INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL



__________________________________________________________________

sexta-feira, 26 de junho de 2015

ATUALIDADE GOSPEL - Homem invade igreja nos Estados Unidos e mata nove pessoas a tiros



Uma igreja protestante foi alvo de um atentado na noite da última quarta-feira, 17 de junho, quando um homem de 21 anos de idade matou a tiros nove pessoas durante uma reunião de estudo da Bíblia Sagrada, que era realizada no porão do templo.

A Emanuel African Methodist Episcopal Church fica localizada no centro histórico de Charleston, foi fundada no século XIX e é reconhecida como uma congregação de relevância na história do estado da Carolina do Sul e dos Estados Unidos na luta contra a segregação racial. O templo onde o crime foi cometido foi erguido em 1891.

O ataque ocorreu por volta das 21h00, segundo informações do porta-voz da Polícia da cidade, Charles Francis. “Oito vítimas foram encontradas mortas dentro da igreja’, disse o chefe de polícia, Gregory Mullen, em entrevista coletiva concedida logo após o atentado. “Uma nona pessoa morreu depois de ser levada para um hospital”, acrescentou.

Uma décima vítima, ainda internada, vem recebendo tratamentos médicos: “É incompreensível que alguém na sociedade de hoje faça isso em uma igreja quando as pessoas estão tendo uma reunião de oração”, lamentou Mullen.

Entre as vítimas fatais está o pastor da igreja, Clementa Pinckney, que era senador estadual (cargo equivalente ao de deputado estadual no Brasil) pelo partido Democrata.

“Oramos pelas as famílias, que terão um longo caminho pela frente“, disse o reverendo James Johnson, um ativista local de direitos civis, durante uma vigília de oração improvisada.

Suspeito preso

A Polícia divulgou imagens das câmeras de segurança do templo e conseguiu prender Dylann Storm Roof em Shelby, cidade situada no estado vizinho, Carolina do Norte, graças a uma denúncia feita pelo tio do atirador, que havia visto informações sobre o caso na internet e reconheceu o carro das fotos que teria sido usado por Roof no atentado.

O crime vem sendo considerado de ódio, devido a publicações racistas feitas por Roof em suas redes sociais, de acordo com informações do Jornal Nacional.

O ex-governador da Flórida e pré-candidato à presidência pelo partido Republicano, Jeb Bush, visitaria a cidade de Charleston em campanha na manhã de ontem, 18 de junho, mas cancelou o evento: “Condolências e orações do governador Bush estão com as pessoas e famílias afetadas por esta tragédia“, disse a equipe de campanha do candidato, que é irmão do ex-presidente George W. Bush e filho de outro ex-presidente, George H. Bush.

Fonte: Gnotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.