terça-feira, 24 de novembro de 2015

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 9 - Revista da CPAD - ADULTOS


AULA EM 29 DE NOVEMBRO DE 2015 – LIÇÃO 9
(Revista: CPAD)

Tema: Bênção e Maldição na Família de Noé

Texto Áureo: Gênesis 9.26,27
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição faça enfoque à educação e respeito ao próximo, esse parece o grande ensinamento da passagem estudada.
- “ensinar nossos filhos sobre o respeito para conosco”, essa passagem mostra a importância do respeito dentro do lar, o cuidado do pai de família em dar o exemplo dento de sua casa.
- “mesmo para aqueles que já nasceram de novo”, existem algumas denominações onde a liderança admite o consumo moderado da bebida, principalmente nos países de clima frio, nessas denominações o cuidado deve ser redobrado.
- “do qual o crente deve se abster”, GRAÇAS A DEUS a grande maioria das igrejas evangélicas brasileiras não aceitam o consumo de bebida alcoólica.
- “eduquemos a nós mesmos e aos nossos filhos”, essa passagem trata do convívio familiar e da importância do bom relacionamento da família, para que não gerar consequências aos filhos e netos.
__________________________________________
I - A VINHA DE NOÉ

1. A destemperança do patriarca.
- “destemperança”, destemperança é a falta de domínio próprio, faltou isso à Noé, pois ele não teve controle no consumo do vinho.
- “Embriagado, o patriarca desnuda-se em sua tenda”, a Bíblia é um livro sagrado que não tem compromisso em preservar a imagem de ninguém, por isso não omite esse relato.
- “abstinência de bebidas alcoólicas”, a Bíblia não tem para essa prática uma ordem proibitiva, mas devido a falta de controle, a cultura em nosso país e os tipos de problemas que a Igreja enfrenta na nossa nação, as lideranças acharam por bem colocar como norma a abstinência de bebidas alcoólicas na membresia. Criou-se a tradição em nosso país de que o crente não bebe bebidas alcoólicas.  

2. A irreverência de Cam.
- “discretamente, resguardar a honra do pai”, quando alguém da família erra, os familiares devem corrigir-lhe, mas não devem expô-lo a ridículo em público, pois é vergonha para toda a família. Faltou essa percepção a Cam. Noé cometeu um erro, mas Cam cometeu outro ainda mais grave.
- “seriam arroladas como faltas graves pela Lei”, o texto de Ex 20.12, fala de honrar pai e mãe, também pode ser usado nesse caso.
- “Se agirmos com amor, poderemos recuperá-lo plenamente”, aquele que errou está a um passo de perder a salvação de vez, se agirmos com cautela poderemos aplicar a disciplina adequada e ainda conservar a alma no nosso irmão em Cristo.

3. O respeitoso gesto de Sem e Jafé.
- “indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai”, eles consideravam desrespeitoso contemplar a nudez do pai. Uma pergunta interessante seria: como eles tinham essa ideia de honrar ao pai, antes de ser dada a Lei a Moisés? Isso mostra que a Lei de Deus está escrita na alma humana, antes de qualquer pessoa ter o conhecimento das leis já sabe que devem obedecer a seus pais.
- “Ajamos como Sem e Jafé”, respeitando aqueles que erraram, assim como eles respeitaram a Noé.
- “não significa que os pecados serão acobertados”, a aplicação da disciplina deve se limitar a corrigir o pecado, a fim de levar a pessoa a se arrepender do erro e aprender que há consequências para os erros.
- “Como gostaríamos de ser tratados”, aprendemos com as palavras de Jesus em Lc 6.31. Essa é uma base de ética.
__________________________________
II - O JUÍZO DE NOÉ SOBRE A IRREVERÊNCIA DE CAM

1. A maldição de Canaã.
- “lançando sobre o filho deste uma pesada maldição”, não há uma explicação clara do porque a maldição ter sido lançada sobre Canaã e não sobre Cam, segundo alguns autores Canaã talvez tivesse envolvido em algum caso de perversão que não foi mencionado no texto sagrado.  
- “seriam punidos com a perda de suas terras”, isso aconteceu séculos mais tarde quando os filhos Israel (descendentes de Sem) tomaram a terra dos cananeus (descendentes de Canaan).
- “o mais notável descendente de Sem”, por isso os povos originários de Abraão são chamados povos semitas, que são os árabes e os judeus.

