INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 12 - Revista da CPAD



AULA EM 21 DE DEZEMBRO DE 2014 – LIÇÃO 12
(Revista: CPAD)

Tema: Um Tipo do Futuro Anticristo

Texto Áureo: 2 Tessalonicense 2.3
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição ensine o quanto a Palavra de Deus é exata e perfeita, dê destaque especial ao cumprimento das profecias de Daniel. Aproveite também para ensinar sobre o caráter e as ações do Anticristo.
- “no período interbíblico”, esse é o período que vai do ultimo profeta do Antigo Testamento ao advento de Cristo, um total de 400 anos.
- “prefigura o Anticristo”, o mal que Antíoco fez em Israel se assemelha ao que o Anticristo fará.
__________________________________________
1. PREDIÇÕES PROFÉTICAS CUMPRIDAS COM EXATIDÃO (11.2-20)
- “período interbíblico”, esse período recebe esse nome por estar entre as bíblias do Antigo Testamento e o Novo. Nesse período o Senhor não enviou nenhum profeta até Jesus.

1. A revelação sobre o fim do Império Medo-Persa (11.2).
- “Dario, o medo”, foi o rei que assumiu o trono em Babilônia no lugar de Belsazar.
- “desmoronamento do reino de Alexandre”, se refere a morte do general Alexandre e a partilha do império entre seus generais.
- “seria partido aos quatro ventos do céu”, o reino foi dividido entre os quatro generais de Alexandre.

2. Um rei valente (11.3).
- “que seria levantado era Alexandre Magno”, a classificação de valente se deve ao fato de o general Alexandre ter se destacado pela sua habilidade em liderança no combate.
- “reinos gentílicos”, são os reinos estrangeiros, em especial os que eram generais de Alexandre.

3. A divisão do reino entre quatro generais (11.4-20).
- “Alexandre morreu na Babilônia”, ele morreu após vários dias de febre, é possível que tenha contraído malária, febre tifoide ou envenenamento.
- “porque falam do Império Grego”, o livro de Daniel foi escrito quase 400 anos antes desses acontecimentos, não tem como duvidar da mão de Deus no destino das nações e na confecção da Bíblia.
- “um tipo do Anticristo”, assim como Moisés é um tipo de Cristo, pela sua obra de libertação do povo, também esse Antíoco é um tipo do Anticristo pela sua obra semelhante a daquele.
_____________________________________________
2. O CARÁTER PERVERSO DE ANTÍOCO EPIFÂNIO (11.21-35)

1.  Antíoco Epifânio foi um rei perverso e bestial.
- “o que é uma contradição”, dessa forma seu nome significaria “adversário ilustre”, o que arremete ao Anticristo, pois ele se mostrará uma pessoa ilustre e querida, mas depois se revelará um adversário do povo de Deus.
- “fingindo amizade e aliança, entrou no Egito”, confirma a tipologia, pois assim agirá o Anticristo, ele se aproximará das nações fingindo ser aliado e as dominará.

2.  Antíoco Epifânio invadiu Jerusalém (11.28).
- “investir contra a Terra Santa”, a Terra Santa compreende toda a região da Palestina, Antioco não odeia a Terra Santa, ele odeia o povo de Deus, assim como o Anticristo odiará.
- “profanação do Templo”, o ato de profanar um lugar religioso é fazer algo imundo sobre ele. A história conta que Antioco mandou sacrificar uma porca e com os excrementos retirados do animal ele mandou sujar as paredes do Templo.
- “Houve resistência da parte de judeus fieis”, a partir desse ato de Antíoco começou um sentimento de revolta que mais tarde culminou com a revolta dos Macabeus.
- “ordenou o sacrifício de porcos sobre o altar sagrado”, o porco é um animal considerado imundo pela Lei de Moisés, por isso essa atitude profanava o altar do Templo e o tornava imundo para sacrifícios a Deus.

3.  Antíoco Epifânio era cruel (vv.31-35).
- “regulamentações contra a circuncisão”, a circuncisão é a marca do povo de Deus feito em todo judeu homem ao oitavo dia de idade,  a ideia de Antíoco Epifânio era mudar a cultura da região da Palestina, ele queria implantar a cultura grega e por isso ele impunha essas leis.
- “outras práticas dietéticas”, é aquilo que se refere à dieta alimentar do povo, pois o povo não poderia comer alimento impuro.
- “um altar a Zeus”, Zeus é a divindade máxima da mitologia grega. Ele queria passar a mensagem de que Zeus é maior do que Deus.
________________________________________
3.  ANTÍOCO EPIFÂNIO, TIPO DO ANTICRISTO
1. O “ homem vil” que chega ao poder.
- “vil”, é aquilo que não tem valor.
- “segundo a sua própria vontade”, demonstra a insubordinação desse ser que não seguirá a nenhuma autoridade.
- “se opõe contra tudo que se chama Deus”, o Anticristo se levantará na Grande Tribulação contra os judeus e os crentes que não tiverem subido no arrebatamento.

2. O futuro governante mundial no “tempo do fim”.
- “a grande batalha do Armagedom”, as forças da coligação das nações que se unirão contra Israel estarão lideradas sob o domínio do Anticristo.
- “na Segunda Vinda de Cristo”, a Segunda Vinda de Jesus ocorrerá em duas fases, na primeira, Jesus arrebatará a Sua Igreja como um ladrão Ele chegará de surpresa e na segunda, ele virá em defesa do povo de Israel.
- “a grande batalha do Armagedom”, será a batalha entre as forças do Anticristo e as forças do Senhor Jesus na sua segunda vinda, a palavra "Armagedom" em hebraico Har Megiddo, que significa Monte Megido. É um monte situado no vale de Jezreel, conhecido como planície de Esdraelom (nome grego), ou ainda planície ou vale de Megido, por causa da cidade de Megido que fica a oeste da planície.

3. Precisão profética.
- “provocará o grande conflito com Israel”, conflito que terminará no vale de Megido, será a famosa batalha do Armagedom.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “sem que primeiro venha a apostasia”, essa passagem revela que antes do advento do Anticristo virá a apostasia na qual muitos serão enganados.
- “a Igreja do Senhor não estará mais na Terra”, é a crença da escola pré-milenista que acredita que o arrebatamento ocorrerá antes da Grande Tribulação.

Marcos André – professor

Boa Aula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.