sexta-feira, 29 de abril de 2016

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 5 - Revista Betel


AULA EM 1º DE MAIO DE 2016 – LIÇÃO 5
(Revista: Editora Betel)

Tema: O Amor Puro e Insondável, Proveniente de Deus

Texto Áureo: Lucas 10.2
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nessa lição procure demonstrar como o amor de Deus é indispensável para a vida do crente. Certamente os alunos terão muitas reclamações a fazer sobre a falta desse amor nas igrejas, procure equilibrar os ânimos mostrando que ainda há amor na Igreja de Cristo.
- “primeira característica do fruto do Espírito Santo”, convém mencionar que o fruto do Espírito é único e que possui nove características de acordo com o texto de Gálatas. Não se diz frutos do Espírito.
- “Não o amor na ótica humana”, o amor como o ser humano entende, condicional e misturado com paixão.
- “amor insondável de Deus”, amor que não se pode sondar e nem tão pouco entender.
__________________________________________
1. Amor: um dom divino
- “cultivada por nós”, quer dizer que para que esse amor de Deus possa crescer em nós é preciso que cuidemos dele, mesmo que a pessoa seja crente de carteirinha, se ela não cultivar o amor de Deus dentro de si, esse amor se apaga.

1.1. O amor identifica o servo de Cristo
- “Paulo escolheu a palavra “ágape””, essa palavra resumia a o que Paulo estava se referindo, porém na época em que João Ferreira de Almeida Traduziu essa carta a palavra que ele entendeu que melhor identificava o amor puro era “caridade”.
- “sem nada querer em troca”, isso reflete uma grande característica desse amor de Deus, ele é “incondicional”, não impõe condições para que exista.
- “O amor já tem em si ferramentas”, uma dessas ferramentas é a preocupação com as pessoas, outras seriam a empatia, a gentileza, etc. Ferramentas que mostram que a pessoa possui o amor de Deus em sua vida.
- “aja como um verdadeiro servo de Cristo”, não tem como ser servo de Jesus se não possuir o amor que Ele apresenta ao mundo.

1.2. Amor, essência do Evangelho
- “qualidades que são acrescidas por quem desenvolve”, quer dizer que são qualidades que podem ser acrescentadas na vida da pessoa que desenvolve esse amor.
- “a essência do Evangelho”, quer dizer que o amor é o elemento essencial para que o Evangelho exista, ou seja, se não houver amor não há Evangelho.
- “Viver em amor é o produto de uma vida santa”, quer dizer que viver em amor é o resultado de um viver santo e sem contaminação. Se a pessoa deixar sua intimidade com Deus ser prejudicada por essas situações então ela não conseguirá viver em amor.

1.3. Amar pregando o Evangelho
- “nos assustam com imagens violentas”, são imagens de decapitação, assassinatos, assaltos, estupros e muitas outras atrocidades transmitidas pela TV e internet o tempo todo.
- “como o mundo está morto no maligno”, é a interpretação para a afirmação de que “o mundo jaz no maligno” 1 Jo 5.19
- “visam em todo o tempo colocar temor em nossos corações”, esse é um objetivo de Satanás que é o grande idealizador dessas imagens.
- “que é anunciar o Evangelho”, o anúncio do Evangelho é a proclamação da derrota do diabo, por isso ele tentará a todo custo parar essa proclamação.
- “demonstrar amor através da pregação”, pregar por amor é bem diferente do que alguns tem feito atualmente, pregando por status, por vaidade ou para ganhar dinheiro.
_____________________________________________
2.  Compartilhando o amor

2.1. Relacionamentos comprometidos
- “uso indiscriminado dos meios tecnológicos”, as pessoas que usam demais essas tecnologias, com suas redes sociais deixam de viver a aproximação física nos relacionamentos.
- “focados em seus aparelhos eletrônicos”, seria interessante as famílias se colocarem regras do tipo, ninguém deve acessar redes sociais nos momentos de confraternização familiar.
- “onde as famílias não se comunicam como antes”, esse problema afeta todas as famílias da Terra, mas na Igreja  de Jesus ele é mais forte, pois afeta a comunhão das pessoas da família com Deus também, pois tira tempo da oração e da leitura da Palavra.

