sexta-feira, 13 de novembro de 2015

ATUALIDADE GOSPEL - Tiroteios deixam vítimas em Paris



 Pelo menos seis tiroteios e três explosões em diferentes pontos de Paris provocaram a morte de 140 pessoas na noite desta sexta-feira (13), de acordo com números da prefeitura da capital francesa. Apenas na casa de espetáculos Bataclan, onde acontecia um show, 100 pessoas foram mortas. Outros 40 mortos foram registrados em outros atentados. Uma das explosões aconteceu em um bar perto do Stade de France, onde acontecia um amistoso entre a seleção local e a Alemanha. 

 A polícia francesa registrou dezenas de mortos apenas nos arredores do Stade de France, onde espectadores invadiram o gramado para se protegerem. Os cidadãos foram orientados a voltar para casa, pois muitos terroristas ainda estavam na rua durante a madrugada de sábado em Paris. O episódio ocorre cerca de 10 meses depois do atentado à redação do jornal satírico Charlie Hebdo.

 No primeiro pronunciamento após os atentados, François Hollande informou que as fronteiras serão fechadas e que o estado de emergência foi decretado. De acordo com ele, buscas devem ser feitas em todo o território. "Frente ao terror, a França deve ser forte, deve ser grande", declarou Hollande, pedindo a confiança da população francesa.

Estado Islâmico reivindica atentados em Paris, diz portal que monitora jihadistas

 O portal Site, que monitora as atividades dos jihadistas na internet, afirmou que o grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques da noite desta terça-feira (13) em Paris. 

 Segundo a diretora do portal, Rita Katz, a revista do EI, a "Dabiq", escreveu que a França "manda seus ataques aéreos para a Síria diariamente" e que essas ações "matam crianças e idosos". "Hoje vocês estão bebendo do mesmo cálice", escreveu a publicação segundo o "Site". 

 Ela ainda afirmou através de sua conta no Twitter que há simpatizantes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) "celebrando" a série de ataques. 

"Fãs do EI celebram os ataques na França com um aviso: 'Isso é só o começo... Aguarde até os istishhadis (suicidas) chegarem com seus carros'", postou a diretora do maior portal de monitoramento das atividades jihadistas.

Fonte: Jornal do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.