sábado, 5 de setembro de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 10 - Revista da CPAD - ADULTOS

INCOMPLETO

AULA EM 06 DE SETEMBRO DE 2015 – LIÇÃO 10
(Revista: CPAD)

Tema: O Líder Diante da Chegada da Morte

Texto Áureo: 2 Timóteo 4.7
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição aponte algumas realidades do ministério que são destacadas nos últimos dias de Paulo, como a falta de colaboradores e o sacrifício que os líderes do passado fizeram pelo evangelho.
Você não tem que falar como está nesse esboço, pois a aula é tua e esse material serve para te dar uma base. Tente fazer o teu esboço.
- “tem consciência de que seu ministério está chegando ao fim”, provavelmente ele já havia sido revelado pelo Espírito Santo. Devido à maturidade de Paulo, não havia necessidade de o Espírito ocultar o fim que o aguardava.
- “faz uma revisão do caminho que havia percorrido”, Paulo estava tentando inspirar o jovem líder, o povo de Deus se anima quando vê um homem de Deus trabalhando.
- “é a maneira como a encaramos”, alguns se apavoram diante da possibilidade da morte, mas a Palavra do Senhor nos garante um futuro no Reino de Deus, por isso podemos descansar e afastar o desespero.  
__________________________________________
I - A CONSCIÊNCIA DA MORTE NÃO TRAZ DESESPERO AO CRENTE FIEL

1.  Seriedade diante da morte.
- “derramado como uma oferta de libação”, essa oferta era o ato de derramar o sangue ou outro líquido em forma de ritual, além dos judeus outras culturas praticavam a mesma.
- “era uma oferta de caráter voluntário”, quer dizer que não havia uma obrigação para oferecê-la, a pessoa oferecia se quisesse. Nos mostra nisso que Paulo estava se entregando para ofertar sua vida a Deus.
- “mas uma oferta de gratidão ao Senhor”, é como se Paulo fizesse referência a si mesmo demonstrando que a oferta de sua vida era em gratidão a Deus.

2. A certeza da missão cumprida (vv.7,8).
- “partida para a eternidade”, esse é o segredo para se encarar a morte, o servo de Deus não deve ver a morte como o fim de tudo, mas como a mudança de um nível para outro, o fim de uma etapa e início de outro.
- “Mas nenhum teve tantas oposições e ameaças”, fazer a obra de Deus para Paulo era um intenso combate de tantas oposições que ele sofria.
- “Que você também não desista”, a desistência diante de uma oposição revela uma certa imaturidade do obreiro. Quando o obreiro é maduro na presença de Deus ele não para diante das perseguições. Existem uma quantidade muito grande de obreiros imaturos nas igrejas.
- “mas desistem ou recuam ante os obstáculos”, além desses existem também aqueles que mudam a trajetória no meio da corrida, representando os obreiros que começam excelentemente, mas aos poucos vão se deixando levar pela sedução das coisas passageiras, como dinheiro e fama.
- “Guardar a fé significa guardar a fidelidade”, na tradução da King James foi usado o verbo em inglês “kept”, (keep - no passado) que tem o significado de “manteve” essa tradução representa melhor o que Paulo queria dizer. Ele está dizendo que estava mantendo firme a sua fé.
_______________________________________
II - O SENTIMENTO DE ABANDONO

1. O clamor de Paulo na solidão.
- ““Procura vir ter comigo depressa””, é possível que houvesse ainda instruções que Paulo somente poderia passar pessoalmente.
- “amando o presente século”, quer dizer que esse obreiro deixou a obra por algo dessa vida, alguma coisa que lhe chamou a atenção. Atualmente existem tantos entretenimentos no mundo que alguns tem abandonado a fé e amado mais o que o mundo oferece.
- “Demas era um dos cooperadores de Paulo”, quando um líder perde um de seus colaboradores ele fica sobrecarregado e quanto mais próximo for esse colaborador mais solitário o líder fica. Quem estiver cooperando com algum líder seja pastor ou não, deve se esforçar em oração, pois se o inimigo não puder parar esse líder, ele vai tentar parar o cooperador.
- “Os momentos de adversidade revelam aqueles que são realmente amigos”, essa verdade dispensa qualquer comentário, mas existe um frase que a descreve bem: “O verdadeiro amigo é aquele que entra na sua vida quando todos estão saindo dela.”
- “fez-se presente, dando toda assistência a Paulo”, Lucas não ficou preso com Paulo, mas ele o visitava e estava com ele para o ajudar no ministério.

2A serenidade dos últimos dias.
- “Paulo se preocupou em ler e estudar”, o que os estudiosos acreditam é que na prisão talvez não houvesse nenhuma distração, e para um homem que passou a infância estudando e a vida trabalhando ativamente na obra de Deus, agora ele estava encarcerado e sem nenhum entretenimento.
- “Tem você dedicado tempo ao estudo da Palavra de Deus?”, alguns não leem a Bíblia por falta de tempo, precisamos arrumar tempo para a Palavra de Deus. Alguns esperam chegar a adversidade para se dedicarem mais a Deus, ao estudo e a oração. 
- “poderia demorar alguns dias ou meses”, Paulo estava preso aguardando o julgamento, mas sabia que poderia a qualquer momento ser morto por ordem do imperador.

3. Preocupações finais com o discípulo.
- “Tu, guarda-te dele”, com essa recomendação podemos entender que esse Alexandre prejudicou Paulo e estava em condições de prejudicar também a Timóteo, é provável que tenha sido alguém que se fez de crente para conseguir informações para tentar incriminar a Paulo.
- “porque resistiu muito às nossas palavras.”, essa é a segunda parte do verso 15, demonstrando que poderia ser também algum procurador do governo romano, a quem Paulo deveria se reportar.

                                 INCOMPLETO

2 comentários:

  1. Respostas
    1. De nada meu irmão! Vou tentar melhorar essas postagens ainda mais. Estamos juntos.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.