2.2. O esfriamento do amor
- “que haviam de surgir quando o fim se aproximasse”, o detalhe é que esses falsos profetas estão nas igrejas desde sua fundação em Jerusalém, deram trabalho aos apóstolos, aos pais da Igreja, aos apologistas e até hoje estão por aí. O problema é que hoje eles estão em grande número e alguns arrastam multidões.
- “que a mídia tem trabalhado sem pestanejar”, a mídia é o sistema de informação da nação composta pelos meios de comunicação Programas de TV, rádio e jornais.
- “impossível que um coração amedrontado produza amor”, a pessoa com medo, desconfia de todos, não aceita ajuda de ninguém e por isso não consegue viver em comunhão, desenvolvendo o amor.

2.3. Difundindo o verdadeiro amor
- “expressar o amor de maneira verdadeira”, muitos acreditam que amor verdadeiro é só o de Deus, na verdade o amor de Deus é o amor perfeito que gera em nossos corações o amor verdadeiro. Algumas pessoas perdem as esperanças e por isso acreditam que no mundo não há mais possibilidade de salvação para as pessoas.
- “ele poderá sim transferir este amor a outrem”, é preciso deixar o amor de Deus transbordar em nós e assim poderemos atingir a outros com esse amor, as pessoas logo sentirão os efeitos desse amor em nós.
- “amor personificado, que é Cristo.
- “uma vida devotada em espalhar o amor”, significa apregoar ao mundo o amor de Deus através de nossas palavras, nossos exemplos e atitudes.  
________________________________________
3. Lições práticas
- “ter uma relação racional com o Criador”, essa relação racional com Deus é o filtro para sabermos se nossa espiritualidade está de acordo com o querer de Deus. Isso é necessário porque existem muitos crentes que querem ser espirituais, mas estão magoando as pessoas com suas palavras e ações e as afastando do amor de Deus.

3.1. Os benefícios do amor
- “se não estivermos dispostos a dividi-los”, o amor é como um rio, só funciona se a água for corrente, se ele estiver parado em nós, para de jorrar de Deus, precisamos distribuir amor aos outros irmãos e até aos que não professam essa fé.
- O Evangelho é melhor pregado com ações do que com palavras.

3.2. A prova do amadurecimento
- “é dado de maneira graciosa”, quer dizer que é dado gratuitamente, ou seja, não depende de nossas obras. É importante esclarecer que esse fruto do Espírito não são os dons espirituais.
- “que não está maduro é saboroso”, esse amadurecimento se refere ao ganho de experiência e conhecimento que precisamos ter para viver na obra de Deus e transmitirmos esse fruto a outros.
- “na alma e no espírito”, aqui a palavra “espírito” aparece com e minúsculo porque se refere ao espírito do homem, que foi soprado no Éden e todas as pessoas possuem. Nós somos compostos de corpo, alma e espírito, esses são os elementos do ser humano.

3.3. Ganhando almas pelo amor
- “apelos midiáticos”, são os apelos que a mídia tem propagado, alguns deles são erotismo, medo, consumismo, espiritismo e outros.
- “não se deixando envolver”, precisamos usar a mídia, mas precisamos ser inteligentes para entender onde estão as armadilhas para nos influenciar.
- “o maior número possível de almas”, Deus quer que Seu amor seja espalhado pelo mundo através de nós.

CONCLUSÃO
- “valorizar ainda mais o desenvolvimento do amor”, às vezes valorizamos demais uma suposta espiritualidade, para mostrarmos que somos mais ungidos do que os outros, quando na verdade deveríamos mostrar que somos menores do que outros para compartilhar com eles o amor do Pai.
- “abandonando os novos costumes”, se referindo ao aprisionamento que a internet tem feito conosco através das redes sociais e jogos eletrônicos.
- Faça o resumo e corrija o questionário.

Marcos André – professor

Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

2 comentários:

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.