sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 7


AULA EM 12 DE FEVEREIRO DE 2017 – LIÇÃO 7
(Revista: CPAD)

Tema: Benignidade: Um escudo protetor contra as porfias

Texto Áureo: Ef 4.32
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição inicie perguntando se os alunos sabem o que é porfia? Ouça as respostas, teça algum comentário, mas deixa a resposta final para lição que vai ser dada no tópico II.
- “mais um aspecto do fruto do Espírito”, explique aos alunos que faltaram as primeiras aulas que é um fruto somente, com nove características.
- “um aspecto das obras da carne”, pode se dizer que é uma obra da carne, pois as obras da carne se manifestam separadamente na vida de quem não teme a Deus.
- “evitando discussões, disputas e polêmicas.”, essas são as origens das porfias em nosso meio, quando a pessoa não vence o orgulho e tenta levar até o fim os debates acalorados e sem necessidade.
- “não acrescentam nada à fé dos irmãos”, esse deve ser o parâmetro de medida para as discussões, pergunta-se para si mesmo: isso acrescenta na fé dos irmãos? Ou ainda: É útil para a obra de Deus?
_______________________________________
I - A BENIGNIDADE FUNDAMENTA-SE NO AMOR

1. O que é benignidade? 
- “bom caráter; benevolência”, podemos definir que há benignidade na pessoa que se agrada em fazer o bem aos outros.
- “não são o resultado de uma boa formação acadêmica”, o conhecimento serve apenas para instruir, não leva para o céu e não é prova de intimidade com Deus.
- “ser bondosos pelo nosso próprio esforço”, por mais que alguém consiga disfarçar e enganar o povo, não conseguirá fazer isso por muito tempo.

2. Jesus, exemplo de benignidade.
- “nosso maior exemplo de benignidade e amor”, a cruz de Cristo é a maior prova de amor de Deus e o maior exemplo de Jesus para a humanidade.
- “os ricos e os pobres e sempre ajudou a todos”, Jesus não fez acepção de pessoas, diferentemente de alguns que dão uma boa atenção aos que possuem condições e um resto de atenção aos maus pobres.
- “o Mestre estava testando a fé daquela mulher”, mostrando que todos que quiserem se aproximar de Deus podem fazê-lo por meio da fé em Jesus. Ele recebe a todos.
- “não se prendeu a debates religiosos ou políticos”, na Bíblia encontramos Jesus se livrando dos debates inúteis com poucas palavras, se não tivermos essa habilidade o melhor é nem nos envolvermos.

3. não se prendeu a debates religiosos ou políticos.
- “O evangelista Billy Graham”, conhecido como o maior evangelista do século. Membro da igreja Batista nos Estados Unidos, ainda vivo, porém não exerce mais função ministerial.
- “ser benignos com aqueles que erram, tropeçam e ainda nos tratam mal”, na verdade são palavras de Jesus que Graham reforçou.
- “habitando em nosso interior, nos leva a ser bondosos”, é a parte de Deus concedida aos que recebem a Jesus como Salvador.
- “porque alguns cristãos não amam como o seu Mestre”, as pessoas esperam ver amor nos servos de Jesus, mas quando não encontram isso acabam usando isso como pretexto para não o receber como Senhor.
- “os cobradores de impostos, eram odiados pelo povo”, eram considerados traidores do reino por cobrarem impostos para Roma. Muitos deles eram corruptos.
_________________________________
II - A PORFIA FUNDAMENTA-SE NA INVEJA E NO ORGULHO

1. Inimizade e porfia. 
- “inimizade é ódio, indisposição e malquerença”, significa basicamente não gostar do próximo, odiar ou se incomodar com a presença dele.
- “contendas de palavras, discussão, disputa”, significa basicamente não concordar ou não gostar das ideias do próximo.


2. Evódia e Síntique.
- “e estavam envolvidas em alguma porfia”, peça a um aluno para ler a passagem:
“Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados.
Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor.” Fp 4.1,2
- “uma disputa por questões eclesiásticas”, não seria diferente dos dias de hoje, esse tipo de porfia tem afastados bons amigos e cooperadores do Evangelho.
- “não procurou saber quem estava com a razão”, é irrelevante conhecer que está com a razão nessas situações. Há muito a perder e pouco a ganhar quando se vence uma discussão na igreja.

