sábado, 14 de janeiro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 3 - Revista dos ADULTOS


AULA EM 15 DE JANEIRO DE 2017 – LIÇÃO 3
(Revista: CPAD)

Tema: O perigo das Obras da Carne

Texto Áureo: Mt 26.41
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição chame a atenção dos alunos para a necessidade de vigilância e envolvimento na obra do Senhor, por isso coloquei alguns comentários auxiliá-lo. Essas lições parecem falar sempre a mesma coisa, por isso é necessário o professor adicionar conhecimento extra pra enriquecer o tema.
- “um alerta para os que querem agradar a Deus”, poderíamos dizer que na igreja existem dois tipos de crentes, os que querem agradar a Deus e os que querem agradar a si mesmo, o primeiro grupo é perseguido pelo Diabo e o inimigo tem o auxílio da natureza carnal do ser humano.
- “a qual foi corrompida na Queda”, convém lembrar que na Queda os sentimentos humanos foram corrompidos surgindo no homem a concupiscência carnal.
- “se não for controlada pelo Espírito”, somente o Espírito Santo pode controlar essa natureza carnal.
_______________________________________
I - A VIDA CONDUZIDA PELA CONCUPISCÊNCIA DA CARNE

1. A concupiscência da carne. 
- “que assediam os homens caídos”, porém devemos concordar que não só os homens caídos são assediados pela concupiscência, mas os filhos de Deus se não vigiarem também correm o risco desse assédio.
- “leva-nos a cometer as piores ações e abominações”, funciona como uma escada, se abrirmos uma brecha para a carne, vamos aos poucos cedendo aos desejos carnais até chegar a completa degradação moral.
- “viver constantemente cheios do Espírito Santo”, não se pode encher um copo que já está cheio, por isso precisamos estar cheios do Espírito de Deus.

2. A vida guiada pela concupiscência da carne.
- “Temos anseios, mas estes precisam ser controlados”, ninguém está livre disso, por mais que viva uma vida muito devocional deverá sempre estar na vigilância. Conhecemos histórias de homens que passavam dias no monte e ainda assim caíram em pecado.
- “precisamos mortificar nossa natureza”, mortificar significa “matar”, ou seja, anular a natureza humana.
- “hedonista, onde a busca pelo prazer tem feito”, hedonismo é uma doutrina moral que visa a busca do prazer como objetivo de vida, muitos crentes se deixam levar por esse sistema.
- “a Igreja não pode se calar”, se o crente se aplicar ao propósito da Igreja, que é de levar a Palavra, ele terá forças para resistir, pois o Espírito Santo o estará usando.

3. A vida conduzida pela concupiscência dos olhos.
- “Longe de Deus e sem o controle do Espírito Santo”, o problema é que achamos que a pessoa precisa estar fora da igreja para estar longe de Deus, mas na verdade descobrimos muitos que estão na igreja, no convívio dos irmãos, muitas vezes estão longe de Deus.
- “Uma vida conduzida pela velha natureza”, alguém chama de “sair da graça” ao momento em que a pessoa peca dando lugar a carne, mas na verdade a pessoa já vinha sendo conduzida pela velha natureza.
- “o seu desejo descontrolado o levou a cometer um adultério”, convém lembrar que ele deixou de sair pra guerra, como era o costume. 2 Sm 11.1
- “O crente não pode se deixar seduzir pelos prazeres deste mundo”, se os crentes hoje não se envolverem com as guerras do Senhor, não faltarão “Bete Sebas” no mundo para tentá-los.
_________________________________
II - A DEGRADAÇÃO DO CARÁTER CRISTÃO

1. O caráter. 
- ““estampa”, “impressão” e “marca””, marca é o rótulo que indica o conteúdo que está no interior, assim o caráter expressa o que a pessoa tem no interior.
- “traços psicológicos e, ou morais, que caracterizam”, costumamos chamar a pessoa de bom caráter ou mau caráter, dependendo de suas atitudes e do que ela pensa.


2. O caráter moldado pelo Espírito.
- “nosso caráter passa por uma transformação”, o caráter é um dos elementos da personalidade humana que sofre transformação de acordo com as convicções, grupo e situações em que a pessoa vai convivendo.
- “precisamos dar oportunidade ao Espírito Santo”, o Espírito Santo não nos força a nada ele trabalha em nossa vida de acordo com a nossa permissão, não interessa pra Deus alguém que é forçado a segui-lo.
- “evidenciar o nosso caráter cristão mediante as nossas ações”, as ações dos crentes hoje servem para comprovar a palavra que pregamos com a nossa boca. Falar é muito fácil, mas agir conforme com o que se fala é complicado.
- “ainda não foram realmente transformados”, a transformação na vida de uma pessoa não depende somente de Deus, Ele respeita também a pessoa, não faz nada que a pessoa não queira.

3. Ataques ao seu caráter.
- “a carne, o Diabo e o mundo”, desses três, o único que começa com letra maiúscula é o Diabo, pois ele é o verdadeiro inimigo de nossas almas, o mundo é onde ele atua e a carne é a parte do homem onde residem as concupiscências que ele busca tentar. Devemos tomar cuidado com o mundo e vigiar com a nossa carne, mas nosso inimigo é ardiloso.
- “necessário orar, ler a Palavra de Deus e jejuar”, resistir ao Diabo, se afastar do mundo e mortificar a carne são os segredos do sucesso.
___________________________________________
III - UMA VIDA QUE NÃO AGRADA A DEUS

1. Viver segundo a carne.
- “Fomos criados para glorificar a Deus e produzir o fruto do Espírito”, podemos chamar isso de predestinação, fomos todos criados para glorificar ao Pai, predestinados a glorificar o Senhor.
- “de modo que suas ações eram evidentes”, se o líder de uma igreja não cuidar do rebanho essas obras logo aparecem no meio do povo, é preciso vigiar para que esses comportamentos não se instalem no povo da igreja local.

2. Vivendo como espinheiro
- “sacrifícios de libações”, tipo de sacrifício onde se derrama do vinho no solo ou sobre algo em aspersão.

3. Uma vida infrutífera.
- “o agricultor investe na figueira, adubando, regando, podando”, o cuidado que o nosso agricultor (Deus) tem para conosco, Ele investe tempo e o que tem de mais precioso o sangue de Seu Filho. Precisamos corresponder a todo esse investimento.
____________________________________
CONCLUSÃO
- Faça uma revisão da aula com os alunos.
- Não deixe de corrigir o questionário.

Respostas:
   
Qual o significado da palavra concupiscência?
É um “termo usado teologicamente para expressar os desejos malignos e lascivos que assediam os homens caídos”.

Para onde nossos desejos impuros nos conduzem?
Nos conduzem para a morte espiritual.

O que acontece quando o homem deixa de ouvir a voz de Deus e passa a ser guiado pelos seus desejos?
O crente que não tem uma mente conduzida pelo Espírito Santo torna-se uma pessoa sem controle, sem qualquer deferência.

O que significa caráter no grego?
No grego, caráter é charaktēr e significa “estampa”, “impressão” e “marca”.

O que é caráter?
Segundo o Dicionário Houaiss é “um conjunto de traços psicológicos e, ou morais, que caracterizam um indivíduo”.

Pr Marcos André – professor
Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.