INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

quarta-feira, 11 de março de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 11 - Revista da CPAD


AULA EM 15 DE MARÇO DE 2015 – LIÇÃO 11
(Revista: CPAD)

Tema: Não Darás Falso Testemunho

Texto Áureo: Êxodo 23.1
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição passe para os alunos que esse é um pecado muito sutil, se a pessoa não vigiar acaba mentindo sem sentir.
- “também ao relacionamento diário”, se refere também às mentiras que parecem pequenas e sem importância.
- “para os que agem, ainda que inconscientemente”, se refere aos que praticam pequenas mentiras achando que isso não se encaixa ao nono mandamento.
- “são menos graves que os demais pecados”, na verdade não há diferença entre pecados, a única distinção está nas consequências físicas, tanto o pecado de adultério, quanto da mentira geram a morte espiritual, mas no mundo físico eles provocam reações diferentes, por exemplo: a mentira pode gerar a perda de uma amizade, e o adultério pode gerar a perda de uma família, transmissão de uma DST, filho fora do casamento, etc. No campo espiritual não há diferença entre pecados, mas no campo físico há.
__________________________________________
1. O NONO MANDAMENTO

1. Abrangência.
- “implicações vinculadas às atividades da vida diária”, de acordo com as referências bíblicas colocadas aqui, entendemos que essas implicações se referem ao cuidado com as pessoas, pois cada um deve cuidar para seu próximo não sofra dano algum e nem por nenhuma mentira da nossa parte.
- “e do homem para com o próximo”, quer dizer que a mentira tem o poder de destruir alianças e romper com amizades.

2. Objetivo.
- “e da boa reputação no campo social”, essa reputação é a imagem que a sociedade tem de nós, e a mentira mancha essa imagem, ninguém confia em quem tem o hábito de mentir.
- “e a fraternidade entre os seres humanos”, fraternidade é a associação de pessoas que praticam o amor de irmão, se entende também pela ação de praticar o amor fraternal, ou seja, o amor de irmão. Deus espera isso de Sua Igreja. Professor(a) seja incisivo com a classe e afirme: “Se alguém está de mal ou não vai com a cara de outro irmão na igreja, esse tal está fora da visão de Deus.”

3. Contexto.
- “Septuaginta”, essa foi a tradução da Bíblia do Hebraico para o Grego, foi a primeira Bíblia a reuni a Torah, os livros históricos, os cânticos poéticos e os profetas em um único livro. Foi escrita no período inter bíblico.
- “Vulgata Latina”, é a versão da Bíblia em Latim, escrita em meados do século IV por São Jerônimo, a pedido do Papa Dâmaso I. É a principal versão adotada pela igreja Católica. Foi acrescida mais tarde de alguns livros chamados de apócrifos.
- “versões rabínicas”, são versões dos rabinos para os textos das Escrituras, essas versões possuem poucas diferenças, mas não interfere no entendimento da Palavra.
- “Os juízes representavam o Deus de Israel”, Deus sempre prezou pelo respeito às autoridades, por isso é salutar e bíblico que respeitemos todas as autoridades como se respeitássemos o Senhor. Rm 13.1
__________________________________________
2. O PROCESSO

1. Responder em juízo.
- “aspecto legal”, reflete o aspecto de lei usada nos tribunais, desde aquela época.
- “conhecido pelos termos usados”, um dos termos usados é este “testemunho”, que aponta para o depoimento de uma pessoa em juízo. Dá a impressão de que o mandamento se refere ao ato de falar diante de autoridades.
- “resposta, aqui, diz respeito aos interrogatórios na corte”, entendemos então que o mandamento se refere ao pronunciamento diante das autoridades. Porém isso não impede a sua aplicação diante de todos, na vida cotidiana.
- “característica forense”, característica do meio jurídico.

