quarta-feira, 24 de setembro de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 13 - Revista da Editora Betel


AULA EM 28 DE SETEMBRO DE 2014 – LIÇÃO 13
(Revista: EDITORA BETEL)

Jesus, o Modelo Inigualável de Liderança

Texto Áureo: Deuteronômio 31.7
 _________________________________________
 INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição não se esquece de sempre apresentar a prática. Ou seja, como os alunos aplicarão esses ensinamentos na vida ministerial.
- “um Messias com qualidades jamais vistas”, infelizmente eles esperavam um chefe de estado com exército e bandeiras, mas não foi assim que aconteceu.
- “Jesus Cristo é o homem perfeito”, quando se afirma que Jesus é 100% homem, pode se entender também como perfeição. Gozava de perfeita saúde por confiar em Deus, livre de vícios e em comunhão com Deus e com os homens, perfeito em tudo.
- “que não deseje ser como Jesus”, até mesmo entre os líderes ímpios o Senhor Jesus é admirado. Só mesmo um Deus poderia vir em uma família humilde de uma região pobre e mudar para sempre a história da humanidade, o homem que nunca pegou em uma arma e até hoje homens de todas as partes dão a vida por ele.
_______________________________________________
1. Liderança delegada
- “delegadas pelo Pai”, o poder delegado é quando alguém representa a autoridade que delegou, no caso Jesus representava Deus. Nós recebemos a liderança delegada por Jesus, por isso somos Seus representantes.
- “Ele havia sido apresentado”, isso ocorreu através das profecias escritas na Palavra.
- “àqueles cidadãos judeus observarem e conferir.”, eles deveriam telo reconhecido pela forma como a Bíblia apresentava a Cristo, mas eles preferiram dar as Escrituras a suas próprias interpretações.

1.1.  Ele foi apresentado como servo
- “a ideia de um líder servo não seja agradável”, atualmente nas empresas se transmite a ideologia de uma liderança aliada à chefia. A ideia é constituir chefes que sejam também líderes, porém em um determinado momento quando a persuasão do líder falhar então o chefe aparece e ordena.
- “liderança servidora”, é a liderança onde o líder se dá em prol do grupo, ajudando os liderados e fortalecendo a equipe. Assim os liderados o seguem pela convicção e consciência.

1.2. Escolhido para o prazer de Deus
- “para o deleite de Deus”, todo pai se agrada com um filho que lhe obedece e valoriza a família.
- “Os evangelistas fizeram questão”, se refere aos autores dos evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João.
- “não havia diferença entre servo e filho”, quer dizer que tanto o servo como o filho deviam se submeter ao pai. Na verdade essa ideia nunca caiu por terra, porém atualmente muitos filhos não se submetem a seus pais.

1.3. Ele foi habilitado para servir
- “recebe uma graça adicional”, essa graça são os dons espirituais. Para um líder são necessários os dons ministeriais que são pra liderança, são dons de apóstolo, pastor, evangelista, etc.
- “liderar na autoridade”, é liderar pela delegação da autoridade divina, tomando as decisões pela orientação divina.
- “até mesmo Jesus atuou...pelo Espírito Santo”, Jesus deixou a sua majestade e se fez homem Filipenses 2.6-8 dessa forma Ele trabalhou pela orientação do Espírito Santo, recebia revelação e era conduzido pelo Espírito como foi o caso da tentação em Mateus 4.
- “contrasta em muito com...muitas lideranças”, alguns lideres usam o ministério para se autopromoverem, buscam na verdade status e a fama.

2.   Liderança servidora
- ...

 2.1. Ele promulgará o direito
- “Dos versículos 5 ao 7”, são versos do cap 42 de Isaias no texto de referência.
- “e não resistindo desanimam”, muitos crentes permanecem firmes enquanto tiverem esperança na vitória. Aqueles que desanimam o fazem pela falta de esperança.
- “esses pavios fumegantes”, são os pavios desgastados que produzem fumaça em excesso, seriam os que estão se enfraquecendo na caminhada.
- “para animar e fortalecer mutuamente”, o líder deve trabalhar para fortalecer os liderados e deles levantar novos líderes.

2.2. Servirá com suavidade
- “aumentam a compreensão e trazem um poderoso efeito”, muitos crentes acreditam que anunciar o Reino de Deus só é possível pela pregação eloquente nos cultos lotados, mas a Palavra de Deus pode ser transmitida de muitas formas, uma delas é com explicação simples de maneira individual, como Felipe fez ao eunuco etíope Atos 8.35
- “pavios de linho cru”, semelhante ao pavio de barbante das velas. O pavio umedecido pelo óleo ardia com fogo produzindo a chama e assim a luz.
- “ferramentas que amolem outras ferramentas”, Jesus tinha essa função, pois afirma que Ele não apagará esse pavio envelhecido.

