sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

ESCOLA DOMINICAL - Esboço e Subsídio da Lição 2 - Revista da Editora Betel


AULA EM 10 DE JANEIRO DE 2016 – LIÇÃO 2
(Revista: Editora Betel)

Tema: Casamento, Uma Instituição Divina

Texto Áureo: Gênesis 2.18
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição você vai falar de família e casamento. Ainda que o seu casamento não seja um dos melhores, ensine essas palavras. Se precisássemos ser perfeitos para ensinar, não haveria professores no mundo.
- “ao criar a mulher, Deus procurou atender”, a mulher foi criada para ser uma benção para o ser humano, para completar-lhe e vice-versa.
- “atender á procriação e perpetuação da raça”, somente o sexo oposto pode atender a esse requisito.
__________________________________________
1. Casamento: um projeto de Deus
- “pois foi assim que o próprio Deus planejou”, Deus criou a família antes de qualquer instituição, por isso o estado e nenhuma outra instituição tem o direito de mudar o conceito de família.
- “Deus é o mentor”, por isso somente Deus pode mudar a sua estrutura.

1.1. Uma adjutora para o homem.
- “falar a mesma linguagem”, quando os conjugues tem objetivos parecidos e possuem níveis de fé semelhantes, então eles tem grande chance de falarem a mesma linguagem.
- “da própria costela do homem”, originalmente a mulher é parte do homem, a mesma carne.
- “instituição monogâmica”, onde se admite uma só esposa, se não fosse assim o Senhor teria feito várias esposas para Adão.
- “Deixará o homem pai e mãe”, essa é uma ordenança que quando é descumprida, o casal passa por muitas dificuldades. Muitos casais aceitam a intromissão dos pais em suas vidas particulares.

1.2. As necessidades afetivas do homem e da mulher.
- “homem e a mulher tem carência afetiva”, por isso eles se casam e vão construindo o amor com o passar dos anos.
- “atende a uma necessidade orgânica”, uma necessidade ligada à natureza do ser humano.
- “faz parte do plano de Deus”, existem casais que deixam Deus de fora de suas vidas íntimas, por acharem que fazem coisas desagradáveis a Deus ou porque realmente querem fazer coisas desagradáveis. O que cada casal precisa entender é que Deus abençoa também o ato sexual do casal.
- “só o casamento santifica e legitima o ato sexual”, qualquer ato sexual fora do casamento é pecaminoso. No ato sexual, se um dos parceiros for casado e o outro não, se constitui em adultério, se ambos não forem casados, então se constitui em fornicação. Tanto a fornicação como o adultério é considerado prostituição.
- “sejam concretizados dentro do casamento”, atualmente os casamentos são muito atacados nessa área. Os meios de comunicação divulgam a sensualidade e o erotismo de forma velada ou explícita o tempo inteiro.   

1.3. A procriação e perpetuação da raça humana
- “A geração de filhos é a coisa mais linda”, por esse e outros motivos os líderes cristãos são contra o casamento gay, pois não há a possibilidade de procriação nesse tipo de união.
- “não são um mero acidente...planejamento de Deus”, se refere ao fato de Deus ter planejado a geração de filhos desde a criação do ser humano. Muitas pessoas entram em depressão por não entenderem sua importância no mundo, não sabem que Deus planejou a vida de cada um aqui nessa Terra.
- “com responsabilidade e amor”, infelizmente tem sido comum a geração de filhos sem amor e nem responsabilidade. Meninas adolescentes com filhos de pais também jovens, que em muitos casos nem sequer trabalham.
_____________________________________________
2. Casamento: uma só carne
- “união física do casal”, se referindo ao relacionamento, convivência e ao sexo.
- “consensual”, quer dizer, que tem o consentimento de ambos.

2.1. Melhor é serem dois do que um.
- “passagem bíblica de Eclesiastes 4.9-12”, professor(a), é importante ler essa passagem na classe.
- “companheirismo e a ajuda mútua”, esse é o contexto dessa passagem. Podendo se referir tanto ao casamento como a qualquer associação. O texto quer dizer que havendo dois, há mais chance de sucesso.
- “viver uma em função da outra”, significa que no casamento não existe o pensamento individualista. Os conjugues não devem tomar decisões isoladas, a não ser em casos emergenciais, fora isso deve haver sempre acordo de ambos. Muitas brigas tem origem no individualismo de um ou de ambos os conjugues.
- “fazem parte do viver em sociedade”, a família é o modelo de sociedade que os filhos tem para aprenderem a conviver. O que eles prenderem em casa vão colocar em prática em suas vidas.

