sábado, 21 de janeiro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 4


AULA EM___DE______DE 2017 – LIÇÃO 4
(Revista: Central Gospel - nº 49)

Tema: UM EXEMPLO DE VIDA A SER SEGUIDO

Texto Áureo: Is 40.31a
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição passe o exemplo de Calebe, veja suas qualidades, principalmente seu ânimo, ele tinha um coração animado. Lembre que a terra que ele estava reclamando era a mais difícil de ser conquistada.
- “Seu relato não agradou ao povo”, o que ele falou agradou somente a Deus, porém o que vemos hoje são ministros que querem agradar ao povo e não se importam com Deus.
- “Muitos anos depois...reivindicando”, foram quarenta e cinco anos, Deus não só o preservou em vida, mas o manteve com saúde até aquele dia, pois ele confiava em Deus.
_______________________________________________
1. ATITUDES DO POVO E PROMESSAS DIVINAS
- “responsável e maioral (líder)”, ou seja, homens que tivessem credibilidade, que falassem e o povo confiasse na hora de trazer o relatório.
- “dentre os escolhidos estava Calebe”, notemos que Calebe já tinha a virtude da liderança e da confiabilidade, já tinha valores que Deus poderia aproveitar.

1.1. Promessas feitas a Calebe
- “Ao chegarem a planície do Jordão”, quarenta anos depois, o povo deu a volta pelo deserto e entraram pelo outro lado.
- “Moisés relembrou todos os feitos”, é a ocasião em que é escrito o livro de Deuteronômio onde Moisés relembra a Lei e os feitos de Deus. Aquela era uma geração nova e precisava dessas palavras de ânimo e alerta.
__________________________________________
2. FIRMADO NA VERACIDADE DA PALAVRA
- “passados quarenta e cinco anos”, quarenta anos de caminhada até entrarem na Terra Prometida e mais cinco anos lutando para conquistá-la.
- “prometera a Calebe dar-lhe herança na partilha”, a terra seria partida entre as tribos, porém além da parte que seria dada à tribo de Judá, Calebe teria a sua própria porção.

2.1. Confiança na Palavra de Deus
- “alimentou o sonho de alcançar a herança”, a promessa foi de que ele teria a porção de terra onde ele pisou, era um local específico.
- “no tempo certo foi ter com Josué”, não foi antes, pois tinha que lutar na conquista da terra e não foi depois, pois ele mesmo lutaria na conquista da parte que lhe foi prometida.

2.1.1. A Palavra de Deus é verdadeira
- “disso Calebe era testemunha”, assim como os espias que duvidaram, porém Calebe além de ver acreditou, eles viram e não creram é impressionante, mas acontece.

2.1.2. A Palavra de Deus produz fé
- “A palavra é uma arma poderosa”, muitos homens eloquentes conseguem aliciar multidões inteiras, alguns líderes habilidosos na palavra tomam rios de dinheiros do povo de suas igrejas.
- “ao ponto de se rebelar”, jogaram tudo o que Deus fez no lixo, assim alguns crentes procedem, por conta de algo que alguém diz, jogam fora ministérios, amizades e até vão para o mundo.

2.1.3. A Palavra de Deus traz prosperidade
- “e tornou-se um homem próspero”, os dois espias que permaneceram fieis nas promessas de Deus foram Josué e Calebe, sendo Josué da tribo de Efraim e Calebe da tribo de Judá, essas duas tribos foram as mais prósperas de Israel, superaram todas as outras em prosperidade. Com certeza pela influencia desses dois homens de Deus.

2.1.4. A Palavra de Deus protege do pecado
- “para não pecar contra ti”, “esconder no coração” é uma declaração de confiança e crença na Palavra, muitos conhecem o que está escrito na Bíblia, mas nem todos se livram do pecado, somente os que guardam no coração(que acreditam realmente).
- “acidental ou deliberadamente”, “acidental” é o pecado de quem faz sem pensar ou sem querer, esse é o que precisa aumentar sua intimidade com Deus. “deliberadamente” é o pecado de quem fez sabendo o que estava fazendo, planejou fazer, ou seja, é o pecado que joga no inferno.

