domingo, 6 de setembro de 2015

ATUALIDADE GOSPEL - Marco Feliciano e Jean Wyllys discutem em CPI e pastor afirma que ex-BBB é “leviano”


Os deputados Marco Feliciano (PSC-SP) e Jean Wyllys (PSOL-RJ) trocaram farpas durante uma sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Crimes Cibernéticos na Câmara dos Deputados.

Wyllys havia apresentado requerimento à CPI para convocar os movimentos sociais Revoltados Online e Movimento Brasil Livre (MBL) para prestar esclarecimentos sobre supostos crimes cometidos nas redes sociais. Ambos os grupos são parte dos movimentos que pedem oimpeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Durante a sessão, houve debate sobre o requerimento de convocação dos movimentos sociais, já que Wyllys não apresentou requerimento de convocação para os movimentos pró-Dilma que atuam na internet, ligados ao PT.

Diante desse cenário, gerou-se uma discussão, pois os parlamentares de oposição ao governo apontaram uma contradição na postura de Wyllys, que havia convidado os movimentos de apoio a Dilma, mas queria convocar – ou seja, obrigar – os manifestantes de oposição a comparecerem à sessão.

Jean Wyllys recuou e modificou seu requerimento de convocação para convite, tendo seu pedido aprovado pelos demais colegas de CPI.

Próximo ao fim da sessão, o pastor Marco Feliciano pediu a palavra e revelou conversas com os líderes dos movimentos de oposição, dizendo que havia ouvido deles que eles eram as pessoas mais interessadas em comparecer à CPI dos Crimes Cibernéticos e prestar depoimento, mas que consideravam a convocação equivocada, uma vez que exerciam seu livre direito à manifestação garantido na Constituição.

Feliciano ainda usou uma certa dose de ironia e agradeceu a Wyllys pela mudança de postura, dizendo que convidar os grupos sociais contra o governo era o mais correto. Wyllys se incomodou e disse a Feliciano que ele não precisava agradecer, pois tratava-se de uma tentativa de apuração de crimes. A essa altura, Feliciano deixou a diplomacia de lado e classificou a fala de Wyllys como irresponsável: “Não há qualquer crime registrado contra esses grupos. São grupos que convocam protestos contra o governo e chamá-los de criminosos é leviano”.

Assista os vídeos:



Fonte: Gnotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.