quinta-feira, 10 de novembro de 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 7


AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 7
(Revista: Central Gospel - nº 48)

Tema: ANSIEDADE, TOLICE DOS HOMENS

Texto Áureo: 1 Pe 5.7
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição sugiro que você inicie definindo a ansiedade: é um mal estar mental e/ou físico devido a demora ou expectativa de algo que ocorrerá no futuro.
- “não é possível obter sucesso pessoal...sem competição”, essa é a ideia do sistema mundano, que adentra as igrejas do nosso país, não deveria ser dessa forma.
- “é impossível não viver em permanente estado de ansiedade”, quando a pessoa assimila a ideia de competitividade e briga pelo sucesso pessoal, ela se prepara para viver em conflito interno permanente.
- “em comunhão com o Criador”, Criador aqui é um termo genérico para definir o ser supremo do universo, tanto ímpios, como religiosos em geral entendem Deus dessa forma, até mesmo alguns tipos de céticos, não acreditam no Deus da Bíblia, mas afirmam acreditar no Criador de tudo. Qualquer um que vive na ansiedade nesse mundo tem a certeza de um Criador de tudo.
_______________________________________________
1. A CAUSA PRIMEIRA DA ANSIEDADE: O PECADO PERVERTEU O NOSSO OLHAR
- “seduzido pela possibilidade de conhecer o bem e o mal”, foram pego pela mesma vaidade que derrubou Satanás: querer ser alguma coisa.
- “necessidade de antever o desconhecido”, o ser humano passou a ser curioso quanto às coisas ocultas e desconhecidas.
- “gerir a própria história”, o ser humano passou a querer ser dono de si mesmo e com isso se distanciou ainda mais de Deus.
- “um sentimento de apreensão”, onde a pessoa fica em constante vigilância sem saber se as expectativas serão satisfeitas ou não.

1.1. A ansiedade de Sara
- “sugeriu que o patriarca tomasse Agar”, naquele período os filhos nascidos de escrava pertenciam ao dono da escrava, por isso Sara teve essa ideia.
- “acreditavam que a eles cabia a condução da própria história”, esse é um caso para servir de exemplo para todos nós, eles foram ansiosos pelo cumprimento da promessa e acreditaram que poderiam decidir alguma coisa. Atualmente o mundo vive em ansiedade, as pessoas desejam tudo para imediatamente.
- “pediu a Abraão que se livrasse de Agar e Ismael”, esse fato gerou como consequência o crescimento de um povo que não se dá com os judeus até o dia de hoje. O povo árabe é descendência de Ismael
__________________________________________
2. ANSIEDADE: A GRANDE TOLICE HUMANA
- cada dia traria consigo seu próprio mal”, significa que cada dia trás suas próprias dificuldades e tribulações diárias.
- “deveríamos ter bom ânimo”, quer dizer: estar animado, não estar abatido ou cabisbaixo.
- “as palavras do Mestre criar vida”, ou seja, viverem dentro de nós, nos entusiasmando, nos animando, nos levando a fazer coisas impressionantes.

2.1. Mente alguma é capaz de sondar o plano divino
- “quem pode dizer com certeza”, a única coisa que podemos afirmar sobre o amanhã, é que ele é incerto, a certeza que temos é que não haverá um amanhã para todos, muitos morrerão essa noite.  
- “suspender o que Deus tem preparado”, Deus preparou um juízo, então é isso que ocorrerá.
Com isso concluímos que é desnecessário o ser humano ficar apreensivo ou ansioso quanto ao futuro, o melhor é deixar nas mãos de Deus.


