sábado, 19 de março de 2016

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 12 - Revista da Editora Betel


AULA EM 20 DE MARÇO DE 2016 – LIÇÃO 12
(Revista: Editora Betel)

Tema: As Demandas da Juventude
Texto Áureo: 1 Pedro 5.7
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição procure analisar os jovens e seus problemas, se coloque no lugar deles, tente raciocinar como eles, imagine-se enfrentando as lutas de hoje sem nenhuma experiência ou orientação.
- “abordaremos as demandas da juventude”, demandas significa necessidades, dentro do contexto espiritual, familiar e social aqui significa as necessidades da juventude, para que os jovens possam cumprir o projeto de Deus.
- “mundo contemporâneo”, é o mundo do nosso tempo, a atualidade, quer dizer que nessa lição vai se levar em consideração os dias atuais.
- “como base os princípios da Palavra”, significa que vai ser usado o que a Palavra ensina, sabemos que João escreveu para a juventude de seu tempo, mas os problemas espirituais dos jovens são basicamente os mesmos, a sociedade mudou muito, mas pode se usar os mesmos princípios ainda hoje.
__________________________________________
1. Crises e desafios
- “na juventude que...se apresentam de forma mais intensa”, na verdade essas facetas se apresentam em todo a nossa vida, o problema é que na juventude nós não temos a experiência para enfrentá-las, por isso é que elas nos marcam mais. Todos se lembram para sempre do(a) primeiro(a) namorado(a), primeiro emprego, primeiro salário, etc.
- “Nessa fase é preciso sabedoria”, se o jovem não consegue experiência, pois essa só vem com o tempo, ele pode consegui sabedoria, e buscar orientação dos mais experientes também é sabedoria.
- “cobram do Jovem uma definição”, cobram que ele se posicione diante de tudo.

1.1. Crise de identidade.
- “é a crise de identidade”, é a crise em que o jovem se questiona “será que eu quero mesmo ser isso?” “será que eu quero mesmo está aqui?” etc. A indecisão sobre esses questionamentos é que geram a crise.
- “insatisfação com sua realidade”, ele estava olhando a sua realidade por dentro, por isso não tinha parâmetros para comparar a situação, assim achava que sua vida podia ser melhor. Isso acontece com alguns jovens que não conhecem o mundo lá fora, e assim acreditam que vivem mal, muitos filhos de crentes até se desviam por conta disso.
- “depois de algum tempo e de algumas perdas”, ele aprendeu da forma mais difícil, obteve experiência vivendo a situação, quando a melhor forma de adquirir essa experiência é acompanhar de perto esses dramas na vida de outros.
- “aceitação de si mesmo e da própria realidade”, ainda que o jovem decida por uma outra realidade, ele deve fazer isso aceitando o que ele é hoje e buscando os meios lícitos para a mudança.

1.2. Baixa autoestima.
- “conceito que a pessoa tem de si mesma”, a Bíblia nos ensina a fazer conceitos de nós mesmos, manda-nos avaliar-nos.
“Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice.” 1 Co 11.28
A Bíblia nos manda tomar decisão dentro da nossa realidade:
“Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.” Ap 22.11,
Somente o ser humano fazendo um julgamento de si mesmo ele pode cumprir essas ordenanças.
- “se ama, se respeita, se aceita, se valoriza”, dentro dos princípios da Palavra de Deus, pois ninguém pode se amar em excesso ou se amar mais do que ama a Deus.
- “baixa autoestima está sempre pra baixo”, a pessoa se acha incapacitada, não aceita desafios e vive reclamando e se julgando feia.
- “perde oportunidades incríveis”, às vezes não sabemos a capacidade que temos até começarmos a fazer algo, só Deus sabe, por isso faz com que certos convites cheguem às nossas mãos.
- “Somos aquilo que pensamos”, e poderemos ser o que Deus projetou para nós:
“Mas o Senhor me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás.” Jr 1.7

1.3.  Desafios do cristão contemporâneo.
- “para que possa glorificar a Cristo...em sua vida”, é mesmo que dizer, para que os outros ao contemplá-lo possa glorificar o nome do Senhor, considerando o que Jesus faz com Seus jovens.
- “verdades relativas”, são verdades que dependem do ponto de vista para serem consideradas. Algumas verdades que são absolutas parra os servos de Deus, são consideradas relativas para o ímpio, como sexo fora do casamento, por exemplo. Para o crente o sexo fora do casamento é adultério ou fornicação, mas para alguns ímpios vai depender da situação.
- “certa, conforme a Palavra de Deus, é um grande desafio”, isso porque a maioria das pessoas a nossa volta não respeitam a Bíblia e acham que ela é um livro antiquado e ultrapassado.
- “gente ignorante, sem estudo e desprovida de informação”, as Escrituras afirmam que o Senhor revelou suas verdades aos humildes e as ocultou dos sábios da Terra. Mt 11.25, o problema é que muitos que adquirem conhecimento se deixam levar pelo ego e carnalidade.
- “íntegros em todas as esferas da sociedade”, é possível e necessário termos crentes nas altas patentes das forças armadas, juristas, juízes, jornalistas, médicos, etc. O jovem deve ser incentivado a estudar.
- “Jesus crescia em estatura, sabedoria e graça”, a fórmula é muito simples, é só não deixar a oração, leitura da Palavra e a comunhão dos santos.
_____________________________________________
2. O papel do jovem cristão na família.
- “implica em assumir algumas responsabilidades dentro de casa”, os pais devem dar essas responsabilidades a seus jovens filhos, pois assim estará preparando eles para o mercado de trabalho e vida na sociedade.

