quarta-feira, 5 de agosto de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 6 - Revista da Editora Betel


AULA EM 9 DE AGOSTO DE 2015 – LIÇÃO 6
(Revista: Editora Betel)

Tema: O Segredo dos Milagres Apostólicos

Texto Áureo: Atos 1.8
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição você falará do preparo para se fazer a obra de Deus, procure fazer comparações com o preparo e a obra que os servos de Deus fazem hoje.
- “recebe o nome de “Atos””, essa palavra se refere a atitudes, ações, para fazer menção aos feitos dos apóstolos. É notório que o livro de Atos não tem uma conclusão definida, é como se assistíssemos um filme e no final descobríssemos que tem uma continuação. Há portanto uma teoria que afirma que esse livro não está concluindo ainda, e que a Igreja de Jesus está escrevendo a história que falta.
- “alicerçados na ressurreição de Cristo”, a ressurreição de Jesus é o grande evento que motivou os discípulos a ficarem firmes e começarem a congregar os outros. A ressurreição foi o feito que comprovou que Jesus é realmente o Filho de Deus.
__________________________________________
1. Poder para testemunhar
- “dissertação”, é o tipo de redação onde o autor descreve uma exposição de fatos.
- “tem início o ministério dos apóstolos”, alguns estudiosos chamam de ministério do Espírito Santo, devido à operação Dele na Igreja primitiva.

1.1. Poderosas testemunhas.
- “um estado semi judeus”, Os samaritanos consideravam Abraão como patriarca e tinham como Deus o nosso Senhor, mas eles não eram judeus estavam ocupando a terra que havia sido das tribos de Israel. Os judeus de Jerusalém não aceitaram a ideia de eles ocuparem a terra de seus irmãos, por isso existia a rixa entre judeus e samaritanos até o tempo de Jesus, toda a história está em 2 Rs 17 a partir do verso 24.
- “até os confins da terra”, devido a ordem ter sido para irem até os confins da terra, podemos entender que a missão não era somente para aqueles apóstolos, mas para todos que recebessem o Evangelho.
- “revestidos de um poder sobrenatural”, eles anunciariam a pessoas que nunca ouviram falar de Jesus e que já possuíam seus ídolos, seria uma missão muito difícil. Esse revestimento corresponde ao equipamento de combate de um soldado. Quando o soldado está fora de serviço eles está fardado normalmente, mas quando ele recebe uma missão de combate, ele coloca o colete, capacete, e pega o armamento e munição, dessa forma ele está equipado, ou seja, revestido por um equipamento.

1.2.  Convicção para prosseguir.
- “que havia um governo de trevas”, quando Jesus anunciou da instituição da Igreja Ele disse que “as portas do inferno não prevaleceriam contra ela.” Mt 16.18 com afirmação Ele estava deixando claro que haveria batalha.
- “convicção de quem eram”, quem não tem essa convicção tem dúvida e a dúvida não procede de fé e sem fé não se pode agradar a Deus.
- “é saber o porquê da ação”, entendemos assim que o preparo para a obra de Deus consiste em a pessoa ter convicção de sua fé e de seu chamado, só então poderá sair para a obra. Até hoje esse procedimento é essencial para a obra do Reino de Deus.
- Existem muitos jovens que recebem a Jesus como salvador e querem sair pregando sem passar pelo período de discipulado, muitos desses jovens se envolvem em escândalos depois de um certo tempo de ministério, outros enfraquecem e se afastam.

1.3. Entendendo o porquê do revestimento.
- “que Seus apóstolos morreriam defendendo a fé”, não quer dizer que todos os servos de Jesus devem morrer pelo Evangelho, e nem significa que para ser testemunha de Jesus deve passar pela morte. É necessário que as testemunhas de Jesus estejam prontas para irem até as últimas consequências pelo Evangelho de Cristo.
- “deveriam estar revestidos”, com esse revestimento de poder o servo de Cristo tem forças para combater as trevas.
 _____________________________________________
2. A paciência de esperar antes de avançar
- “garante o peso que poderá suportar”, quanto mais forte o alicerce, mais peso suporta, quer dizer que quanto mais o crente estiver alicerçado na Palavra, mais ele poderá trabalhar para Deus.