2.2. Deus não quer ninguém vivendo na solidão nem isolado.
- “rodeados de pessoas e é como se estivéssemos sozinhos”, Adão estava só porque não havia ninguém que se comunicasse com ele e que o entendesse. Às vezes nos sentimos assim, ninguém a nossa volta parece falar a nossa língua. Às vezes existem famílias grandes e um dos filhos se sente só.
- “de alguém especial para estar ao nosso lado”, alguém que nos complete, que nos ajude e nos compreenda. É muito complexo saber quem seria a pessoa ideal, antes se achava que Deus mostraria a pessoa ideal, mas a maioria dos líderes cristão acreditam hoje que o servo de Deus escolhe e o Senhor orienta se haverá dificuldades ou não, mas Deus respeita as escolhas de cada um.
- “A mulher é considerada o radar do marido”, quer dize que a mulher ajuda a orientar o marido nas situações do dia-a-dia, e de fato, tem coisas que acontecem ao redor do marido que só a mulher percebe.

2.3. Firmado em Deus.
- “o cordão de três dobras não se rompe facilmente”, o interessante é que o contexto falava de dois e de repente no versículo 12 ele fala de três dobras no cordão da resistência. Entende-se que em uma sociedade de duas pessoas, que é o caso do casamento, essa terceira dobra seria o Espírito Santo.
- “O casal precisa temer ao Senhor”, quando há temor ao Senhor, o Espírito Santo habita no casamento sendo a terceira dobra do cordão.
- “É um pacto sagrado”, em 2011 o Brasil alcançou a maior taxa de divórcio dos últimos 26 anos. Em 2014 o Brasil registrou 341,1 mil divórcios segundo o IBGE, sendo um aumento de 161,4% em dez anos. Note que o texto não diz que o cordão de três dobras é impossível de se quebrar, apenas fala que não se quebra facilmente. Os servos de Deus devem zelar pelos seus casamentos.
________________________________________
3.  Casamento: uma criação divina
- “não pode ser em caráter experimental”, o caráter experimental seria se um dos conjugues casasse para ver se daria certo, para então continuar o matrimônio.

3.1. O manual do fabricante é a Bíblia Sagrada.
- “Quem criou forneceu o manual de uso”, o manual de uso aqui é a Bíblia Sagrada, que ensina como viver, como fazer o melhor uso da nossa vida.
- “A Palavra de Deus é o manual, a bússola”, a Palavra de Deus ensina o segredo da vida.
- “regras básicas para manter o nosso casamento forte”, existem várias regras básicas, uma delas para usar como exemplo pode ser essa: “Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.” 1 Pe 3.7
- “não admite machismo nem feminismo”, a Bíblia ensina que ambos são parte de um grande projeto chamado família e que cada um tem o seu papel.
- “tomar a dianteira de forma escravizadora”, o casamento não pode ser uma competição entre os conjugues. Quando isso acontece toda a família é prejudicada.
3.2. Quem quer se dar bem na vida deve cumprir as regras.
- “observados os princípios bíblicos concernentes ao casamento”, no caso do casamento, não adianta somente ser adorador, ou ter uma vida devocional em dia, é preciso observar as regras e princípios da Palavra de Deus para o casamento.
- “trarão consequências graves à família”, as consequências são inevitáveis, podem ser amenizadas, mas se os princípios bíblicos para o casamento forem quebrados, as consequências virão com certeza.
- “lar é uma construção de valores e princípios”, o lar é regido pelos valores espirituais, enquanto a casa é regido pelos valores materiais.
- “A imoralidade na área sexual”, se referindo ao adultério e à fornicação.
- “indecência de não saber possuir o próprio corpo”, se referindo ao sexo sem o devido respeito ao conjugue.

3.3. Três pilares que sustentam o casamento.
- “a presença de Deus fortalece o espírito”, as pessoas sentem forças para se unirem, se perdoarem e deixar o ego em prol do conjugue.
- “Podemos afirmar que o amor enche o coração”, o amor leva cada um a se sacrificar pelo outro, dando o braço a torcer diante de seu próprio orgulho.
- “responsabilidade é a tarefa de cuidar um do outro”, quando cada um assume uma parcela de responsabilidade, se evita muitos problemas. Ouvir-se-á menos a frase: - A culpa é tua!  
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “o casamento tem a garantia do sucesso”, enquanto estiver dessa forma haverá o sucesso. Muitos começam bem, mas não dão continuidade.
- “exemplo de união perfeita para a sociedade”, dessa forma a Palavra de Deus é pregada sem palavras, somente pelo exemplo.
- Faça o resumo e passe os pontos mais importantes.

Marcos André – professor

Boa Aula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.