INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 3 - Revista da Editora Betel


AULA EM 19 DE OUTUBRO DE 2014 – LIÇÃO 3
(Revista: EDITORA BETEL)

O MILAGRE DO MANÁ O SUPRIMENTO DIVINO

Texto Áureo: João 6.32
 _________________________________________
 INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição
- “ponto de vista humano", seria analisá-lo de modo racional. Deve-se lembrar que a provisão do maná durou os quarenta anos em que o povo esteve no deserto e só terminou no dia em que eles entraram na terra prometida.
- "residem verdades análogas", análogo é aquilo que pode ser comparado pela semelhança, quer dizer que nesse milagres existe verdades semelhante às lições preciosas que serão apresentadas na aula.
_______________________________________________
1. A GRANDEZA DO SUPRIMENTO DIVINO
- “necessidade de comida e água", o povo estava em torno de 2 milhões de pessoas. Todo esse pessoal atravessando o deserto a fome e a sede seria sempre um problema.

1.1.  O significado do maná uma figura de Cristo  
- “pelo fato de eles não conhecerem", foi a primeira pergunta que eles fizeram uns aos outros ao verem aquele alimento como um algodão ou como pão espalhado pela superfície do deserto.
- "quando caminhavam pelo deserto", o maná aparecia todas as manhãs, menos no sábado.
- "era inexplicável", o ministério da piedade se refere ao fato de Deus ter enviado Seu único filho para morrer pela humanidade pecadora. Não se entende isso de forma natural, somente pela espiritual.

1.2. A continuidade do milagre
- “possivelmente 2 milhões de pessoas", segundo Êxodo 12.37-38, teria sido 600 mil, só de homens, mas se acrescentarmos, mulheres, crianças, estrangeiros e enfermos esse número fica entre dois milhões e dois milhões e meio.
- "rico em nutrientes", se refere à qualidade do maná, que possivelmente teria todos os nutrientes necessários ao corpo humano.
- "exceto no sétimo dia", no sábado eles não poderia se deslocar para pegá-lo no campo, por isso na sexta-feira aparecia uma quantidade dobrada para dois dias.
"Vede, porquanto o Senhor vos deu o sábado, portanto ele no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique no seu lugar, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia." Êxodo 16:29
1.3. A quantidade do milagre 
- “não tentaremos explicá-lo", existem algumas linhas teológicas que buscam explicação para os eventos maravilhosos do Antigo Testamento. Tentam explicar como o mar se abriu e como a muralha de Jericó caiu.
- "um ômer possuía 1,76 litros", provavelmente essas medidas se faziam com jarros padrões do Egito e Moisés era um grande conhecedor dessa ciência.
- "se esse número for multiplicado por quatro", considerando que a quantidade de mulheres seri um pouco acima da de homens e a de crianças acima de dois por casal, então para se chegar ao número aproximado a multiplicação por quatro seria melhor fórmula.

- "talvez até mais", é possível se considerarmos que a família judaica sempre tinha muitos filhos.
- Jesus é a nossa provisão enquanto caminhamos no deserto (mundo) Cristo é o nosso sustento o pão vivo que desceu do céu. 

2.   A INSTRUÇÃO PELO SUPRIMENTO DIVINO

2.1. Qualidade do maná
- “eles não tinham essa variação", se o maná representa Jesus então é correto que não houvesse variação de alimento, pois o nosso alimento é Cristo e não precisamos variar, pois Jesus é suficiente para nossa salvação.
- "durante quarenta anos", esses 40 anos representa o período de nossa caminhada nessa terra, como se esse mundo fosse para nós um imenso deserto. E até o dia de entrarmos na nossa terra prometida poderemos nos alimentar desse pão diário. 
- Se alimentar de Jesus é adquirir conhecimento Dele, é ter intimidade com Ele, é viver com Ele, assim estaremos saciados do pão vivo que desceu do céu.

2.2. Disciplina espiritual
- "desintoxicação espiritual", existem tratamentos alimentares que recebem o nome de desintoxicação alimentar, onde a pessoa se alimenta apenas de produtos naturais, para limpar o organismo das toxinas dos alimentos industrializados. Às vezes estamos tão intoxicados com as coisas do mundo que precisamos de Cristo como nosso maná, para nos desintoxicar.
- "era necessário o povo apanhá-lo", professor(a), chame a atenção para o fato de ter um esforço também do povo, Deus providenciava o maná, mas quem quisesse comer teria que sair cedinho de casa para colher no deserto. Há pessoas que querem se aprofundar nas coisas de Deus, na palavra e na fé, mas não querem se esforçar em nada.
- "representava um relacionamento", um relacionamento é caracterizado por dar e receber, pela interação com outro, assim o maná propunha um relacionamento com o Senhor. Para caminharmos no deserto (mundo) precisamos ter um relacionamento com Cristo.
- "Guardar era permitir que se estragasse", era proibido ao povo guardar o maná para o dia seguinte, caso fizesse ele daria bicho, pois guardar o maná demonstrava falta de confiança de que Deus o daria no dia seguinte. O único dia que era permitido guardar era na sexta, porque eles não poderiam colhê-lo no sábado.

