quinta-feira, 18 de agosto de 2016

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 8 - Revista Betel


AULA EM 21 DE AGOSTO DE 2016 – LIÇÃO 8
(Revista: Editora Betel)

Tema: Os tesouros do Reino de Deus

Texto Áureo: Lucas 12.21
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição procure as situações práticas que possam ilustrar sobre o tesouro no céu e as riquezas materiais, em como isso pode afetar os servos de Cristo.
- “tesouros materiais”, são os que podem ser manipulados, comprados, guardados no mundo, sofrem deterioração pelo clima e é cobiçado pelos criminosos.
- “tesouros espirituais e eternos”, não podem ser guardados no mundo, não sofrem ação da natureza e não podem ser roubado por ladrões.
__________________________________________
1. Os tesouros para com Deus
- “do ponto de vista de sua transitoriedade”, significa considerar o quanto são temporais e como podem ser pedidas facilmente.
- “Elas passam, acabam”, já houve casos de pessoas ricas que foram acometidas de enfermidades que consumiram suas riquezas, como a mulher do fluxo de sangue Mc 5.26.

1.1. O lugar de se ajuntar tesouros.
- “verdadeira riqueza para com Deus”, quer dizer que existe uma falsa riqueza, no conceito bíblico a verdadeira riqueza é aquela que dura para sempre e ninguém pode tomar da pessoa.
- “vai e vende tudo quanto tem para adquirir”, quer dizer que deixa tudo abre mão de tudo para possuir a verdadeiro tesouro.
- “é lá mesmo que devemos investir”, investimento é aquilo que fazemos para colhermos no futuro, assim é o untar tesouros no céu, colheremos no futuro, se bem que já podemos sentir benefícios desse tesouro aqui no tempo presente.

1.2. Qual tesouro devemos olhar?
- “caso eles sejam bons”, o conceito de olhos bons é dado na forma de olhar, se contemplarmos as pessoas e as situações com olhos bons poderemos ver a graça de Deus em tudo, mas forem maus veremos só tribulação e desgraça.
- “bondade e generosidade para com o próximo”, quando observamos o próximo com um olhar banhado no amor de Deus passamos a ver as qualidades das pessoas e deixamos de lado seus defeitos.
- “Para qual tesouro estamos olhando?”, quando alguém faz algo no Reino de Deus visando o bem das vidas e o engrandecimento do Reino, então está olhando para o tesouro do céu. Porém se alguém fazer algo visando o pode receber em troca então está olhando para o tesouro da terra, tesouro material.

1.3. O modo correto de servir a Deus.
- “não há qualquer neutralidade”, não tem como estar com o coração em nenhum desses tesouros, o coração sempre estará tranquilizado em um desses tesouros.
- “capaz de servir a Mamom, que são as riquezas”, quando alguém busca riqueza material acaba vivendo em função dela, sem perceber começa a deixar a Deus, a própria vida e família de lado.
- “desde que não se torne escravo das riquezas”, esses não buscam as riquezas, buscam a Deus e o Seu Reino com maturidade, por isso o Senhor os abençoou na área material.
_____________________________________________
2. O tesouro da fé versus ansiedade
- “um receio do que virá acontecer”, algumas pessoas ficam sem dormir, comem mal e tem distúrbios psicológicos por conta disso.
- “se dedicando às riquezas poderão escapar da ansiedade”, acreditam que se tiverem recursos financeiros suficientes poderão estar tranquilos quanto ao amanhã, mas isso é ilusão.

2.1. A proibição da ansiedade.
- “torna-se um sofrimento psicológico”, um sofrimento que perturba a mente da pessoa, tirando o sono e a tranquilidade.
- “uma enfermidade da alma por causa da falta de fé”, a fé é a qualidade que afasta diversas enfermidades da alma, dando segurança e tranquilidade ao servo de Deus. Existem pessoas que não compartilham dessa fé em Deus e que muitas vezes não suportam a ansiedade precisando tomar remédios e fazer tratamento médico.
- “coisas materiais e nelas pormos a nossa confiança”, A pessoa que acredita estar bem por conta de uma quantia significativa na poupança ou por dispor de muitos bens está colocando sua confiança nas coisas materiais.
- “nos proíbe definitivamente a que sejamos ansiosos”, aquele que percebe estar ansioso deve buscar a Deus e pedir-lhe que aumente sua fé, para que a ansiedade seja afastada.
- “dentro dos limites fixados por Cristo”, uma vida equilibrada na presença de Deus é andar nos parâmetros de Cristo, não buscando as riquezas materiais e nem largando sua família de mão.


2.2. A cura da ansiedade.
- “precisa de tratamento e cura”, as enfermidades na alma são difíceis de serem curadas porque alguns crentes acreditam que estão bem, por que cumprem as ordenanças do Senhor, mas na verdade não estão, pois não deixaram que a mensagem do evangelho faça morada em sua vida.
- “se esgota emocionalmente e tende à depressão”, chega a dúvida, pois a pessoa acreditava firmemente que estava muito bem diante de Deus, mas estava com o coração voltado para as obras e não na fé.
- “está em observar como tudo funciona”, se refere a observar a natureza como Jesus ensinou em Mt 6.26.
- “com médicos ou turismo”, isso porque em alguns tratamentos se recomenda fazer viagens.
- “Basta confiarmos nEle”, dessa forma entendemos que é necessário ativar a fé da pessoa, levando ela a confiar mais em Deus.