2.3.  Servirá sem agressões
- “repleto de compaixão”, o que mais chama atenção na obra restauradora de Jesus é seu aspecto misericordioso.
- “reconciliação plena com Deus”, o ministério da reconciliação afirma que o homem estava destituído da glória de Deus Rm 3.23, mas sabemos que o ser humano pode agora ser reconciliado com o Criador.
- “características daquele que é seu modelo”, quando o líder segue o modelo de Cristo ele começa a apresentar as mesmas características de Jesus, algumas atitudes serão bem semelhantes.
______________________________________
3. Liderança recompensada
- “A recompensa...está na realização do próprio trabalho”, os líderes fieis se alegram em trabalhar para Cristo. Ficam animados ao verem as almas sendo libertas.

3.1. Mediador da aliança
- “envolve salvação e nova vida”, numa aliança as partes se comprometem num oferta mútua de algo em comum. No caso de países eles oferecem proteção bélica e econômica. No caso da Igreja e Cristo eles oferecem vida, ou seja, assim como Jesus doou a Sua vida, os crentes doam suas vidas a Cristo.
- “Anunciar quem é Cristo, o que fez”, anunciar quem é Cristo é apresentar ele como filho de Deus, e falar do que Ele fez é apresentar a obra na cruz.
- “Ele diz que somos “pedras vivas””, o versículo a que se refere é esse:
“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” 1 Pedro 2:5 Pedro está se referindo a uma construção onde nós seríamos os tijolos (naquela época se usava pedras).
- “não precisamos imitar nada”, pela badalação que o povo faz por alguns irmãos, tem-se a impressão que as funções mais importantes são a ministração da Palavra e o louvor, mas numa igreja existem muitas tarefas igualmente importantes. Muitos jovens hoje sonham em ser grandes pregadores, como se isso fosse a melhor e mais importante tarefa de todas no Reino.

3.2.  Luz para os que jazem em trevas
- “que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo”, aqui Paulo apresenta uma situação comum a todos os crentes de todas as épocas, até mesmo para aqueles nascidos em berço evangélico, pois todos estiveram no erro em algum momento.
- “vivermos estagnados”, estagnado significa parado. Jesus não nos chamou para sermos salvos e não fazermos mais nada, pelo contrário, é preciso anunciar a mensagem para aqueles que estão precisando ouvi-la.
- “nas alegrias que trouxemos a vida de outras pessoas”, aí sim estaremos fazendo a obra de Jesus, foi isso que Ele nos ensinou. Os líderes não devem jamais se esquecer dessa obra de Cristo, o verdadeiro líder.
- “Líderes existem para apontar o caminho”, e também um bom líder anima outros a trilhar o caminho.

3.3. A glória exclusiva
- “que plantaram para colher na eternidade”, se refere ao servir a Jesus aqui para alcançar a vida eterna.
- “e para isso vim ao mundo”, são palavras de Cristo, é o líder Jesus ensinando que o mais gratificante é cumprir a missão que o Senhor nos confiou.

CONCLUSÃO
- “um enigma para muitas pessoas”, isso ocorre devido ao fato de as pessoas não conseguirem compreender Sua mensagem. Tentam ver somente o Jesus histórico, mas acabam se deparado com o Cristo e então tudo muda.
- “contracultura”, é o modo de vida diferenciado da cultura comum.
- “regrado”, sujeito a regras, que está debaixo de regras.
- “apenas seguir seu exemplo de vida”, o líder que aprende a imitar o modelo de Jesus consegue desenvolver uma liderança eficaz. Será seguido e comandará na mansidão e humildade semelhante a de Cristo.
- Faça o resumo e apresente à classe.

Boa aula!

Marcos André – editor
Gustavo Matos – colaborador

Luiz Evaldo Barbosa - colaborador

3 comentários:

  1. Quero parabenizar você por este blog, sempre estou por aqui pesquisando. Convido a você a nos visitar e se possível nos seguir. Deus te abençoe. Marcelo Pessoa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz irmão Marcelo, obrigado por visitar nosso espaço e por comentar aqui. Mas você não deixou o endereço do teu site, tudo bem eu vou pesquisar e encontrando eu seguirei lá. Paz.

      Excluir
  2. A paz do Senhor, que Deus continui te abençoando e lhe dando a cada dia mais sabedoria e discernimento dentro de sua palavra.Deus lhe abençoe.

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.