2.1.5. A Palavra de Deus é penetrante
- “é um instrumento de sondagem do ser humano”, quando alguém ouve a Palavra ele começa a se analisar, involuntariamente ele faz isso, a pessoa começa se medir pelo padrão da Palavra de Deus e isso provoca consequências marcantes.
- “revelar todos os sentimentos, intenções”, a palavra revela para a pessoa mesmo o caráter de suas ações, pois é a pessoa quem tem o poder de tomar a atitude de parar o erro, de se converter e mudar de rumo.

2.1.6. A Palavra de Deus conduz à vida eterna
- “sempre se obrigaram a examinar os preceitos”, na verdade eles só passaram a praticar o estudo da Palavra de Deus após à volta do cativeiro com o advento das sinagogas.
- “muitos resistiram a Palavra viva”, se referindo a Jesus o verbo de Deus, a Palavra viva.
______________________________________
3. O COMPORTAMENTO DE CALEBE

3.1. Calebe reconhecia a autoridade
- “o filho de Num citou Moisés como testemunha”, parece haver algum erro aqui, quem citou Moisés foi Calebe, filho de Jefoné e não Josué filho de Num.
Calebe solicita citando Moisés como autoridade e reconhecendo agora a autoridade de Josué.

3.2. Calebe era um homem de personalidade firme
- “personalidade firme”, quer dizer que ele não ia pela cabeça dos outros, não falava o que a maioria estava falando, defendia sua convicção.

3.3. Calebe demonstrava consideração pelas pessoas
- “referiu-se aos dez espias como irmãos”, independente do pecado de nossos irmãos em Cristo devemos respeitá-los como nossos irmãos. Ninguém é perfeito, o erro de nosso irmão pode acometer a qualquer um de nós.

3.4. Calebe demonstrava confiança em Deus
- “não somente a vida, mas também o vigor”, após essas palavras Calebe passava a ser um exemplo vivo de como Deus pode renovar as forças de um homem. Precisamos dar palavras que enalteçam a Deus entre os nossos irmãos. Crente que vive reclamando da vida está difamando a Deus.
____________________________________
4. RESULTADOS NA VIDA DE QUEM ESPERA EM DEUS

4.1. Renovação das forças
- “que se sentia tão forte como a quarenta anos”, na verdade ele havia envelhecido, porém seu coaração era forte e seu ânimo estava em alta, por isso ele vai com toda a confiança e faz essa afirmação. Um coração animado consegue animar todo o corpo e o resto é com Deus, que enche a pessoa de vigor.

4.2. Prontidão para a luta
- “onde habitava os enaquins”, eram os filhos de Anaque, um gigante da antiguidade, seus filhos eram gigantes também. Aquela montanha ainda não havia sido conquistada.
- “a demanda do momento”, a demanda do momento era expulsar aqueles gigantes.

4.3. Conquista das promessas
...

4.3.1 Deus cumpre o que promete
- “estava com oitenta e cinco anos”, todos querem o cumprimento das promessas para imediatamente, mas talvez elas possam se cumprir em tempo semelhante ao de Calebe. Ainda que tarde precisamos estar firmes.

4.3.2. Dimensões da promessa
- “aquelas que foram dirigidas a Israel”, não é bom que tomemos as promessas na dimensão geral a fim de receber na dimensão pessoal. Veja essa promessa:
E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir.” Dt 28.13 Essa promessa sublinhada foi para a nação, não convém que a tomemos de forma pessoal. Alguns crentes que fazem isso ficam desesperados por bênçãos materiais.

4.3.3. É preciso manter-se perseverante
- “ganho com facilidade”, nós não valorizamos aquilo que vem sem luta, sem esforço, por isso foi necessário Calebe lutar pela terra.
Se alguém não luta por sua família, casamento, ministério, então não valorizará essas coisas. Só valorizamos o que conquistamos com algum esforço.
______________________________________
CONCLUSÃO  
- Faça a revisão com a classe repassando os pontos mais importantes.
- Corrija o questionário.

Boa aula!

Marcos André – professor

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

3 comentários:

  1. Obrigado pelos subsídios, pastor Marcos.
    Deixo para vossa meditação 1co 15.58.

    Uma semana de vitórias para o Sr e sua casa em nome do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
  2. Pastor Marcos, que o Eterno, te abençoe .

    Para vossa meditação 1co 15.58.

    Uma semana de vitórias em nome do Senhor Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei amado, obrigado irmão Rafa, sei que meu trabalho no Senhor não é vão.

      Paz de Jesus.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.