quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio para a Lição 1


AULA EM 1º DE JANEIRO DE 2017 – LIÇÃO 1
(Revista: Editora Betel)

Tema: Influenciando gerações através da conduta e exemplo de vida

Texto Áureo: Js 24.15
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição cumprimente a classe por estarem iniciando mais um trimestre e mais um  ano na EBD, apresente a revista mostrando os títulos das lições.
- “seja o nosso exemplo de vida com Deus”, é a forma como somos homens e mulheres de Deus, como vivemos essa vida santa na presença do Senhor, é como as pessoas nos observa e como às influenciamos por isso.
- “valioso legado para as futuras gerações”, legado é o que vamos deixar para as futuras gerações e as crianças que hoje estão na igreja, ou que virão depois, os jovens da mocidade, os futuros novos convertidos são as gerações que serão influenciadas por esse legado.
__________________________________________
1. A importância de uma geração.
- “quando uma geração não deixa um bom legado”, geração são as pessoas de uma mesma faixa de idade que estão vivendo no mundo hoje, assim os adultos é a geração que está construindo o futuro, os jovens é a geração está aprendendo e as crianças é a geração que vem logo depois.

1.1. A responsabilidade de uma geração.
- “empenhar-se em sua própria experiência com Deus”, significa que cada geração deve ter uma vida com Deus e realizar a obra do Senhor, vivendo, lutando, sofrendo, conquistando e vencendo suas próprias guerras.
- “experiências espirituais dos heróis do passado”, essas experiências devem ser somente para exemplos e inspiração para as nossas, ao ser pregado ou ensinado na EBD, cada se anima ao ouvi-las, mas se a pessoa não se empenhar numa vida devocional com Deus, então não terá valido de nada aprender sobre essas experiências.
- “outra geração após eles se levantou, que não conhecia ao Senhor”, é o problema da falta do ensino, do exemplo e também do discipulado, pois se Josué tivesse discipulado algum jovem promissor como Moisés fez com ele, então haveria outro líder depois dele.

1.2. Uma geração deve ensinar à outra geração.
- “conheçam os atos portentosos de nosso Deus”, as ordenanças que Deus deixou para se fazerem festas e dias comemorativos tinha o objetivo de serem memoriais para as gerações futuras.
- “precisa tornar conhecido o plano de salvação do Senhor”, é cumpri o ide da grande comissão no tempo presente sem perda de tempo. A pregação da mensagem do evangelho não pode ser substituída por entretenimentos.
- “Que O conheça como Deus e Senhor”, se as gerações atuais não se emprenharem em transmiti o conhecimento de Deus ao mundo, poderá acontecer de num futuro as pessoas o terem como um mito e suas histórias como fábulas.
- “pois só ensina quem vivenciou experiências”, para ter essas experiências somente tendo vida devocional com Deus, ou seja, jejuando, orando, estudando, se consagrando, frequentando aos cultos, etc.

1.3. De geração em geração.
- “a responsabilidade de educar os filhos é dos pais”, os filhos podem aprender muitas coisas no ensino secular, mas o caráter e o conhecimento de Deus eles devem aprender em casa, veja:
“E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.” Dt 6.6,7
- “se fracassamos em nossos lares não teremos sucesso na Igreja”, muitos não aceitam receber a instrução de um líder com seu lar arruinado e filhos dando maus exemplos.
- “observar nossa conduta e serem atraídos por ela”, se vivermos uma vida de santidade e amor com Deus os filhos perceberão e se apoiarão nisso.
- “Se todos assumirem suas responsabilidades”, existe um falso evangelho sendo veiculado por aí, onde não há transformação de vidas, nem ensino da Palavra, mas se os nossos filhos aprenderem e nos verem fazer o certo não trilharão o caminho errado.
_____________________________________________
2. Um legado para outra geração

2.1. Um lar alicerçado é um lar influente.
- “primeira epístola de Paulo a Timóteo”, as cartas de Paulo a Timóteo tinham o objetivo de manter a obra nas igrejas que o apóstolo tinha iniciado.
- “finalidade alcançar uma esfera maior de influência”, quer dizer que um bom administrador em casa seria também bom na igreja, veja como ele disse:
“Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.” Tm 3.13
- “uma graduação mais alta de confiança e de honra”, significa que as pessoas confiariam mais nele por ser um bom exemplo de boa administração e de fato isso é o que acontece.
- “essa casa produzirá uma segunda geração com influência”, quer dizer, boas influências geram boas influências da mesma forma que maus exemplos geram outros maus exemplos.


