sábado, 11 de fevereiro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 7


AULA EM___DE______DE 2017 – LIÇÃO 7
(Revista: Central Gospel - nº 49)

Tema: APRENDENDO A FIRMAR PROPÓSITOS

Texto Áureo: Sl 119.9
 _________________________________________
 PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição ressalte o exemplo de Daniel e a boa educação que seus pais lhe deram, certifique-se de que todos os aluno conhecem a história desse grande homem de Deus. Se alguém não souber, explique rapidamente.
- “servirão como exemplo para o cristão”, não é comum vermos um jovem sendo exemplo, por isso cabe ressaltar a vida desse jovem para o dias atuais.
- “não se contaminar com as coisas mundanas”, ele estava dentro do palácio de Nabucodonosor onde os pratos preparados eram oferecido aos ídolos antes de serem servidos.
- “mesmo vivendo longe do lar”, mesmo longe dos olhos dos pais, ele conseguiu se manter fiel. Ser fiel quando ninguém está vendo é ser fiel a Deus de verdade.
_______________________________________________
1. ASPECTOS DA VIDA DE DANIEL
- “atuado por um período mais longo”, os profetas maios tiveram seus escritos abrangendo um longo tempo e uma extensão prolongada de suas profecias.

1.1. A origem de Daniel
- “foi levado cativo”, o rei Nabucodonosor ordenou que levassem jovens da nobreza de Israel para o seu palácio a fim de serem servos do rei, alguns acreditam que ele fosse eunuco.
- “Hananias, Misael e Azarias”, amigos de Daniel que foram lançados na fornalha com os nomes babilônicos de Sadraque, Mesaque e Abede Nego.

1.2. Condições que determinaram o cativeiro
- “nomeou Jeoaquim para reinar”, Israel nesse período estava sub julgado pelo Egito. O Egito não tinha a intensão de destruir Israel e nem levar o povo em cativeiro, queria apenas controlar a região e arrecadar impostos.
- “foi a primeira deportação”, as deportações ocorreram em três etapas.

1.3. Os jovens judeus na Babilônia
- “ordenou ao chefe dos eunucos”, por isso muitos pensam que Daniel e seus amigos fossem também eunucos.
- “possuir elevado conhecimento”, Daniel possuía uma sabedoria espiritual que o fazia se destacar dos demais.
__________________________________________
2. PRINCÍPIOS QUE DIRECIONAM A VIDA
- “guardar os princípios aprendidos”, Daniel foi educado nos caminhos do Senhor e ao ser jovem não se desviou, para ficar interessante, pergunte aos alunos se conhecem alguma passagem bíblica que ilustre isso?
Recomendo essa:
“Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” Pv 22.6
- Tem também Dt 6.6-9 e outros.

2.1. A importância dos pais
- “É praticamente impossível um adolescente”, os adolescentes são geralmente influenciados pelo meio, por isso muitos deles se enveredam por amizades que os afastam de Deus, porém Daniel teve uma boa educação familiar.

2.2. Responsabilidade com a geração vindoura
- “é responsável pela geração vindoura”, fazendo alusão aos pais de Daniel e seus amigos que se dedicaram em ensinar os caminhos da retidão a seus filhos.
- “com algumas variações e acréscimos exigidos pelo progresso”, um exemplo é a santificação, antigamente deveríamos nos guardar das más companhias e amizades, agora com o avanço tecnológico devemos nos guardar dos maus contatos nas redes sociais.

2.2.1. Princípio da autoridade no lar
- “tem havido mudanças radicais”, se referindo às novas tendências sociais onde os pais trabalham e deixam a educação dos filhos com babas, creches, escolas e até igrejas.

2.3. Os reflexos da sociedade na educação
- “influencia ambos os lados”, quer dizer que a sociedade influencia o indivíduo e este influencia a sociedade.
- “forças do mal tem agido”, essas forças do mal controladas por Satanás agem através da mídia e de grupos ativistas que tentam impor suas ideologias.

2.3.1. É preciso caminharem juntos
- “vão procurar em outra parte”, os jovens são muito influenciados pelas pessoas referenciais, algumas vezes são os colegas influentes da escola, um tio, um amigo mais chegado e muitas vezes essas pessoas passam maus exemplos de conduta.

2.3.2. Os frutos da omissão familiar
- “sentar-se com ele e entabular um diálogo”, além de castigar, os pais devem também conversar, e tudo isso se resume em ser presente na vida dos filhos. Alguns pais só são presentes para disciplinar, esses na verdade, são ausentes
______________________________________
3. A DETERMINAÇÃO DE DANIEL

3.1. Manter-Se fiel a Deus
- “nada que manche a minha relação com o Senhor”, o comentarista está usando um inferência, como se Daniel tivesse dito essas palavras, basicamente a decisão dele se traduz nisso.

3.2. Honrar pai e mãe
- “Daniel honrou seus pais”, ele fez isso num momento em que poucas pessoas em Israel estavam fazendo. Quando as pessoas não quiserem mais cumprir a Palavra de Deus, nós devemos permanecer fieis.

3.3. Tornar-se um cidadão honrado
- “honrado e respeitado”, Daniel fez isso numa pátria que não era a sua, assim como estamos numa pátria que não é a nossa, precisamos ser honrados e buscar o respeito sendo úteis a essa nação e à sociedade em geral, para termos bom testemunho diante dos homens como tinha Daniel.
______________________________________
CONCLUSÃO
- Faça a revisão com a classe repassando os pontos mais importantes.
- Corrija o questionário.

Boa aula!

Marcos André – professor
Contatos palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.