terça-feira, 29 de novembro de 2016

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 10


AULA EM___DE______DE 2016 – LIÇÃO 10
(Revista: Central Gospel - nº 48)

Tema: COBIÇA, O NÚMERO UM DOS PECADOS

Texto Áureo: Dt 5.21
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição comece explicando o que é cobiça, o desejo de possuir aquilo que é do outro, podendo ser coisas materiais ou não. Esse desejo pode surgir no coração de qualquer um, temos que repreendê-lo em o nome de Jesus. É chamado de número um dos pecados porque surgiu primeiro no coração de Satanás, o primeiro pecador.
- “sistemas penitenciários do mundo”, uma comparação para entendermos o que significa a cobiça e o que ela faz com a pessoa, ou seja, ela prende a pessoa, impedido-a de alcançar a vida eterna. Só o sangue de Cristo pode libertá-la.   
_______________________________________________
1. ETIMOLOGIA E CONCEITUAÇÃO DO TERMO
- “originais do Antigo Testamento”, são originais dos manuscritos, pois nunca foram encontrados originais escritos palas mãos dos escritores do livros da Bíblia.
- “chamad – este verbo hebraico significa desejar”, veja como ela foi traduzido no texto de Ex 20.17:
“Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.” Êx 20.17 Onde está sublinhado foi usado no original a palavra chamad.
Professor(a), se você achar interessante pegue algumas das referências dadas na lição e peça para um aluno ler em voz alta e depois releia substituindo pela significado original.
Quando foram traduzidas essas passagens o tradutor usou a palavra cobiça para tradução desses termos, dessa forma cobiça é desejar ardentemente ou não, aquilo que não lhe pertence.
__________________________________________
2. AFORISMO ESCRITURÍSTICO

2.1. Não está condicionada a idade
- “pessoas de todas as idades”, alguns podem pensar que é um sentimento próprio dos mais jovens, porém aprendemos pela Bíblia todos podem desenvolver esse mal.
- “sentimento deletério”, é um sentimento prejudicial à saúde.
- “tende a ser intensificada com o passar dos anos”, como qualquer mal que reside na alma da pessoa, cresce se não for tratado, é como um câncer. O arrependimento e a mudança de atitude é o tratamento para essa enfermidade.

2.2. É um pecado abominável
- “culto ao eu”, é a idolatria de si mesmo, ou seja, egocentrismo, onde a pessoa deseja satisfazer a seus desejos de posse daquilo que é dos outros.
- “não tem qualquer preocupação com o próximo”, quando a pessoa deseja aquilo que é do próximo, ela tende a querer afastar o próximo para tomar o que é dele.
- “bens físicos e/ou abstratos”, bens físicos alvo dos cobiçosos podem ser casas, carros, cônjuges, etc. E bens abstratos seriam cargos, um título, uma posição de destaque, uma habilidade que o outro possui, etc.

2.3. É inconsequente
- “devem-se o adultério”, quando alguém deseja o cônjuge do outro.
- “as guerras”, quando se deseja terras ou regiões inteiras.
- “desentendimentos”, ocorre quando alguém descobre o cobiçoso no seu círculo de amigos chegados ou entre os parentes.
- “luta pelo poder”, algumas pessoas na cobiça por cargos de outros usam meios ilícitos e cruéis para levar vantagem.

2.4. Alija o homem da presença de Deus
- “expulsam o Altíssimo da vida do homem”, expressão forte para ser dita, pois ninguém imagina Deus sendo expulso de lugar nenhum. Acontece que Ele deu ao homem o livre arbítrio, o poder de decidir sobre sua própria vida Dt 11.26 Porém a grande verdade é que o Senhor é quem expulsa o cobiçoso de Sua presença santa.
____________________________
3. RELATOS DE COBIÇA NO CÂNON SAGRADO

3.1. Acã, filho de Carmi
- “desobediência à ordem divina”, Acã recebeu a ordem de Josué que recebeu de Deus e passou para todo o povo, antão Acã desobedeceu o líder do povo e também desobedeceu a Deus, assim como muitos fazem hoje com os pastores.
- “todo estava amaldiçoado”, os objetos de Jericó foram classificados como anátema Js 6.17, que significa “amaldiçoado”.
- “Acã e sua família sofreram”, mais um caso clássico em que a família sofre por conta da cobiça do seu chefe. Por causa da cobiça de algumas pessoas, inocentes acabam morrendo.   

3.2. Geazi
- “ficou leproso pelo resto da vida”, um jovem que tinha tudo para ser um grande profeta, pois andava com um dos profetas mais renomados da época. Quando Eliseu andou com Elias ele desejou a poção dobrada do espírito de Elias 2 Rs 2.9, mas Geazi desejou o ouro e a prata.

3.3. Judas Iscariotes
- “foi o amor ao dinheiro”, há quem acredite que Judas teria tido outras intenções, que talvez ele tivesse a intenção de provocar uma batalha entre Cristo e Roma.
A história de Judas nos mostra como pessoas abandonam Jesus e se vendem por dinheiro. Pessoa que um dia andaram com Ele.

3.4. Os fariseus
- “prontos a cometer as maiores atrocidades”, obviamente não eram todos os fariseus, porém era um grupo grande. Homens que por debaixo da pose de conhecedores religiosos existiam lobos.
____________________________
4. COMO VENCER A COBIÇA

4.1. Vigilância
- “não deve condicionar...”, esse é um costume do mundo e que alguns crentes levam para dentro das igrejas.
Devemos estar vigilante para não sermos influenciado pelo modo de vida mundano.

4.2. Gratidão
- “considera que o que ela tem”, mostra que a gratidão influencia o psicológico das pessoas fazendo com que elas vejam as coisas de forma diferente.

4.3. Confiança em Deus e apego à sua Palavra.
- ...
______________________________________
CONCLUSÃO  
- Faça a revisão com a classe repassando os pontos mais importantes.
- Corrija o questionário.

Boa aula!


Marcos André – professor

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.