quinta-feira, 17 de março de 2016

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 12 - Revista da CPAD - ADULTOS



AULA EM 20 DE MARÇO DE 2016 – LIÇÃO 12
(Revista: CPAD)

Tema: Novos Céus e nova Terra
Texto Áureo: Isaías 65.17
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição esteja pronto para responder as diversas indagações, o professor da EBD não deve se envolver em questionamentos muito complexos, se for levantada alguma questão teológica muito aprofundada, recomendo que anote para falar com o aluno em outro momento.  
- “afetaram toda a criação”, se refere às maldições que a terra recebeu quando Adão pecou, a restauração iniciará no milênio.
- “beneplácito”, significa consentimento ou aprovação.
- “plenitude dos tempos”, se refere aos fins dos tempos, quando tudo estiver consumado.
__________________________________________
I - TODAS AS COISAS SERÃO RENOVADAS

1. Deus criou os céus.
- “espaço sideral”, é o espaço acima da atmosfera terrestre onde estão os planetas e estrelas.
- “Céu”, morada de Deus”, esse é o lugar que está num plano espiritual, acima do nosso entendimento e compreensão, note que o comentarista coloca com letra maiúscula.

2. A renovação divina dos céus.
- “expurgando os efeitos da Queda”, significa limpar, purificar.  Muitos acreditam que Deus não purificará a natureza anterior, mas que destruirá a primeira natureza e fará uma nova.
- “e do homem”, o ser humano é o principal agente transformador da natureza, destrói florestas, polui rios e desequilibra eco sistemas inteiros. Atualmente o ser humano está sofrendo a ação demoníaca e por isso está destruindo o meio ambiente ferozmente como foi a tragédia do rio Doce em Minas Gerais quando deslizou a barragem em Mariana.
- Professor(a), é importante ler as referências.
__________________________________
II - NOVOS CÉUS E NOVA TERRA

1. Em Cristo, céus e terra serão congregados.
- “serão congregados”, o significado é que os haverá trânsito livre entre os Céus e a Terra.
- “o propósito divino é uma nova criação”, isso é expresso literalmente no texto de 2 Pe 3.12  
- “restaurados pelo fogo”, essa afirmação está baseada na referência abaixo:
“Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?”  2 Pe 3.12

2. Novos céus e nova terra.
- “tem sido perseguida ao longo da História”, a Igreja de Cristo faz parte de um Reino que não é desse mundo e que faz oposição aos reinos dominantes e por isso é tão perseguido, mas no milênio será instaurado o reinado de Jesus e após o Juízo Final será implantado o Reino de Deus.
- “nenhuma ação maligna ou humana”, ainda que o Reino de Cristo esteja em funcionamento no período do milênio, ao final dele Satanás será solto por um breve período e só após o Juízo Final será plenamente instaurado com o Novo Céu e a Nova Terra.
- “não haverá lembrança das coisas passadas”, ao que parece nem os santos terão essas lembranças.

___________________________________________
III - NOVA JERUSALÉM

1. Foi preparada no céu.
- “lugar santo de comunhão e relacionamento com Deus”, o ser humano estará retornando à comunhão que havia antes da queda no jardim do Eden. Será provavelmente como era o jardim do Éden, talvez no mundo inteiro somente na Cidade Santa haverá a presença de Deus e haja trânsito livre de todos os homens a Ele.
- “uma linda praça”, a palavra linda deve ser insuficiente para classificar a formosura da praça e da cidade. Com certeza não nenhum local na Terra para comparar com a cidade.
- “árvore da vida” em suas margens”, essa árvore com certeza é a mesma que estava no Éden a qual foi vetado o acesso ao homem após a Queda. Com a restauração do ser humano à primeira condição, passará também a ter o acesso restaurado à árvore da vida.
- “sofremos com a degradação do meio ambiente”, a cada ano as duras consequências do desequilíbrio climático causado pela intervenção humana na natureza se intensifica mais. Os resultados desse desequilíbrio são:
Efeito El Niño – aquecimento das águas do oceano pacífico que gera consequências em todo o planeta.
Efeito Estufa – é o aquecimento natural do planeta, porém com a degradação ambiental tem entrado em descontrole.
Aquecimento Global – é a resultante do descontrole do efeito estufa provocando o aquecimento da temperatura na superfície do planeta como um todo.

2. O muro e as doze portas.
- “são os nomes das doze tribos de Israel”, para sempre haverá o registro da promessa feita a Abraão. Ainda que seja agora um só povo no céu, mas haverá esse memorial da fidelidade de Deus.
- “de ouro puro, como vidro transparente”, há incoerência nessa afirmação, pois João está descrevendo o ouro e semelhança de vidro transparente. Na verdade João estava vendo algo que  ele não sabe como descrever.
- “representam a fidelidade de Deus para com Abraão”, os nomes das portas demonstram como Deus cumpriu as suas promessas para com os patriarcas.

3. Os doze fundamentos da cidade.
- “doze fundamentos”, os fundamentos eram a parte mais forte do muro como a estrutura para se erguer o restante da obra, como coluna.
- “nomes dos apóstolos nos fundamentos representam a Igreja”, os nomes dos apóstolos neles representam os fundamentos da fé da Igreja, pois foi com os apóstolos que tudo começou.
- “A cidade tem formato cúbico”, será uma cidade verticalizada, essa é uma tendência futurista do planeta, mas não se sabe como serão exatamente essas medidas.

4. Ali não haverá mais tristeza.
- “não haverá mais morte”, a morte é o grande temor natural de todo ser humano, todos temem a morte com maior ou menor intensidade. Mas na restauração dos Céus e Terra esse temor desparecerá.
- “Não haverá luto nem lágrimas”, provavelmente o versículo da referência está se referindo as lágrimas pela dor do luto.
- “não necessita de sol nem de lua”, o sol e os movimentos de rotação e translação da Terra demarcam o tempo, por isso há uma possibilidade de a humanidade não estar debaixo das regras temporais.

5. Não haverá pecado nem pecadores.
- “os ímpios que não se arrependerem ficarão de fora”, não quer dizer que haverá pessoas residindo do lado de fora de Cidade Santa, porque após o julgamento final todos os ímpios serão lançados no lago de fogo.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “Um dos hinos da Harpa Cristã declara”, se refere ao hino 556 da Harpa “A Bela Cidade”.
- “Metade da glória celeste”, significa que o ser humano não tem nem ideia do que está sendo preparado no porvir.
- “que com Ele reinarão, na Nova Jerusalém”, Jesus e seus santos estarão para sempre juntos. Seremos um com Cristo e o Pai.

Marcos André – professor

Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

4 comentários:

  1. Vocês estão de parabéns por este trabalho abençoado e edificante,gostei muito,DEUS continue abençoado este trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo Kleber, Deus continue te abençoando, estamos trabalhando para dar mais qualidade aos esboços.

      Paz de Jesus meu irmão.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.