2.3. O que priorizar nesta vida.
- “através de uma linguagem de fé”, sempre conduzindo a pessoa a despertar a fé em Deus, dessa forma ela se aquietará na ansiedade.
- “pode atrair ainda mais dificuldades”, a pessoa inquieta gasta dinheiro onde não precisa e dá atenção a coisas desnecessárias.
- “inquirir sobre o dia que ainda virá”, é a pessoa querer saber sobre o futuro.
- “viver cada dia por vez”, atualmente, devido a complexidade da vida, temos a impressão de que o tempo passa mais rápido e dessa forma a vida fica parecendo que está passando muito veloz, quem vive na ansiedade vai acordar um dia e ver passaram dez anos parecendo que viveu somente um.
________________________________________
3.  Atitudes de valor no Reino dos Céus
- “cidadão do Reino dos Céus”, apesar de estarmos nesse mundo nós não somos daqui, estamos nos preparando para ir morar em outro lugar, no céu de Cristo.
3.1. Não julgar.
- “ser apressado para julgar alguém”, apesar de não estar sendo afirmado podemos dizer que o preconceito é um tipo de julgamento temerário, onde a pessoa é julgada precipitadamente por cor da pele ou local onde mora.
- “numa condição superior”, é quando a pessoa se julga numa condição melhor que outra, e por isso julga o outro.
- “revelaram-se de grande valor”, isso sempre ocorreu na história da humanidade e é muito narrado na Bíblia, como foi o caso de Davi que era julgado por seus irmãos no caso do gigante Golias.
“E, ouvindo Eliabe, seu irmão mais velho, falar àqueles homens, acendeu-se a ira de Eliabe contra Davi, e disse: Por que desceste aqui? Com quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção, e a maldade do teu coração, que desceste para ver a peleja.”, 1 Sm 17.28
3.2. Não dar aos cães as coisas santas.
- “não é uma maneira de desprezar pessoas”, se referindo ao texto de Mt 7.6 o Senhor Jesus está falando para não compartilharmos com os ímpios as coisas sagradas. Dessa forma parece uma ordem para desprezar essas pessoas, mas não é isso.
- “não faz sentido as verdades do Evangelho”, por exemplo, não tem muito efeito explicarmos para alguém, que não tem Jesus em sua vida, que a Santa Ceia simboliza o corpo e o sangue de Jesus, essa pessoa poderá zombar e debochar dessa informação sagrada.
- “aqueles por onde passavam pessoas, animais e carroças”, é a terra pisada, que é dura e seca e por isso a semente não pode germinar.

3.3. Perseverar.
- “Certas coisas, Deus logo nos atenderá”, principalmente aquelas que são para benefício do Reino de Deus.
- “até amadurecermos o suficiente”, quando a pessoa recebe algo antes da hora, ela pode acabar desperdiçando a benção.
- “porque não é a vontade de Deus”, simples assim. Algumas dessas petições que não serão atendidas porque futuramente poderão tirar a pessoa da presença de Deus.

CONCLUSÃO
- “ajuntar algo de valor diante de Deus ou na terra?”, a resposta para essa pergunta mostra que tipo de crente nós somos, por isso cada aluno deve responder para si mesmo.
- Faça o resumo para a revisão e corrija o questionário.

QUESTIONÁRIO

1. Uma vez verdadeiro tesouro para com Deus, o que devemos fazer?
R: Devemos investir toda a nossa vida nesse tesouro (Mt 13.45-46).

2. O que é servir Mamom?
R: É servir às riquezas (Mt 6.24).

3. A quem a ansiedade se opõe?
R: A fé em Deus (Mt 6.25).

4. Como podemos controlar a ansiedade?
R: Através de uma linguagem de fé (2Co 4.17-18).

5. O que é juízo temerário?
R: Julgamento alheio, precipitado e inconsistente (Tg 4.11-12).


Marcos André – professor


Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

4 comentários:

  1. A Paz do Senhor Pastor! Toda semana eu venho aqui em sua página para me aprofundar ainda mais nos estudos da EBD! Pela misericórdia de Deus sou professora da EBD já alguns anos e quero parabeniza-lo por esse blog. Deus te abençoe ricamente. Estou aqui no aguardo do esboço da Editora CPAD, lição 8 rsrs um forte abraço, irmã Mirielli SantoS, Vitória -Espírito Santo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém irmã Mirielli, obrigado pelo reconhecimento e pela valorização do nosso trabalho aqui no CLUBE DA TEOLOGIA, falta eu postar a 2ª parte do esboço.
      Paz de Jesus para você e sua casa.

      Excluir
  2. A Paz pastor Marcos,também sou grato pelo seu trabalho tem me ajudado muito, sou professor também da EBD classe jovens, também formado em teologia pela Mackenzie. Ótimo trabalho parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber disso meu querido, obrigado por comentar nesse espaço. Estamos sempre a disposição.

      Abraços

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.