2. Falso testemunho.
- ...

3. O próximo.
- “Jesus a aplicou a todas as pessoas”, Jesus estava preparando uma mensagem para o mundo inteiro, por isso fez esse e outros mandamentos serem compatíveis com todas as raças e etnias.
- “nosso próximo é qualquer pessoa”, basta que esteja próximo de nós ou em contato conosco.
_____________________________________________
3. A VERDADE

1. Antigo Testamento.
- “É também um atributo divino”, são características que são atribuídas a Deus, e a verdade é um deles.
- “verdade absoluta”, uma verdade que não depende de nada para ser caracterizada, é diferente de uma verdade relativa que depende de algum ponto de vista ou contexto para ser caracterizada como verdade.
- “a ética é a imitação de Deus”, a ética é a observação as atitudes de respeito ao próximo e aos grupos sociais, são normas não arregimentadas em nenhuma lei, mas está no consciente popular, como respeitar uma fila ou não gritar em uma ala hospitalar. O praticar a verdade é mais um desses códigos de ética.  

2.  Novo Testamento.
- “O termo vem do verbo grego”, lembrando que o Novo Testamento foi escrito em grego, menos o livro de Mateus e o Antigo Testamento foi escrito em hebraico, por isso as palavras nesse tópico tem origem no grego.
- “alinha com as Escrituras hebraicas”, são os escritos do Antigo Testamento, está dizendo que o termo do Novo Testamento está de acordo com o do Antigo.

3. O que é a verdade?
- “não esperou pela resposta”, o texto não relata que houve uma resposta, é provável que devido a urgência daquele momento ele não pudesse continuar a conversa e parou no momento mais interessante.
- “Talvez Pilatos estivesse destoado do contexto”, seria Pilatos sair do contexto do assunto que era a respeito do Reino de Cristo e no momento ele pensou outra coisa dentro de sua própria concepção da verdade.
________________________________________

4.  O CUIDADO COM A MENTIRA
- Se refere ao cuidado que devemos ter para não sermos enganados pelas palavras mentirosas.
1. As testemunhas.
- “Era a garantia de um julgamento justo”, se fosse aceito uma única testemunha, muitas pessoas levariam desafetos a juízo com acusações falsas.
- “pois as testemunhas eram falsas”, foram compradas por Jezabel para acusarem o homem fiel a lei da herança.
- “quem se dispusesse a testemunhar falsamente”, até hoje a análise dos fatos deve ser feita de forma minuciosa, se há acusação contra alguém do ministério, ou entre irmãos da igreja, não se deve emitir parecer sem antes ouvir as partes e as testemunhas. Isso pode acarretar, inclusive, processo judicial.

2. Os danos.
- “pode destruir a reputação”, como dissemos, a reputação é a imagem que a sociedade tem de nós e essa imagem leva tempo para ser construída, mas uma mentira pode acabar a reputação de alguém em instantes.
- “muitos ainda não se deram conta”, as pessoas se acostumam com pequenas mentiras que aparentemente não causam danos materiais, mas viciam nisso e passam a mentir em assuntos mais sérios e graves.

3. O pecado da mentira.
- “um irmão ser disciplinado”, se entendo como disciplina qualquer sansão que se aplica ao crente para que ele corrija suas atitudes.
- “cortado da comunhão”, o corte da comunhão só deve ocorrer quando há impossibilidade e falta de vontade de correção por parte da pessoa. Para que haja corte da comunhão é necessário de esgotar os meios de recuperação da pessoa.
- “precisa deixar a mentira”, alguns irmãos não conseguem abandonar o hábito de mentir, nesse caso precisam passar por disciplina.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “Deus se interessa pelo bem-estar de todos”, para se acabar com os relacionamentos na igreja é só adotar a mentira, pois ela tem grande poder de destruição de casamentos, amizades, namoros noivados, etc.
- Professor como acréscimo você pode apresentar o que a Bíblia afirma sobre mentir de brincadeira, veja Pv 26.18,19.
- Também pode acrescentar que, embora a mentira seja pecado, a omissão de detalhes nem sempre será, veja 1 Sm 16.1,2, nesta passagem o Senhor orienta Samuel a omitir o principal motivo da visita a casa de Jessé.
- Elabore o resumo e apresente.

Marcos André – professor

Boa Aula!

Um comentário:

  1. adoro estudar a lições nesse site pois ele nos trás um grande entendimento.

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.