2.1. Quarenta dias de seminário.
- “presente no Espírito, embora ausente no corpo”, os servos de Jesus precisam estar cientes de que não estamos só, Ele está conosco o tempo inteiro, o crente que tem essa certeza não vive com medo e nem cede facilmente à tentação.
- “rasgaram os arquivos de suas vidas passadas”, quer dizer que eles deixaram de se atribular pelos erros do passado e passaram a enxergar o que poderiam fazer na obra de Deus.
- “se expressaria pela restauração de Israel”, eles pensavam que quando Israel estivesse restaurado como nação independente então estaria concluída a missão do Messias. Entendiam que a missão do Messias era somente para Israel.
- Nesse tópico é afirmado que nos quarenta dias Jesus ensinou coisas profundas que nem todos sabem, como num seminário teológico.

2.3. A promessa do Pai.
- “O batismo em água era oferecido”, esse é  batismo necessário para a salvação, pois ele é uma confissão pública formal de que a pessoa declara ter Jesus como seu único e suficiente salvador.
- “esses homens haviam fraquejado”, dentre eles estava Pedro que havia negado a Jesus, mas logo após ser batizado com o Espírito de Deus, podemos observar Pedro pregando o Evangelho e quase três mil almas se convertendo.
 ________________________________________
3. Não somente ver, mas realizar
- “interpretado à luz do que disse”, as coisas que Jesus falou tem o peso de doutrina, por isso é necessário conhecê-las.
- “deve ser interpretado à luz de tudo o que Ele fez”, há concordância entre o que Jesus falou e o que Ele fez, mas para enxergar essa concordância é necessário ler as Escrituras.
3.1. Parem de olhar para cima
- “parem de olhar para cima, mais tarde ele vai voltar”, essa ligação entre o fato de os discípulos estarem observando o céu e a necessidade da obra de Deus é anunciada aqui, mas na verdade parece não existir.
- “nos ocuparmos com os mistérios da Trindade”, quer dizer ficarmos preocupados em desvendar os segredos de Deus e não buscarmos ter uma comunhão com ele, se refere aqueles que estudam sobre Deus, mas não se dedicam na vida devocional, não oram e não buscam.

3.2. Testemunho de poder.
- “como um mar sem peixes”, ou seja, muito grande e muito bonito, mas que não produz nada.
- “testemunhavam Sua ressurreição com grande poder”, tanto a ascensão como a ressurreição são milagres de grande poder. Não existe nenhum relato de alguém que tenha levitado e subido até desaparecer no céu.
- “É impossível entender como alguém pode falar de Cristo e não”, essa parte toca direto nas denominações que não aceitam a manifestação do Espírito Santo, no batismo de poder e nos dons espirituais. Professor(a), recomendo que você não entre por esse caminho.
- “se crêssemos faríamos obras ainda maiores”, se olharmos detalhadamente para a referência de João 14.12, vamos compreender que Jesus estava falando de quantidade de milagres e não de magnitude. Ele afirmou que iria para o Pai e por isso não faria mais obras, nós porém, teríamos a oportunidade de trabalhar mais.

3.3. O segredo do sucesso apostólico.
- “dependem de nossa separação e renúncia”, existe um a quantidade muito grande de crentes que deixaram o mundo, mas o mundo está em seus corações. O mundo se encheu de entretenimentos e oportunidades, além de muito pecado e isso seduz o povo de Deus e aprisiona alguns.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- Professor(a), recomendo que você faça o seu resumo e corrija os exercícios.

Marcos André – professor

Boa Aula!

- Esse esboço é gratuito, porém se alguém desejar ofertar para essa obra, fique a vontade, é só clicar aqui!
- Se alguém quiser acrescentar algo interessante ao esboço, mande para licks1996@gmail.com

3 comentários:

  1. Olá, sou uma seguidora do seu Blog, e sempre sou muito edificada com seus posts e ideias, estou desenvolvendo um novo Blog, falando sobre ciência e bília, gostaria que desse uma olhada. http://pnyua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz de Cristo, vou olhar sim, agora mesmo. Deus abençoe você e sua casa. Estou indo pra lá agora.

      Excluir
  2. Procurando encontrei esse Blog,muito tem me ajudado na ministração da E.B.D,Deus continue abençoando.

    Marivaldo Fornazin

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.