecido daquela forma.
- “Diálogo claro”, fazer uso de meios que diminuam o diálogo dentro do lar é uma das grandes estratégias do adversário. Uma família sem assunto dentro de casa e mais fácil de causar detrimento.
- Professor(a), recomende: procurar produzir assuntos diversos dentro do lar, começando com expressões de saudação e mostrando a importância que o indivíduo tem mesmo que sejam assuntos paralelos, não importa. Devemos expressar o que sentimos e não ter acanhamentos de demonstra-los. Se arrepender de não ter mostrado o quanto amamos um membro de nossa família pode se tornar mais doloroso quando não podemos fazer isso mais, assim como Davi perdeu seu filho e nunca mais poderia mostrar seu amor a ele, mesmo havendo resistência insista em conversas saudáveis.
- “isso fez com que ele tivesse a mesma dificuldade”, há pouquíssima base para essa afirmação.
______________________________________
3. Deus está sempre presente em nossas vidas
- “atitudes reprováveis”, ansiedade, impulso, emotivo e precipitação são sentimentos e atitudes que nos levam a agir de forma inadequada diante de situações que requerem raciocínio lógico. Às vezes quando os sentimentos falam mais alto que a razão as consequências podem ser dolorosas.
- O ponto interessante de tudo isso e que ao contrario de alguns Davi jamais abandonou a fé no Senhor, em desespero em um ato desatinado.
- “escolheu fazer a vontade de Deus”, as nossas escolhas refretem tudo que pensamos e todas as nossas convicções, por isso as decisões são tão importantes.

3.1. Esperar pela ação de Deus
- “Ira tomava conta”, estamos sujeitos a coisas assim, ainda permanecemos em um corpo corruptível, mesmo sendo homens e mulheres espirituais 1Co. 10;12, devemos nos conter em momentos que venham nos causar fúria, sempre é bom antecipar os acontecimentos e prevenir qualquer desavença com um plano alternativo, pois o desejo do adversário é nos envergonhar diante das pessoas.
- “entanto ouviu a mulher de Nabal”, nem sempre a melhor decisão é atacar, por esse tipo de atitude muitas vezes tomamos decisões precipitadas, sem pensar nas consequências. O que fez a diferença foi Davi parar para ouvir. Precisamos ouvir mais aqueles que estão a nossa volta.
- “esperou Deus”, aqui temos uma ação que faz grande diferença, sempre precisamos da resposta de Deus.
- “trabalhar em seu favor”, Deus sempre trabalha em favor daqueles que confiam Nele. Há situações em que não notamos a mão de Deus agindo, chegando a parecer que Ele não está nos ajudando, mas até mesmo em alguns derrotas temos a providência de Deus.

3.2. Como buscar cura.
- “sua alma sabe do que Jeová é capaz”, essa é a base da fé, conhecer a Deus, e isso podemos alcançar pela sua Palavra, se focarmos nossas vidas em buscar conhecimento de Deus, poderemos fazer como Davi nos momentos de angustia, poderemos estar firmes com o Senhor, mesmo passando pelo vale da sombra da morte.
-“sofrimento da alma”, às vezes aparece como uma ferramenta de Deus para nos mostrar a gravidade do erro que cometemos e assim buscar arrependimento e garça Divina Hb. 4;16.
- “se apresentar ao Criador com o coração contrito”, é se apresentar em oração lamentando pelo mal que fizemos ou que deixamos acontecer. Se apresentar com humildade demonstrando a Deus arrependimento, humilhação e incapacidade de vencer por si só.
- “alguém com conhecimento científico específico”, se essa pessoa com seu conhecimento específico conduzir a pessoa a se reconciliar e confiar mais no poder do sangue de Jesus, então será aceitável, mas se esse conhecimento for em forma de técnicas terapêuticas que não envolvam a Palavra de Deus então seria declarar que o sacrifício na cruz não é suficiente para redimir.

3.3. Deus tem sempre o melhor para nós
- “necessidade da renovação de nosso entendimento”, parece se referir a uma mudança na forma de pensar e de agir. É renovar a nossa visão espiritual.
- “necessidade de mudança e cura em nossa estrutura emocional”, professor(a), leia bem o texto de Romanos 12.2 e veja você se realmente ele está querendo dizer isso. Porque dentro do contexto do verso 1 o apóstolo está chamando os irmãos a se apresentarem a Deus em sacrifico diferentemente de alguns que buscavam seus próprios objetivos como era a ideia que a sociedade passava.
______________________________________
CONCLUSÃO
- FINALMENTE
- Professor(a), se você já tiver de possa da nova revista eu recomendo que após ler essa conclusão, você apresente a nova revista aos alunos e anime-os a virem a Escola Dominical no próximo trimestre.

Boa aula!

Marcos André – editor
Juliane Souza – colaboradora
Gustavo Matos - colaborador.
                        

4 comentários:

  1. Graças a Deus que chegamos ao fim deste trimestre, apesar dos equívocos, nossos professores conseguiram fazer do limão uma limonada, e com isso trouxeram edificação para os alunos da EBD. Que Deus continue abençoando o redator deste blog e os seus colaboradores, que de uma maneira sábia trouxeram esclarecimentos sem causar polemicas.Irmão Evaldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da metáfora da limonada, e alguns professore(a) mandaram com bastante assucar, ficou muito doce, outros exageraram no limão, pois ficou muito azeda, rsrsrs essa foi boa.
      Ainda bem que os colaboradores me ajudaram.
      Paz irmão
      e conto contigo no próximo trimestre.

      Excluir
  2. Paz Marcus André,Gostaria que explicasse "Reprodução da Neurose".Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reprodução da Neurose de acordo com a lição seria a pessoa reproduzir na própria família os problemas de ordem psicológica que vivenciou na casa dos pais.

      Espero ter ajudado.

      Paz.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.