sábado, 8 de agosto de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 6 - Revista da Central Gospel

INCOMPLETO

AULA EM___DE______DE 2015 - LIÇÃO 6
(Revista: Central Gospel - nº 43)

Tema: A FONTE DE TODA BOA DÁDIVA

Texto Áureo: João 8.12
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição apresente as possibilidades que existem para que alguém perca ou atrase as bençãos do Senhor.
- “multifacetadas”, quer dizer, que possui várias faces ou múltiplas faces. Significa basicamente que as bênçãos de Deus podem ocorrer de várias formas, nem sempre será uma cura, ou uma porta de emprego. Poderá ser um livramento ou ainda pode ocorrer de maneira que nem percebamos.
- “razões que podem limitá-las”, quando Deus determina a benção somente a própria pessoa pode atrasa-la ou impedi-la.  
_______________________________________________
1. AS BENÇÃOS DE DEUS
- “graça concedida por Deus”, convém lembrar aos alunos que a graça de Deus é o seu favor imerecido, que recebemos Dele sem que para isso façamos alguma obra que o justifique.
- “nem sempre são expressas da forma como desejamos”, isso porque o Senhor sabe o que é o melhor para nós e nem sempre o que queremos é o melhor, pois somente Deus sabe. Deus considera o que será melhor no futuro, enquanto nós só olhamos para o agora.

1.1. As bênçãos de Deus no Antigo Testamento
- “como mão de Deus sobre nós”, Esdras e Neemias se referem principalmente à ajuda de Deus para que a restauração de Israel ocorresse.
- “cerne da questão”, cerne significa “núcleo”, nesse caso é o núcleo da questão.

1.2. As benção de Deus no Novo Testamento
- “inefável”, é aquilo que não se pode explicar com palavras.
________________________________                 
2. É POSSÍVEL LIMITAR A AÇÃO DE DEUS EM NOSSA VIDA?
- “podem limitar a ação de Deus”, o que acontece na verdade é que Deus respeita o nosso livre arbítrio, Ele deixa que tomemos decisões conforme a nossa vontade, porém deixa claro que nós colhemos aquilo que plantamos e como Ele não nos obriga a fazer as coisas do jeito que ele quer, nós acabamos perdendo algumas bênçãos por decisões erradas.

2.1. A precipitação
- “Saul é um exemplo claro”, veja a atitude de Saul:
“E esperou Saul sete dias, até ao tempo que Samuel determinara; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se dispersava dele.
Então disse Saul: Trazei-me aqui um holocausto, e ofertas pacíficas. E ofereceu o holocausto.” 1 Samuel 13:8,9
Saul ofereceu o holocausto sem que fosse de sua competência oferecer, ele não era sacerdote.
Ele temeu a dispersão do povo, estava mais ligado em agradar aos homens do que a Deus.

2.1.1. A incredulidade
- “o que impediu”, Deus trabalha com a nossa fé. Aquele que não possui fé não pode agradar a Deus e acaba deixando de receber as bênçãos do Senhor, pois Deus não trabalha na incredulidade.

                                INCOMPLETO

2 comentários:

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.