2.3. É necessário curvar-se
- "para cada dia Deus tem um novo alimento", no Evangelho os servos de Cristo não devem ficar acomodados, Deus não quer que estejamos ociosos, era necessário os filhos de Israel estarem dependentes de Deus todos os dias.
- "fome espiritual não satisfeita", precisamos sentir o poder de Deus todos os dias, estar com Ele em oração e na Palavra diariamente, um dia que ficamos sem essa provisão já sentimos falta na nossa alma.
- "vivem com substitutos", conseguem algo para substituir o maná, algo que aparentemente os preenche.
- "não se curvam", ninguém pode se alimentar de Jesus se não se submeter a Ele, se não declarar ser seu servo.

3. CRISTO, O ALIMENTO DIVINO
- "a vida é a nova relação com Deus", se refere à vida espiritual, não pode haver vida espiritual sem o alimento providenciado por Deus, Jesus.

3.1. Cristo, o maná que dá a vida
- "para Cristo o preço foi de sangue", isso porque Jesus ia pagar a dívida do homem com Deus, e a dívida era de pecado e salário do pecado é a morte, o que significa que o pagamento é com sangue.
- "caminha sobre Cristo", pisam sobre Jesus, ignorando sua proposta de salvação.
- "ainda anseiam pela alimentação carnal", o povo que atravessou o deserto tinha saudades do Egito, eles saíram do Egito, mas o Egito não saiu deles, assim alguns crentes ainda não tiraram o mundo de dentro de si, estão experimentando o maná ansiando pelas coisas do mundo.

3.2. A satisfação eterna do verdadeiro maná
- "fome que o espírito humano tem", esse é o espírito que foi soprado por Deus nas narinas do homem lá no Éden, e por isso o ser humano tem fome de Deus, todo aquele que não segue a Deus sente um vazio que tenta disfarçar.
- "abandonando tudo o mais", não se pode encher um copo que já está cheio, essa é uma máxima bem real, se alguém está cheio do mundo, não se encherá de Cristo, por isso é necessário deixar tudo, ainda que o processo seja lento, deve ser contínuo. Abandonar tudo é se esvaziar do mundo para se encher de Cristo.
- "dar as bênçãos da terra", se refere à prosperidade, segurança e satisfação pessoal. São bênçãos que se o povo de Deus souber usar ajudará muito na caminhada.

3.3. Jesus, o maná essencial para a vida
- "insaciáveis do coração e da alma", esses são os desejos do coração corrompido pelo pecado, por isso é um coração enganoso e seus desejos são pecaminosos. Mas Jesus nos enche com Sua graça e afasta de nós esses desejos.
- "situa-nos em uma nova e bonita relação com Deus", nos coloca na posição para se relacionar com Deus, é posição de servo e Cristo como Senhor de nossa vida.
- "curvar-se para pegá-lo", é posição do servo, só recebe Jesus quem se curva diante Dele, e certamente não se encurvará para mais nada.

CONCLUSÃO
- "coração humano se harmoniza", harmonia é acordo, é estar conforme, é estar de bem. Quer dizer que o coração passa estar em harmonia com a vida.
- "deixa de ser uma mera existência", mera existência é um existência qualquer, sem propósito, sem futuro.
- Faça seu resumo.

Paz.

Boa aula.

Marcos André - Professor
José Evaldo Barbosa - Colaborador





6 comentários:

  1. Maravilhoso estudo que Deus te abençoe amado do Senhor.

    ResponderExcluir
  2. Sempre busco estudos na internet eo seu me ajuda muito .
    Irmão kelvin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, que bom que os amados em Cristo estão aprendendo com o nosso espaço, Paz de Cristo.

      Excluir
  3. MUI GRATO PELA IMPORTANTE AJUDA QUE O REFRIGÉRIO DO SANTO ESPÍRITO ESTEJA CONTIGO


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glórias a Deus que nos dá a vitória em Cristo. Paz

      Excluir
  4. Parabéns professor. Comentários muito edificantes. Que o Poderoso Senhor da eternidade te abençoe cada vez mais e mais em Cristo. Agradeceria muito se o Senhor pudesse enviar-me estudos teológicos. Luiz octávio. - E-mail- Souza-octavio@ig.com.br. Muito obrigado.

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.