sábado, 5 de março de 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 10 - Revista Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 10
(Revista: Central Gospel - nº 45)

Tema: LIVRO DE PROVÉRBIOS PARTE II (PV 10.1 – 22.16)

Texto Áureo: Provérbios 10.29,30
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição se concentre nos objetivos de Deus para seus filhos com o livro de Provérbios.
- “considerar o leitor como todos”, é como se o sábio estivesse falando diretamente conosco, como se estivéssemos ouvindo conselhos do próprio Senhor.
- “protagonista da história”, é o personagem mais importante da trama, ou seja, o personagem principal, em torno do qual tudo acontece. Nós somos as pessoas mais importantes para o Senhor, por isso Ele inspirou o livro de Provérbios.
_______________________________________________
1. A TEOLOGIA DA SABEDORIA
- “a sabedoria existe desde a eternidade”, a sabedoria pode ser definida como o acúmulo do saber, ter conhecimento.
- “inseriu as características determinantes”, são as características que determinam o que é sabedoria ou não, por exemplo, uma característica da sabedoria é o temor a Deus, isso foi inserido no momento da criação.
- “ordem moral”, se refere a classificação de importância das coisas, conhecendo o Ser supremo criador de tudo e os seres inferiores, conhecer isso é ter sabedoria.  

1.1. Como interpretar o livro de Provérbios
- “são um tanto pitorescos”, significa que são interessantes, curiosos, diferentes, como este:
“Como as pernas do coxo, que pendem flácidas, assim é o provérbio na boca dos tolos.” Pv 26.7
- “com mentalidade tribalista”, sem a ideia de nação, com conceitos de tribo, se refere ao povo judeu da época.
- “nômade”, quer dizer andarilho, que muda de localização.
- “demanda concisa interpretação”, quer dizer que requer uma interpretação clara.
- “escrito na forma de poesia”, com recursos poéticos que infelizmente não podem ser transmitidos com as traduções, por isso não percebemos a beleza poética de suas palavras.
__________________________________________
2. A PRIMEIRA COLEÇÃO DE PROVÉRBIOS SALOMÔNICOS: TÓPICOS POPULARES
- “reflitam Seu caráter”, quer dizer, que demonstrem o mesmo caráter, como Davi demonstrava o mesmo coração de Deus.
- “relações interpessoais”, relações entre pessoas, quer dizer que os filhos de Deus deveriam se relacionar entre si de forma sensata conforme os ensinos de Provérbios.


2.1. O uso da língua
- “perspectiva equilibrada”, quer dizer que se espera o equilíbrio no uso da língua. É sabedoria usar a língua com moderação, falar com cuidado e de forma pensada.
- “hipocrisia - peçonha mortal”, hipocrisia é fingir ser algo que não é, dissimular os sentimentos e peçonha é veneno das cobras, aqui está afirmando que a hipocrisia é colocada em prática pela língua e é como um veneno que a cobra inocula no bote.
- “incendiada pelo inferno”, quer dizer que as palavras destruidoras que saem da boca vem de Satanás, que já encheu o coração da pessoa e a boca fala aquilo que o coração está cheio.
- “pode ser aperfeiçoada em resultado”, quer dizer que proferir a verdade vai melhorando o resultado dela na pessoa, cada uma dos versos da referência de Pv 12.17,19,22 mostram uma consequência de se proferir a verdade.
- “por meio de fofocas e boatos”, a fofoca é a disseminação de informações não autorizadas sobre alguém ou alguma instituição, e tanto o que passa a informação como o que ouve são agentes da fofoca.
           
2.2. Disciplina pessoal
- “diligência”, significa zelo, cuidado, ter diligência é não ser preguiçoso e nem relaxado.
- “justiça”, significa fazer o que é certo, não é ser bonzinho, mas ser justo.  

2.3 Emoções
- “de serem somatizadas”, somatizar significa transformar um problema psicológico em consequência física, por exemplo, existem doenças no corpo que vem de um problema psicológico. São difíceis de diagnosticar.
A inveja e a ira são emoções humanas que podem promover essa somatização.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “verbalismo”, é a expressão falada das coisas, algo verbalizado é algo falado. O alerta de Paulo Freire é que a verbalização é o ensino no campo da teoria e somente isso.
- “ativismo”, é a execução de tarefas indiscriminadamente, realização de trabalho sem parâmetros e nem planejamento.
- Faça o seu resumo e exponha à classe.
- Corrija o questionário.

Boa aula!

Marcos André – professor

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Um comentário:

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.