domingo, 14 de agosto de 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 8 - Revista Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 8
(Revista: Central Gospel - nº 47)

Tema: A DEPENDÊNCIA QUÍMICA

Texto Áureo: João 8.31
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- “substâncias químicas”, se referindo às drogas, tanto as lícitas como as ilícitas.
- “preferem evitá-lo”, configurando assim a ignorância.
- “entre nós, muitos tem sofrido”, entre nós os crentes, se referindo aos pais cristãos que possuem filhos viciados e até mesmo a crentes que não conseguem abandonar o vício e vez por outra tem recaídas.
_______________________________________________
1. CONCEITOS IMPORTANTES RELACIONADOS À DROGADIÇÃO
- “perfil pré-definido”, um perfil pelo qual podemos dizer que no futuro a pessoa poderá se tornar um viciado.
- “adicto”, é o que adquiriu, no caso aqui, que adquiriu o vício.

1.1. Breve histórico dos entorpecentes
- “substâncias psicoativas”, são substâncias que atuam no psicológico do indivíduo causando a dependência psíquica.
- “rituais xamânicos”, eram rituais praticados pelos antigos usando a magia, na busca do contato com o mundo espiritual por meio do transe, era aí que entrava as drogas.
- “surgir proibições globais relacionadas ao uso”, após o fortalecimento das democracias cresceu a ideia de que o estado deve proteger seus cidadãos e com isso veio as proibições do uso de drogas que causam dependências, até mesmo o álcool chegou a ser proibido em alguns países.

1.2. Significado de drogadição
- “álcool e medicamentos”, são chamadas lícitas por ser permitido o uso dentro de certos limites, nesse caso essas são as que mais causam danos à sociedade.
- “que se trata de uma doença”, por isso o dependente químico necessita de tratamento.

1.3. Perfil dos adictos
- “propensão genética”, é algo que indivíduo traz na sua herança hereditária que o torna vulnerável ao efeito psicológico do entorpecente.
- “substâncias químicas durante a adolescência”, é a faze em que o indivíduo está buscando se associar e ser aceito nos diversos grupos de amigos, com isso se torna facilmente influenciável pelas amizades.

1.3.1. A drogadição é um flagelo pós-moderno
 - “forma de recreacional”, quer dizer nos momentos de recreação, ou seja, de lazer, geralmente ocorre muito cedo na faze da juventude.
- “visando o escape da realidade”, a realidade não é muito interessante para a maioria das pessoas, principalmente para aqueles que não possuem Deus na sua vida, são problemas dos mais variados e diversos conflitos internos, por isso muitos adentram para o mundo das drogas lícitas e/ou ilícitas.
- “a legalização das drogas”, há certos setores da sociedade que apoiam a legalização das drogas, como maconha e cocaína, outros lutam pela liberação apenas da maconha. A posição das igrejas evangélicas e católica são contrárias a qualquer tipo legalização. Professor poderá ser que surja algum debate por conta dessa pergunta, tenha em mente a posição da tua igreja nessa questão.  
__________________________________________
2. LEGALIZAÇÃO DAS DROGAS: PPORQUE NÃO?
- “omitir-se”, é não fazer nada, não agir, ficar parado sabendo que pode fazer alguma coisa. Infelizmente algumas igrejas mantém seus membros a parte das questões sociais.
- “descriminalizar”, é fazer com que deixe de ser crime, no caso das drogas ilícitas seria mudar alguns artigos do Código Penal Brasileiro.
- “postulado”, é aquilo que eles postulam, que requerem e que argumentam.

2.1. A liberação das drogas representará uma diminuição nos índices de violência
- “a violência continuará a existir”, a violência existe pelo ódio e pelo descontrole das pessoas, isso não deixará de existir liberando as drogas.
- “extensão dos efeitos do álcool”, quer dizer que o que acontece atualmente com o álcool passaria a acontecer com as drogas liberadas.
- “mais adictos”, ou seja, o número de viciados aumentaria.

2.2. A liberação das drogas extinguirá o tráfico
- “comércio paralelo de entorpecentes”, essa é uma argumentação antiga, os defensores da liberação das drogas afirmam que o crime organizado deixará de existir. Na verdade existem diversos ramos para onde o crime organizado migraria, como o sequestro, roubo de carros e de cargas.
- “entorpecentes a baixo custo”, provavelmente não liberariam todo tipo de droga, pois nenhum governo em sã consciência liberaria o crack, por exemplo, dessa forma haveria tráfico de crack e outras drogas ainda ilícitas.

2.3. A liberação das drogas representará uma redução da população carcerária
- “portarem entorpecentes para consumo pessoal”, a lei apenas é mais branda para os usuários.
- “a construção de presídios”, alguns traficantes quando são presos continuam comandando o trafica de dentro dos presídios.

2.4. O uso da maconha precisa ser descriminalizado para fins terapêuticos
...

3. A IGREJA E O DROGADICTO
- “sofrido ativa e passivamente”, ativamente é devido ao uso e passivamente é devido a ter um ente querido viciado.
- “aura de moralidade”, parece imoral admitir em meio evangélico o uso de drogas, ninguém se sente a vontade com situações desse tipo, por isso muitos crentes que passam por esse problema se omitem.

3.1. Um mal que acomete as três dimensões do ser
- “antropologia bíblica”, é a ciência que estuda o ser humano à luz da Bíblia.
- “que dê conta dessas três instâncias”, um tratamento que considera essas três áreas é um tratamento completo.

3.2. Ações práticas
- “abordagem moral”, é a abordagem que geralmente condena, pois do ponto de vista moral a pessoa será vista sempre como errada.
- “incentivar a fé”, a fé é o sentimento que sustenta a pessoa nas suas convicções e a fé em Deus promove também a esperança e o amor, dessa forma a pessoa conseguirá ter força para enfrentar um tratamento.
- “sofrem de codependência”, o familiar codependente se torna obsessivo quanto ao dependente, veja essa definição:
“O codependente é aquele que deixou-se influenciar pelo comportamento de outra pessoa, e que vive obcecado em controlar o comportamento desse outro.”
______________________________________
CONCLUSÃO
- “abriga alguém que se sente...profundamente diminuído”, a pessoa sofre tentando parecer forte e quanto mais se depara com essa situação mais se vê necessitado do uso das drogas, é preciso quebrar esse círculo vicioso.
- “Alcança a integralidade do ser”, alcança o ser por inteiro, tratando as três áreas do ser, corpo, alma e espírito.
- Faça a revisão com a classe.
- Corrija o questionário.

Boa aula!


Marcos André – professor

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

2 comentários:

  1. excelente esboço e melhor ainda postado com antecedencia vai me ajudar muito, obrigada pastor Marcos que Deus continue te abençoando.irmã Nice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amém irmã Nice, isso é porque estou revezando nas revistas que posto primeiro.

      abraços

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.