2.1. Honrar aos pais.
- “Honrar aos pais”, significa demonstrar a devida importância dos pais, respeitando-lhes em todo forma de proceder.
- “se eles forem legais com você”, esse é o princípio do amor ágape, honrar os pais independente do que eles são ou fazem.
- “e nutrir um profundo respeito”, a marca da juventude do mundo hoje é a falta de respeito para com os pais, ao se dirigirem a eles e ao se referirem a eles. Mas os jovens cristãos devem combater isso.
- “da mesma forma que gostaria de ser tratado”, pois os filhos de hoje devem ter em mente que um dia estarão de fato na posição de pais.

2.2. Contribuir para manutenção do lar.
- “contribuição espiritual ”, é aquilo que o jovem faz que afeta o campo espiritual, atualmente só em ter o jovem na igreja os pais já ficam gratos a Deus.
- “compartilhamento das coisas espirituais”, compartilhar as coisas espirituais dentro de casa faz com que o lar se torne uma parte do céu.
- “contribuição financeira”, alguns jovens agem com um certo egoísmo nessa área, pois ao começarem a trabalhar se esquecem de ajudar os pais financeiramente.
- “mantendo abertos os canais de comunicação”, mantendo o diálogo, as conversas, ainda que os pais sejam antiquados, deve haver um esforço para que haja assunto.

2.3. Ganhar a família não crente.
- “se todos pudessem dizer como Josué”, na época em que Josué disse essas palavras a religião era determinada pelo patriarca da família. Atualmente a religião é obtida pelo exemplo, pela convicção. Um pai de família conduz a sua casa aos caminhos do Senhor pela demonstração de fé e pelo seu exemplo.
- “quantos sofrem perseguição”, sobre isso Jesus proferiu a seguinte palavra:
“Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.” Mt 10.35,36
 Era sobre esse contexto que Jesus estava dizendo.
________________________________________
3. O preparo para construir uma família

3.1. Motivações erradas para casar.
- “necessita de motivações corretas”, a motivação é o sentimento que nos impulsiona a realizar algo, esse sentimento está relacionado ao que a pessoa conseguirá no final, quando a pessoa alcança o seu objetivo ou percebe que ele é inalcançável então a motivação acaba. Num casamento se a motivação não for correta a pessoa pode se desanimar no meio da caminhada.
- “sair da casa dos pais, pois querem liberdade”, por incrível que pareça essa tem sido a fonte de motivação de muitos jovens para o casamento. Esses acabam como o filho pródigo.
- “para poderem fazer sexo sem pecar”, o sexo antes do casamento é fornicação e é pecado, quem decida casar-se para fugir disso irá se deparar com outros problemas e alguns passarão de fornicadores para adúlteros.
- “por causa de “visões, revelações e profecias”, alguns acreditam que o Senhor é quem arranja os casamentos e revela a seus servos quem é a pessoa ideal. Mas sabemos que o Senhor respeita o nosso livre arbítrio.
3.2. Motivações corretas para casar.
- “É comportamento, comprometimento, atitude e ação”, o amor não deve estar somente no campo das ideias, das emoções. Deve ser expressado em atitudes e o casamento é o melhor lugar para se demonstrar o amor pela esposa e pela família.
- “A paixão passa; o amor fica”, a paixão também é demonstrada em atitudes, mas geralmente ela leva para a sensualidade e tendo satisfeito os desejos da paixão essa perde força e acaba, mas com amor essas atitudes são demonstradas em muitas áreas. Algumas paixões, se forem alimentadas corretamente podem se transformar em amor.
- “meu(minha) melhor amigo(a)”, cada um dos casados devem desejar ser amigo um do outro.

3.3. Preparando-se para o casamento.
- “bagagens que são levadas para o casamento”, se refere à manias, traumas, lembranças, complexos e outras coisas que as pessoas não conseguem se livrar facilmente.
- “Quem casa quer casa”, essa expressão serve para dizer que “quem casa precisa de casa”, precisa de estrutura para viver uma vida de casado.

CONCLUSÃO
- “encontramos orientação, resposta e direção”, os jovens devem estudas a Palavra de Deus para obter essas orientações para sua vida. Muitos casamentos são passageiros devido a falta de preparo de alguns jovens. Professor(a), oriente seus alunos a buscarem as orientações corretas, principalmente se a classe for de jovens, mas se for classe de adultos, ensine-os a serem orientadores dos jovens.
- Faça o resumo e corrija o questionário.

Marcos André – professor

Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.