2.2. A fé verdadeira começa em casa.
- “é limitar-se a realizar cultos nos lares”, na verdade essa é somente uma parte, pois o leque de responsabilidades é bem maior.
- “compartilhar esse tempo através de diálogos”, a falta de diálogo dos filhos com os pais tem afetado muito o aprendizado de Deus dentro de casa e com o uso constante de redes sociais e smartphones esse problema só tem aumentado.
- “de pais (ou um parente próximo)”, algumas vezes um tio se torna um bom exemplos para os filhos de um casal.
- “Precisamos dar nossos filhos a Deus”, é leva-los bem novos para a igreja, estar com eles nas consagrações, cultos, Escola Bíblica, etc. Alguns pais que não fazem isso entregam seus filhos para o mundo.
- “herdou isso de sua mãe Eunice, a qual também havia herdado”, esse é um exemplo de gerações influenciando gerações. Isso é também possível nos dias de hoje.

2.3. Uma geração edifica a outra.
- “Paulo tinha receio que Timóteo oscilasse na fé”, isso por causa da grande responsabilidade que estaria nas mãos de Timóteo após a partida de Paulo.
- “que lance fora o espírito de covardia”, é o espírito que o impede de ir adiante, de avançar, de investir.
- “A covardia pode parar um avivamento”, muitas pessoas param por medo das perseguições, da falta de recursos, do excesso de trabalho ou simplesmente da possibilidade do fracasso.
- “ter cuidado com influências negativas”, algumas pessoas tem a habilidade de desanimar outras, mas os servos de Cristo devem saber identificar esse tipo de gente e se afastar deles.
________________________________________
3. A Influência familiar
- “Devemos aprender a viver em família”, a família é o nascedouro dos bons sentimentos e exemplos da sociedade em geral. Dentro da família surge a noção de trabalho em equipe, surge a empatia, a ética, o perdão, o amor, etc.

3.1. Referenciais dentro e fora de casa.
- “é determinante sobre a conduta de uma família”, quando os pais agem com sabedoria todos os filhos e netos são bem sucedidos, mas se os pais são tolos os filhos e netos sofrem.
- “não precisem buscar em outros aquilo que compete a nós”, alguns pais se contentam se o filhos enxerga em alguém um bom exemplo e outros se tornam ciumentos, porém a atitude correta é nos esforçarmos para sermos bons exemplos peara os nossos filhos.

3.2. O poder da influência dos pais.
- “conduziram Jesus à festa da Páscoa”, eles sabiam que Jesus tinha uma missão e que Deus o chamaria no devido tempo, mas nem por isso cruzaram os braços, cuidaram de aproximar o menino das coisas de Deus.

3.3. Lâmpada e luz.
- “mandamentos e ensinamentos (leis) estão associados aos pais”, as crianças tem como instinto obedecerem os pais e os ensinamentos que os pais transmitem elas assimilam como a mais pura verdade, só começam a contestar e questionar na juventude. Por isso os pais devem aproveitar a infância para passar os valores cristãos aos seus filhos.
- “deve ter mandamentos e ensinamentos (leis)”, as crianças que aprendem a conviver com regras em seus lares se tornam bons profissionais e líderes. E se forem cristãos serão bons obreiros tudo por conta de um lar onde se ensina a cumprir regras.
- “Os pais não alcançam recompensas imediatas”, alguns bons frutos que semeamos hoje serão colhidos por nossos filhos mais tarde.

CONCLUSÃO
- “O trabalho de uma família prospera”, esse prosperar não significa ganhar dinheiro, mas sim alcançar o sucesso e um desses sucessos é o ganho de almas e a conversão e edificação de muitas vidas.
- “filhos devem fazer boas escolhas”, os filhos devem fazer suas escolhas baseados no ensinamento e nas experiências dos pais.
- Faça o resumo para a revisão e corrija o questionário.

QUESTIONÁRIO

1. Qual é o dever de cada geração?
R: Fazer com que as gerações futuras conheçam os atos portentosos de nosso Deus (Sl 145,4).

2. Quem é que pode ensinar de modo eficaz sobre Deus?
R: Somente quem vivenciou experiências genuínas com Ele (Jo 3.10).

3. De quem é a responsabilidade de educar os filhos?
R: Dos pais (Sl 78.5).

4. O que a Palavra de Deus diz sobre quem encontra uma esposa?
R: Acha o bem e alcança a benevolência do Senhor (Pv 18.22).

5. O que é necessário para que um lar cresça sadio?
R: Mandamentos e ensinamentos (Pv 6.20).

Marcos André – professor
Tel 21 969786830 (Tim)
21 992791366 (claro)
Pregações e Palestras: 21 969786830 (whatsapp) 
email: licks1996@gmail.com


Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.