2.2. Diante de inimigos, reais ou imaginários, ao invés de fortes, a ansiedade torna-nos frágeis
- “têm-se permitido viver processos neuróticos”, quer dizer que a pessoa se permite, pois ela pode se esforçar para vencer esse tipo problema que ocorre no campo de batalha da mente. Somente os fatores externos que consideramos importantes podem influenciar nossa mente, ou seja, quando alguém está focado em algo que considera de grande importância, passa a ignorar esses processos neuróticos, pois está focado em algo.
- “agentes persecutórios”, seriam aqueles que nos perseguem que nos assediam moralmente.
- “vigilância constante em relação aos nossos inimigos”, se refere à pessoa ficar perdendo tempo preocupado com o que os inimigos falam dela, com o que postam nas redes sociais ou como olham para elas.
- “a pré-ocupação recruta nossas energias”, uma pessoa preocupada é uma pessoa ocupada antes de ocorrer qualquer coisa e isso é uma ansiedade. Quando a pessoa fica nesse estada ela perde tempo, forças e tem seus relacionamentos prejudicados
____________________________
3. PAULO REITERA A ANSIEDADE DENTRO DE UMA PRISÃO FRIA
- “o homem para quem morrer era lucro”, Paulo disse isso porque morrer para ele significava se encontrar com Cristo e isso ele considerava um grande lucro. Quando alguém vê a morte dessa ótica, não teme e consegue manter o controle da situação.
- “sabendo que poderia morrer a qualquer instante”, Paulo naquele momento estava na sua segunda prisão, uma masmorra fria e isolada em Roma, mais tarde ele foi decapitado por ordem de Nero.

3.1. Paulo entendia o poder da oração simples
- “sejam em tudo conhecidas diante de Deus”, quer dizer que deveriam orar, não ficar recorrendo a pessoas ou autoridades, mas primeiro a Deus.

3.1.1. O entendimento de Paulo
- “exatamente do modo como fazemos”, os nossos pedidos são submetidos à vontade de Deus, pois Ele sabe o momento mais propício para nos abençoar. Ele tem conhecimento de dados sobre os tempos e as épocas que nós não temos.
- “a oração não necessariamente muda a realidade”, quer dizer que ninguém deve orar pensando que todos seus problemas serão resolvidos porque não serão.
- “mas pode transformar aquele que se dirige”, a oração pode não modificar todas as situações, mas ela muda a pessoa e a pessoa age na própria situação que a seu tempo melhorará.

3.2. Paulo sabia em que pensar
- “trazer a memória o que pudesse dar esperança”, essas palavras escritas a mais de dois mil e quinhentos anos estão no auge de sua eficácia hoje.
Leia isso com a classe:
“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Fp 4.8
- “pensamento que alimentamos”, aquilo que deixamos povoar nossa mente pode influenciar nossa vida decisivamente. Algumas pessoas começam um dia ruim porque já vão dormir pensando só em problemas e outras se enchem de ansiedade porque ocupam suas mentes com tudo que pode dar errado.

3.3. Paulo reduziu suas expectativas
- “o apóstolo não disse todos os nossos desejos”, ao contrário do que se tem pregado hoje em dia, a provisão de Deus é para as nossas necessidades e não para as nossas vaidades. QUE SAUDADE DO TEMPO EM QUE SE PREGAVA UM EVANGELHO VERDADEIRO!

A expectativa de Paulo era de que Deus cuidasse dos cristãos suprindo as necessidades deles.
______________________________________
CONCLUSÃO
- “vive a certeza do “não saber””, quer dizer que ele vive a incerteza de tudo, sendo que antes de desobedecer eles tinham a certeza do cuidado e provisão do Criador.
- “saberiam do bem e do mal”, foram tentados pela vaidade do conhecer, até hoje o ser humano caído tem curiosidade para as coisas ocultas.
- “o silêncio de Deus...amedronta-nos”, esse silêncio pode ser um teste para nos conduzir a experiências de vida. É preciso agir pela fé e paciência diante do silêncio divino, a ansiedade nos leva a tomar atitudes erradas.
- Faça a revisão com a classe repassando os pontos mais importantes.
- Corrija o questionário.

Boa aula!

Marcos André – professor


SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.