domingo, 13 de março de 2016

ATUALIDADE GOSPEL - Acuado por investigações, Lula se compara a Jesus

Acuado por investigações, Lula se compara a Jesus

Após ser levado em condução coercitiva para depor nas investigações da Lava Jato dia 4 de março, o ex-presidente Lula faz vários discursos se defendendo. Em um deles se comparou a uma jararaca, que foi atingida, mas não morreu. A maioria dos telejornais transmitiram esse pronunciamento.

No mesmo dia 4, diante de uma plateia formada por militantes do PT, da CUT, além de diversos apoiadores, reclamou do que considera perseguição. Durante sua bravata pública, cujo vídeo surge na internet agora, tentando se defender das acusações, tentou comparar-se com Jesus Cristo.

“Eu falo para o meu filho: ‘Não fica com raiva. É assim, meu filho. Vamos suportar. Jesus Cristo sofreu mais do que nós. Tiradentes foi crucificado e somente depois de mais de cem anos que ele foi transformado em herói. Se a gente tem que pagar esse preço, vamos pagar. Nós vamos lutar”, disse.

O coitadismo de Lula e seu uso de metáforas religiosas são conhecidos. Em 2010, durante a primeira campanha de Dilma Rousseff a presidência, fez a seguinte comparação: “Essa mulher (Dilma) foi barbaramente torturada. Não existe nada mais grave que o ser humano possa fazer com o outro do que torturar. Vocês sabem porque Jesus Cristo foi torturado”.

Poucos meses depois, ainda em campanha, comparou a si mesmo: “Meu corpo estaria mais arrebentado que o corpo de Jesus Cristo depois de tantas chibatadas”. Era uma menção às acusações que já envolviam seu nome durante o escândalo do mensalão.

Em 2014, durante um comício onde pedia votos para a reeleição de Dilma, Lula fez novamente esta comparação. Ao mesmo tempo que atacava os políticos do PSDB, se vitimizou: “Outro dia eu falei para eles: vocês são mais intolerantes que Herodes, que mandaram matar Jesus Cristo com medo de ele se tornar o que virou”.

Um ano depois, com Dilma já reeleita e os escândalos do petrolão sendo veiculados a todo momento,voltou a usar a analogia e alegar perseguição injusta.

Falando sobre os primeiros petistas presos, ex-presidente disse: “Eu lembro quando Herodes mandou marcar todas as crianças. E Maria e José tiveram que fugir com Jesus Cristo. Ele ficou 30 anos que a gente não sabe o que aconteceu na vida dele. Quando ele voltou, em três anos transformou a história da humanidade. E o que fizeram com ele? Crucificaram”.

Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.