sábado, 27 de fevereiro de 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 9 - Revista da Central Gospel

INCOMPLETO

AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 9
(Revista: Central Gospel - nº 45)

Tema: LIVRO DE PROVÉRBIOS PARTE I (PV 1 - 9)

Texto Áureo: Provérbios 4.5,6
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição esclareça aos alunos que Provérbios é composto de versículos sem um contexto amplo, ou seja, podemos entender os versículos separadamente uns dos outros na maioria dos casos.
- “manual de sabedoria bíblica”, se ele for seguido como um manual, há uma grande chance de felicidade nas diversas áreas da vida, seu conteúdo não é de mandamentos específicos, mas é de grande valia para a vida cristã.
- “axioma”, é uma verdade inquestionável e universal que faz parte da natureza humana. Quer dizer que o livro de Provérbios transmite axiomas para seus leitores.
_______________________________________________
1. PANORAMA DO LIVRO DE PROVÉRBIOS
- “fascínio pela busca da verdadeira sabedoria”, nesse período surgiram os grandes sábios da antiguidade, não somente em Israel, mas pelo mundo afora.
- “vinda de Deus”, em todas as culturas acreditava-se que a sabedoria vinha da divindade.
- “observadores”, os autores de Provérbios observavam o comportamento da natureza, animais e da sociedade.

1.1. Autoria
- “seu nome ser citado”, Salomão não escreveu todo o livro de Provérbios, mas entendemos a sua participação em todo o livro.
- “participaram desta compilação”, é possível que Salomão tenha compilado a obra como um todo, reunindo os provérbios dele e dos sábios Agur e Lemuel.

1.2. Forma e função
- “uma unidade congruente”, é uma unidade que tem harmonia com o todo. Embora os grupos de versículos não tenham contexto muito amplo, eles tem harmonia com o contexto geral da Bíblia.
- “apêndices”, são acréscimos ao conteúdo.

1.3. Teologia do livro
- “sabedoria prática”, é a sabedoria aplicável no cotidiano da vida pública.
- “nuanças da teologia hebraica”, a teologia hebraica é o estudo da Lei e do Messias, quer dizer que o livro aponta para esses temas próprios do judaísmo.

1.3.1. A sabedoria e o temor do Senhor
- “termo geral para indicar a ideia de religião”, termos como judaísmo e cristianismo, na época de Provérbios não existia esses termos e nem parecidos para classificar a crença local, apenas a sentença “temor do Senhor” foi usada para dar a ideia religiosa.
__________________________________________
2. A BUSCA PELA SABEDORIA

2.1. Sabedoria como fonte de alegria
- “ideia de felicidade múltipla”, seria como várias alegrias, ou seja, a pessoa que encontra a sabedoria tem várias alegrias. Convém saber que sabedoria não é inteligência, sabedoria é a aplicação da inteligência associada à maturidade.
                       
2.2. A oferta da sabedoria
- “mais valiosa que a prata”, isso pelas consequências de se obter. Quer dizer que aquele que adquire sabedoria aproveitará melhor do que o que adquire prata ou ouro.
- Experimente pedir exemplos disso aos alunos, um exemplo pode ser esse: Aquele que adquire sabedoria em como criar os filhos nos caminhos do Senhor terá filhos honestos, leais, sinceros, sem vícios e longe da criminalidade, é melhor do que ter muito ouro e precisar administrar isso e não aprender a cuidar e nem ter tempo para os filhos.

                                   INCOMPLETO

3 comentários:

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.