2.  A bênção de Sem e Jafé.
- “uma bênção eterna”, na verdade é uma benção eterna enquanto durar os reinos terrestres.
- “habite nas tendas de Sem”, parece ser uma profecia de sempre haver paz e amizade entre os povos originários de Sem e Jafé.
- “seja-lhe Canaã por servo”, não quer dizer necessariamente que os descendentes de Canaã seriam escravos dos de Sem e de Jafé, mas significa que eles sempre seriam inferiores belicamente e economicamente aos filhos de Sem e de Jafé.
- “Que tais coisas não nos invadam as igrejas”, essa irreverência se traduz na falta de respeito aos mais velhos. Infelizmente existem alguns jovens que no clamor das brincadeiras exageram e falam debochadamente dos idosos. Nesses casos as lideranças devem ter atitudes enérgicas em repreender essas atitudes.
___________________________________________
III - CUMPRE-SE A MALDIÇÃO DE CANAÃ
- “Passados aproximadamente 700 anos”, se refere ao período em que os hebreus tomaram a terra de Canaã e suas cidades.

1. Canaã perde a sua herança.
- “ocupar toda a terra que, no tempo de Josué, seria conquistada”, ocuparam a região da Palestina, a maior parte da poção conhecida como Crescente Fértil.
- “os sodomitas também eram descendentes de Cam”, a cidade de Sodoma foi destruída devido a sua grande perversidade. Podemos notar assim que a má conduta de Cam passou em forma de cultura a seus descendentes.
- “desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates”, na verdade eles nunca ocuparam toda a região da promessa. Se eles tivessem ocupado a terra de promessa como Deus havia ordenado, Israel teria o triplo do tamanho que tem hoje.

2. A bênção de Sem na pessoa de Israel.
- “Israel, o ramo messiânico”, aqui Israel é chamado assim por ser a família de onde viria o Messias.
- “daquela terra tão formosa”, a região do Crescente Fértil é uma faixa de terra fértil em meio ao deserto, excelente para a agricultura e pecuária.
- “Os que lhe escapam à espada”, nem todas as cidades foram destruídas, apesar da recomendação de Deus, houveram problemas que impossibilitaram a conquista total. Js 9.6

3. Jafé participa da bênção de Sem.
- “os filhos de Jafé que se encarregariam de proclamar o Evangelho”, se refere aos povos que levaram a pregação do evangelho às regiões mais distantes da Terra, através do povo europeu com a igreja católica e protestante.
- “pela fé em Cristo, habitamos nas tendas de Sem”, significa que estamos espiritualmente desfrutando de uma fé que veio através dos semitas, ou seja, os judeus descendentes de Sem trouxeram a fé Cristã e nós os descendentes de Jafé estamos debaixo dessa crença.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “devemos agir com amor e cuidado”, ainda que apliquemos a disciplina devemos ter o cuidado de não causar um mal maior. Quando se age arrogantemente contra alguém que tenha pecado essa pessoa pode ficar magoado e acabar se afastando da presença do Senhor.
- “cuidemos da educação de nossos filhos e netos”, não é difícil encontrar filhos de famílias cristãs totalmente desobedientes e arrogantes, ainda que a família não possa definir se um filhos será servo de Deus ou não, ela pode ensinar o respeito, a educação e a ética a esse filho.
Elabore o resumo e apresente aos seus alunos.
Marcos André – professor

Boa Aula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.