INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 6 - Revista da Editora Betel

INCOMPLETO


AULA EM 08 DE FEVEREIRO DE 2015 – LIÇÃO 6
(Revista: EDITORA BETEL)

O Caminho da Fidelidade Conjugal
Texto Áureo: Efésios 5.33
 _________________________________________
 INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição faça uma aula prática, tente mostrar exemplos e usar ilustrações de situações que podem ocorrer no dia a dia.
- "cultura do descartável", se refere à ideologia mundana atual de que tudo deve ser rápido e descartável, desde um simples lanche até relacionamentos.
- "superficialidade", é algo que não tem profundidade, ou que não se aprofunda. Quando se refere à casamentos, quer dizer que os conjugues não se aprofundam na relação.
- "decisão movida pelo amor", não se deve ser fiel somente porque Deus manda que seja, além disso a fidelidade ao conjugue deve ser movida pelo amor que sentimos a ele. 
- "antecedência", a decisão de ser fiel deve ser tomada antes que o adultério aconteça, porque depois da traição ocorrer pode ser tarde demais pra ter fidelidade.
_______________________________________________
1. O compromisso de fidelidade no casamento
- enfraquece a aliança", não significa que acabará com a aliança, mas ela ficará fraca e se romperá com facilidade. Algumas alianças já se acabam tão logo a infidelidade seja descoberta.

1.2.  Amor e mutualidade entre homem e mulher
- “deve haver mutualidade", a mutualidade fala de coisas que ocorrem ao mesmo tempo. Quer dizer que o homem e a mulher devem se amar mutuamente.
- "realidade partilhada", quer dizer dividida, o casal vive uma vida dos dois.
- "compreensão das semelhanças e diferenças", quando os conjugues entendem que são pessoas diferentes e com semelhanças entre si, eles alcançam a maturidade no casamento e tendem a vencer as lutas com mais facilidade.
- "em uma missão conjunta", o que mais o homem gosta é de ser respeitado e é isso que o Senhor manda nessa passagem, e o que a mulher mais quer é ser amada, e isso é a ordem para o homem.

1.2 Fidelidade dos cônjuges
- "as paixões da carne", se refere aos desejos carnais do ser humano, que se não forem reprimidos se tornam incontroláveis na pessoa.
- "fecha os olhos, tampa os ouvidos, evita lugares", é muito difícil reprimir os desejos carnais, por isso a melhor coisa é se afastar de situações onde a carne é tentada. Evitar conversas torpes com amigo(a)s no trabalho, excluir certos contatos da rede social, etc.
- "cuidado todos os dias pela Palavra", o trabalho de cuidar de uma relação conjugal é diário e a Palavra de Deus é a água que mantém esse jardim, não pode faltar.
- "prática do amor sacrificial", é o amor que se doa pelo próximo, é o amor de Cristo, esse é o amor que deve ser praticado pelo homem como uma ordenança, e por ambos com o coração.
- "Somente o temor do Senhor", os conjugues devem estar na presença de Deus para poderem resistir às propostas. Geralmente quando alguém cai em adultério é porque a presença de Deus não está com ele a algum tempo.

1.3 As necessidades sexuais de cada um
- "fala sem reservas", sem esconder nada.
- "considerada legalmente", considerada por lei.
- "muito a frente do seu tempo", espiritualmente os ensinamentos da Palavra servem para todas as épocas, especialmente para os dias atuais.
- "têm o direito a relações sexuais mútuas", ninguém deve fazer nada forçado, mas se houver privação desse direito de ambos, o inimigo poderá se aproveitar para lançar seus ataques.
__________________________________________
2.  Os desafios da fidelidade
- "os jogos pelo poder", se refere às disputas entre os conjugues, muitos casais vivem em clima de competição dentro da casa.

2.1. O amor incondicional do esposo
- “para que saiba a maneira correta de agir", dentro do próprio texto Paulo nos afirma a maior característica desse amor de Cristo pela Igreja, que deve ser também evidenciada nos maridos:
"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela," Efésios 5:25
A parte sublinhada identifica a atitude de Cristo que os maridos devem seguir como exemplo.

- "sem vantagens, sem benefícios", nenhum dos conjugues deve esperar recompensas por amar o outro. A maior recompensa será o amor retribuído, ainda que isso não ocorro de imediato, mas .

