sábado, 27 de agosto de 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 9 - Revista Central Gospel


AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 9
(Revista: Central Gospel - nº 47)

Tema: A REVOLUÇÃO INFORMACIONAL

Texto Áureo: Romanos 11.36
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- “confusão conceitual”, confusão de conceitos, sendo conceito a definição que damos a determinada coisa, a confusão acontece quando há vários conceitos sobre a mesma coisa.
- “em que há abandono de ideias”, ocorre quando se deixa o método ou sistema antigo e passa para coisas novas, novo método ou novas formas.
_______________________________________________
1. HOMEM, UM SER SOCIAL
- “interação com nosso semelhante”, interação são as ações de se relacionar, quando alguém responde a uma pergunta, por exemplo, está interagindo.
- “nossa identidade pessoal e coletiva”, identidade é o que somos, como nós nos identificamos, somente interagindo é que teremos um perfil para sermos conhecidos, uma identidade.
- “tem sido benéfica ou maléfica?”, professor(a), deixe a pergunta ecoar, repita ela e veja se alguém quer expor algo sobre isso ou uma resposta.

1.1. Aspectos positivos e negativos das novas tecnologias da informação (TIs)
- “acesso a uma quantidade maior de informações”, antigamente para se transmitir uma foto pela internet era demorado, porém agora para se transmitir um vídeo já é bem mais rápido.

1.1.1. Aspectos positivos das novas TIs
- “verdadeira revolução-transformação”, vários aspectos da vida diária mudaram, hábitos inteiros sofreram transformação.
- “barreiras da distância e tempo”, podemos receber notícias sobre alguém com muito mais rapidez.
- “tornando a vida mais confortável e produtiva”, com essa tecnologia é possível economizar tempo e dinheiro com informações que antes só era possível se fossemos a algum local específico obter.

1.1.2. Aspectos negativos das novas TIs
- “pessoalizarem objetos”, tratar objetos como se fossem pessoas, como um pokemom, por exemplo.
- “coisificarem pessoas”, é tratar pessoas como se fossem coisas. A forma de algumas pessoas postarem comentários nas redes sociais demonstra bem como é isso.
- “facilitador de pecados secretos”, pecados praticados sem que ninguém esteja vendo, isso ficou extremamente facilitado com as novas TIs.
- “possível nas interações com outros”, aqui está se falando de adultério e fornicação, porém há o problema também da lascívia, pois há na internet milhões de sites pornográficos e páginas eróticas.
- “fala reflexiva”, é a fala onde se reflete no que está sendo falado, onde é passado algum conteúdo argumentativo, algo para se pensar.
- “fala informativa”, é a fala onde não se pensa no que está sendo dito, apenas se passa alguma informação.
__________________________________________
2. O CRISTÃO E A REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES
- “não são boas nem más”, podem ser boas ou más, nós é que somos os falhos. Uma pessoa pode fazer uma bomba usando a internet, outra pode adulterar e acabar seu casamento e outro pode evangelizar alguém. O problema é que a mente humana é muito mais criativa para o mal.

2.1. O consumo de informações
- “revolução socio-política”, as pessoas passaram a ter expressão, a expressarem seus sentimentos. Hoje é possível encontrar artistas famosos debatendo questões importantes com pessoas do meio do povo através da rede social.

2.2. O uso das redes sociais
- “um grande desafio”, a internet trouxe facilidades de acesso ao pecado e isso para o ser humano corrompido pelo pecado original pode ser desastroso. Os sevos de Cristo precisam muito mais de jejum, oração e Palavra agora do que precisavam a vinte anos atrás.

2.2.1. A necessidade de ser reconhecido
- “querendo ser observados e aceitos”, percebe-se pelo comportamento na rede social, pessoas que postam suas vidas no Instagram ou Facebook ou Whatsapp.
- “tornando-se reféns de aplausos”, a natureza corrompida do ser humano trás dentro de si um descontrole do seu ego, quer dizer que se ele não vigiar pode acabar manifestando egocentrismo, soberba e outros problemas interiores. O detalhe é que as redes sociais auxiliam para que as pessoas percam o controle de seus egos.
- “quantos personagens”, ocorre quando a pessoa tenta se mostrar através de seus comentários e fotos ser algo que não são.

2.2.2. A necessidade de demonstrar felicidade
- “por que isso não parece ser suficiente hoje?”, se refere ao viver em contentamento. Porque as pessoas postam fotos o tempo todo de seus momentos felizes, como se fosse uma obrigação fazê-lo. Algumas pessoas documentam cada momento de seu dia a dia postando tudo nas redes sociais.
- “gloriar-se a respeito de suas fraquezas”, obviamente não precisa demonstrar também as fraquezas, o que se recomenda fazer é reduzir as postagens, não é recomendável postar tantas imagens acerca de tudo que se faz.
Talvez as pessoas atualmente se preocupem demasiadamente com o que as pessoas pensam delas.

2.2.3. Uma postura cristã equilibrada
- “demonizar as mídias sociais”, significa afirmar que as mídias sociais são do demônio.
- “analisássemos as intenções do nosso coração”, qual os motivos que nos levam a postar tal coisa. Cada um deve julgar a si mesmo antes de postar algo nas redes sociais.
- “uma realidade contrapõe-se a outra”, quer dizer que se o relacionamento é virtual então não pode ser relacionamento de verdade devido ao próprio pressuposto do relacionamento: interação,contato, troca, intimidade. Por mais que troquemos mensagens com alguém nada é mais forte do que um abraço, um olho no olho e uma boa conversa a sós.
- “ter a pretensão de viver nele”, algumas pessoas inclusive crentes, postam fotos e mensagens o tempo inteiro, alguns quando não saem de casa postam fotos de um passeio que fizeram a algum tempo.
- “para provocar ou afrontar alguém”, observamos postagens provocativas e soberbas, como se a pessoa tivesse entre inimigos. A pacificação passa longe de certos perfis nas redes sociais.
“Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;” Mt 5.9
- “não pode ser dito olhos nos olhos não deve ser dito em lugar algum”, esse é um princípio ético que deve ser observado no meio do povo de Deus. Quando alguém posta uma provocação, até a pessoa visualizar, o negócio pode ter evoluído como uma bola de neve e grandes amizades podem se perder.
- “nem sempre falar tudo que se pensa”, a sinceridade só é uma virtude quando não for inconveniente, uma pessoa muito franca e sincera passa de mocinho a vilão em poucas palavras.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “solidão coletiva”, seria os indivíduos solitários vivendo em grupo, parece engraçado, mas é isso que significa.
- “assenhorando-se”, quer dizer se tornando senhor.
- “excesso de palavras vazias...que já não dizem coisa alguma”, veja esse texto:
“Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.”, Mt 12.36
Palavra ociosa é a palavra que não produz nada, que não serve para nada, que se diz por dizer. É que as transmite muitas vezes nas redes sociais.
- Faça a revisão com a classe.
- Corrija o questionário.

Boa aula!


Marcos André – professor

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.