quinta-feira, 24 de março de 2016

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 13 - Revista da CPAD - ADULTO


AULA EM 27 DE MARÇO DE 2016 – LIÇÃO 13
(Revista: CPAD)

Tema: O Destino Final dos Mortos

Texto Áureo: 1 Coríntios 15.19
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição você estará lidando com teorias e interpretações, por isso bom estudar as referências que a lição dá. Lembre-se que nesse domingo é páscoa do Senhor por isso é interessante fazer uma alusão a essa comemoração.
- “destino final dos ímpios e dos salvos”, se refere ao tempo em que estiver tudo consumado, após o juízo final.
- “um futuro glorioso ao seu lado”, na profecia sobre o arrebatamento fala que estaremos sempre com o Senhor Jesus. 1 Ts 4.17
- “sofrimento e a condenação eterna”, professor(a), esteja ciente de que há impasses quanto a esse sofrimento eterno, alguns eruditos não concordam que seja literalmente eterno, acreditam que haverá uma aniquilação dos ímpios ao final de tudo, porém são pontos de vistas que não devem ser debatidos numa aula dominical.  
__________________________________________
I - O ESTADO INTERMEDIÁRIO

1. O que é?
- “física e a ressurreição, tanto dos salvos, como dos ímpios”, a ressurreição dos salvos ocorrerá no dia do arrebatamento da Igreja e a ressurreição dos ímpios somente no Juízo Final, fica a pergunta onde estão os ímpios e os salvos hoje enquanto não ocorre o arrebatamento e o Juízo Final? O local é o Hades como veremos a seguir.
- “A Palavra de Deus afirma que não existe purgatório”, na verdade a Palavra não afirma que existe. Essa é uma cresça católica.
- “que também não há o “sono da alma””, é uma cresça adventista de que a alma entra num estado de sono até a sua ressurreição.
- “reencarnação, como creem alguns”, é uma cresça do espiritismo e muito popular.

2. O Sheol e o Paraíso.
- “termo hebraico que pode significar sepultura”, o Antigo Testamento foi escrito em hebraico e quando se usava a palavra sepultura era usado o termo “sheol” e no Novo Testamento que foi escrito em Grego se usou a palavra “hades”.
- “lugar de punição para os ímpios”, são dois os ligares de punição para os ímpios, o hades (inferno) e o lago de fogo, esse lago de fogo é o local definitivo para os condenados e o hades é o intermediário.
- “tradutores da Septuaginta”, aqueles que traduziram as Escrituras do hebraico e aramaico para o grego, editando a versão conhecida como Septuaginta.
- “Aparece apenas três vezes no Novo Testamento”, a palavra “paraíso” se refere ao local intermediário para os mortos e Cristo, seria o Seio de Abraão.

3. O lugar dos mortos.
- “que se refere a Lázaro e ao rico”, os teólogos não reconhecem esse texto como uma parábola de Jesus, acreditam que Jesus estava contando um fato que realmente ocorreu.
- “Myer Pearlman”, foi um judeu nascido na Escócia em 1898 que se converteu a Jesus, foi morar nos Estados Unidos e escreveu o famoso livro: “Através da Bíblia Livros por Livro”.
- “libertou os santos do Antigo Testamento”, a palavra “libertou” foi usada porque mesmo sendo um paraíso, os servos de Deus não poderiam sair de lá.
- “foi trasladado para as regiões celestiais”, alguns acreditam que ainda exista o Seio de Abraão separado por um abismo do Hades, como na parábola do rico e Lázaro.
__________________________________
II - A SITUAÇÃO DOS MORTOS

1. O estado intermediário dos salvos.
- “que honra têm os salvos ao morrer”, apesar dos salvos terem a segurança de irem para o paraíso após a morte, todos temos o receio da morte, isso é natural, porque o corpo humano não foi feito para experimentar a morte.
- “Hoje estarás comigo no Paraíso”, esse homem foi salvo sem ter participado de Santa Ceia, batismo ou qualquer outra obra na igreja, mostrando que para ser salvo é somente necessário confessar a Cristo como salvador da alma. Parece fácil ser salvo, mas manter-se salvo é extremamente difícil.

2. Os justos são recebidos pelo Senhor.
- “aparece, falando com Jesus no Monte”, ele ainda era o mesmo Moisés, não mudou de identidade e nem personalidade.
- “para o salvo, a morte é um ganho”, não que o salvo deva ficar feliz em morrer, mas que ele deve saber que a morte é uma possibilidade que não o fará mal.
-“isto é ainda muito melhor”, todos devemos alcançar essa maturidade de Paulo, para isso é preciso ter um relacionamento profundo com Jesus. Esse tipo de maturidade livra os crentes de muitos problemas inúteis como brigas, rixas, desavenças, ciúmes e outras coisas que afetam aqueles que não tem maturidade cristã.

3. O estado intermediário dos ímpios.
- “estado intermediário”, se refere em como a alma estará no hades, estará consciente de quem é e de sua situação.
- “se desvie do inferno que está embaixo”, o inferno na verdade não existe no plano físico, dessa forma não pode ser encontrado no mundo ou fora dele, não está no centro da Terra como algumas superstições apontavam. Está num plano espiritual.
- “ali eles vão se lembrar dos que ficaram na Terra”, isso mostra que o sofrimento dos ímpios será acrescentado por saberem que suas famílias estarão também perdidas.
- “estes não podem ser consolados por ninguém”, o abandono é uma característica do inferno. Algumas religiões orientam a pessoa a fazer preces pelos mortos, mas com base nesses textos aprendemos que isso é inútil.
___________________________________________
III - O DESTINO FINAL DOS MORTOS

1. O estado final dos salvos.
- “Após a primeira ressurreição”, experimente perguntar para os alunos, que primeira ressurreição é essa, quando ocorrerá? Veja se alguém sabe. Essa ressurreição será no arrebatamento da Igreja.
- “Seus corpos ressuscitarão”, e os que estiverem vivos no momento do arrebatamento terão seus corpos transformados.
- “semelhante ao corpo de Jesus ao ressuscitar”, por isso Jesus é chamado de a primícias dos que dormem, porque assim como primícias eram os primeiros frutos da terra, Ele foi o primeiro a ressuscitar com um corpo incorruptível sendo o primeiro fruto do evangelho.

2. O estado final dos ímpios.
- “Seu destino final é o lago de fogo”, um local semelhante ao hades, feito para satanás e seus anjos, mas após o Juízo Final todos os condenados serão lançados ali.
- “muitos ímpios ficam impunes”, praticam maldades ocultamente, algumas pessoas chegam a pensar que Deus não existe porque não pune a todos, mas no Juízo Final todos os segredos serão revelados e todos que ficaram impunes terão a devida punição.
_____________________________________
CONCLUSÃO
- “que a vinda de Jesus poderá acontecer a qualquer momento”, alguns estudiosos apontam a vida de Cristo para algum momento dessa década ou da próxima.
- “maior acontecimento escatológico de todos os tempos”, após o arrebatamento, todos os acontecimentos serão tremendos e mirabolantes.

Marcos André – professor

Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.