2.2 Submissão da mulher
- "esvaziar o sentido das palavras", fazer desaparecer a profundidade do significado das palavras, fazendo com que elas transmitam coisas simples, quando na verdade elas anunciam verdades mais amplas.
- "Submissão não é inferioridade", essa ideia impera nos movimentos feministas, onde se afirma que a ideia de submissão da esposa é machista. Dessa forma as feministas passaram a ideia de rejeição à submissão da esposa.
- "coabitar com as mulheres com honra", a palavra coabitar atualmente significa "morar junto", mas quando esses textos foram escritos o termo coabitar também significava "ter relação sexual", e o interessante é que para o versículo de 1 Pedro 3.7 os dois significados cabem muito bem.
- "pena de suas orações serem impedidas", parece se referir a um impedimento no campo espiritual, mas na verdade esse impedimento começa é na mente, pois dentro de uma casa onde há contenda entre os conjugues.

2.3 Promiscuidade e pornografia
- "enxurrada de informações do cotidiano", existe uma gama de conhecimento chegando à nós diariamente, e junto com ela vem as tentações de Satanás, através da mídia, dos conselhos e das sugestões malignas.
- "acesso fácil e rápido a pornografia", a pornografia está difundida gratuitamente na internet e TV. Mas a pessoa nunca vai direto a ela, antes a pessoa passa pelo sensualismo e esse vem através dos programas de TV e propagandas, às vezes de forma bem sutil, minando a espiritualidades dos crentes.
- "também polui a nossa mente", o grande exemplo disso é a internet que pode ser uma benção para nós, mas pode também ser a ferramente de derrota para os desapercebidos.
- "cuidadosamente e com integridade", o grande desafio da santificação é viver no meio da imundícia sem se contaminar.
- "podendo inclusive nos levar a concretizar o pecado", significa tornar o pecado evidente, consumar o ato. Pros dias de hoje devemos guardar a palavra de Jesus em Mt 5.28, onde somos alertados que o simples olhar cobiçoso já é adultério. Às vezes o pecado vem na mente, mas se não o repreendermos ele se concretiza em ações.
_______________________________________
3. Os benefícios da fidelidade

3.1 Segurança no casamento
- "segurança e estabilidade para o casamento", essa segurança é importantíssima para se fazer a obra de Deus. Quando não há estabilidade dentro do lar, o obreiro não consegue desenvolver seu ministério e trabalhar com dedicação para o Senhor.
- "A fidelidade proporciona segurança", a fidelidade ao conjugue é melhor praticada longe da presença dele, e dessa forma só nota fidelidade é o Senhor, por isso a nossa segurança vem primeiro no campo espiritual.
- "não foram preparadas para suportar", por isso a infidelidade conjugal é a única situação que Cristo tolera o divórcio. Mt 19.9
- "efeitos sobre toda a família", existem muitos efeitos que podem cair sobre a família, como brigas dentro de casa, separação, doenças advindas do adultério, traumas e etc.



INCOMPLETO

Boa aula!

Marcos André – editor
José Evaldo Barbosa - Colaborador

3 comentários:

  1. PASTOR como tirar da mente a opressao e a idolatria sexual depois que ela si torna tao forte na nossa vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é uma situação muito difícil caríssima Ana Carla, mas assim como uma pessoa totalmente entoxicada, seja de bebidas de cigarro ou de entorpecente, consegue se libertar, assim também é possível que uma pessoa que está arraigada nessa pratica horrível, também venha encontrar a plena libertação pelo sangue de Jesus e pela lavagem da palavra de Deus. Talvez nosso professor Marcos André tenha uma resposta mais contundente. Mas não tem formula magica, é só nos pés de Jesus que entramos refrigério para nossa alma. Fique em paz. Irmão Evaldo em São Paulo-SP

      Excluir
    2. A paz irmãos, acho que para haver essa libertação que o irmão Eval está falando devemos nos encher das coisas de Deus, se dedicar a obra e estar envolvidos com os trabalhos, seja leitura, oração, consagração, jejum, evangelismo, cultos, etc. Quando fazemos isso, estamos nos enchendo de Deus e não se pode encher um copo que já está cheio. Se estivermos cheios de Deus não haverá espaço para o mundo em nossa mente. Irmã Ana se você conhece alguém nessa situação, aconselho que se encha de Deus comece com a oração e a palavra até se envolver complatamente na obra.
      Espero poder ter ajudado.

      Paz.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.