sábado, 2 de abril de 2016

ESCOLA DOMINICAL EDITORA BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 1 - Revista Betel

INCOMPLETO

AULA EM 03 DE ABRIL DE 2016 – LIÇÃO 1
(Revista: Editora Betel)

Tema: Tecnologia: Maldição ou Benção?

Texto Áureo: Mateus 24.12
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nessa lição apresente a revista e passe os temas das aulas para que os alunos visualizem os conteúdos desse trimestre.
- “O uso exagerado da tecnologia”, o ser humano se coloca a disposição da tecnologia, não usa mais as inovações, mas é usado por elas. Tem pessoas esquecem a carteira e a Bíblia, mas jamais esquecem o celular.
- “algumas anomalias para dentro”, usar as tecnologias não se constitui pecado, por isso os crentes fazem amplo uso delas, e muitos deles passam a se comportar exatamente como os ímpios, no caso passam a conviver bem mais tempo com o pecado do que se não usassem as tecnologias.
__________________________________________
1. A Revolução Industrial
- “advento da Revolução industrial”, a Revolução Industrial foi o surgimento da indústria e sua rápida difusão pela Europa. A revolução só foi possível com as invenções tecnológicas das máquinas de tear e os motores a vapor, surgindo assim a indústria.

1.1. A entrada no mundo virtual.
- “realizar de maneira mais rápida o trabalho”, antes todos os produtos eram produzidos de forma manual (manufatura), mas com uso de máquinas esse processo ficou mais fácil e rápido.
- “cinematógrafo”, é um aparelho para a produção de imagens.
- “expansão das telecomunicações”, passou-se a valorizar a produção e transmissão de dados mais do que materiais.
- “chegar ao mundo virtual”, virtual é tudo aquilo que não existe como matéria, mas sim como dados que podem ser visualizados numa tela.

1.2. Uma arma perigosa.
- “dentro de uma área de controle”, área em que o a pessoa pode ser controlado por alguém.
- “o indivíduo como senhor de suas escolhas”, cada indivíduo decide sobre o que vai ver e o que não vai ver, dessa forma muitos permanecem com pecados ocultos até mesmo dentro das igrejas.
- “uma arma perigosa contra a sociedade”, a tecnologia virtual deveria ser uma arma para o bem, devido à possibilidade de transmissão de grande quantidade de informação, facilitando o estudo e a pesquisa, mas sabemos que muitas pessoas usam isso para o mal para se encherem de pecado e de muitas tentações.
- “Com a TV veio o vídeo cassete”, e depois surgiu o DVD, e com o computador foi possível transformar os dados do DVD em arquivo de vídeo, possibilitando sua transmissão via internet.

1.3. Perdendo a comunhão com Deus.
- “do PC (computador pessoal)”, antes do PC todo computador era industrial, integrado a um sistema específico para processamento de dados. Eram computadores enormes, mas a tecnologia possibilitou diminuir o tamanho desses aparelhos tornando seu uso fácil e doméstico.
- “criação da Internet”, a internet nada mais é do que a interligação de computadores no mundo inteiro, surgindo uma rede global.
- “tablets e smartphones”, são aparelhos que podem ser considerados computadores de bolso, devido a sua gama de processamento de informação semelhante a dos PC.
- “cada vez mais o indivíduo preso ao mundo virtual”, através de entretenimentos como jogos, divulgação de imagens e principalmente as redes sociais.
- “atingindo diretamente os relacionamentos familiares”, a partir do momento em que a pessoa se entretém usando o aparelho celular ou computador ela deixa de se relacionar com a família ou passa a fazer isso com menos intensidade.
- “e a comunhão com Deus”, a comunhão com Deus é a primeira coisa que cai, a pessoa deixa de orar e ler a Palavra e o resto é consequência.
_____________________________________________
2. A mídia tecnológica
- “as coisas do mundo em detrimento das coisas de Deus”, quando passamos a valorizar as coisas do mundo, consequentemente deixamos de valorizar as de Deus, isso é um fato.

2.1. Antenados sim, desligados não.
- “uso exagerado destes meios de comunicação”, algumas pessoas se tornaram dependentes desses meios de comunicações vivem completamente em off usando seus aparelhos o tempo inteiro.
- “ter, sim, conhecimento do que está acontecendo”, transmissão do conhecimento é uso mais adequado para a internet, mas algumas pessoas usam para fins ridiculamente inúteis como divulgação de fotos e mensagens sem nenhum proveito.
- “não pode nos escravizar”, o sangue de Jesus nos libertou de toda forma de escravidão, por isso não podemos aceitar sermos escravos novamente.  

- “é comum não estarem presentes no contexto”, em todo lugar notamos pessoas conectadas no mundo pelo smartphone, mas desligados do ambiente a sua volta.

INCOMPLETO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.