3. Miriã e Arão.
- “suas características mais marcantes era a mansidão”, Moisés teve o seu temperamento moldado pelo Senhor, pois ele teve alguns momentos de explosão, quando matou o egípcio Ex 2.12, e quando feriu a rocha Nm 20.11, mas teve muita paciência com aquele povo.
- “para que tenha uma liderança bem-sucedida”, existem igrejas que deveriam ter muito mais membros do que os que congregam atualmente, devido ao fato seus líderes não terem esses ou um desses atributos.
- “casado com uma mulher cuxita”, uma mulher natural de Cuxe, uma civilização antiga que ficava onde hoje é o atual Sudão.
- “por trás da porfia, também havia outro sentimento”, no caso de Miriã e Arão era a inveja, mas poderia ser ciúmes, ou até mesmo o ódio.
- “foram terríveis para Miriã e para todo o povo”, quase sempre surge a pergunta, e por que Arão não sofreu nada? Lembremos que ele era o sumo sacerdote e parece que o Senhor não o feriu para não banalizar aquele importante ofício diante do povo.
- “tiveram que ficar retidos, em um lugar”, as porfias de alguns podem atrapalhar toda a congregação.
___________________________________________
III - REVISTAMO-NOS DE BENIGNIDADE

1. Retirando as vestes velhas.
- “deixando de lado a ira, a malícia, a maledicência e as palavras torpes”, essas são obras da velha natureza na época de Paulo, para aplicarmos isso hoje deveríamos acrescentar alguns vícios e outros problemas nesse texto.
- “vestes novas, ou seja, novas atitudes”, algumas pessoas acreditam que devemos ter apenas o interior transformado, porém sem transparecer isso no exterior, mas essa doutrina é falsa. Deus requer transformação por dentro e por fora.
- “a fim de anunciar ao mundo”, se anunciamos ao mundo devemos ser exemplo para ele, pois não tem como ensinar a fazer algo sem mostrar como se faz.

2. Sede benignos.
- “é um antídoto e um escudo contra as porfias”, como se fosse o oposto dessa obra da carne. Para o crente que é cheio do Espírito Santo consegue ser benigno e assim evitará NATURALMENTE as porfias. Quando alguém vier falar mal de um irmão o crente cheio do Espírito recusará continuar a conversa.
- “Por isso, precisamos também conceder o perdão”, é algo lógico, não podemos receber de Deus o perdão e não liberar perdão, porém há crentes que procedem dessa forma, não se dão conta de que estão perdendo a salvação.
- “Jesus nos ensinou a amarmos até mesmo os nossos inimigos”, somente assim faremos a diferença, amar os que nos amam, até o mais ímpios dos homens fazem isso.  

3.  Imitando a conduta de Paulo.
- “era um exemplo para os crentes”, todos os líderes devem conscientizar-se de que são referência para os liderados e por isso devem lutar contra as porfias. Líder que fica alimentando contendas é logo afamado pelo povo, todos percebem isso num líder.
- “podem imitar seus atos e suas ações?”, uma forma de o líder se examinar é verificar se ele está em condições de ser imitado por seus liderados.
- “deve ser o padrão para o nosso viver”, cada cristão deve avaliar-se pelo padrão de Cristo, verificar qual seria a atitudes de Cristo.
____________________________________
CONCLUSÃO
- “com sua benignidade, atraía as pessoas”, nossas atitudes que demonstram o fruto do Espírito Santo atraem as pessoas. Assim como Jesus atraía por Suas ações de benignidade, nós também atrairemos as pessoas por nossas atitudes benignas.  
- Faça uma revisão da aula com os alunos.
- Não deixe de corrigir o questionário.

Respostas:
   
O que é benignidade?
Benignidade significa índole boa, bom caráter; benevolência, humanidade e bondade.

Quem é a fonte de toda benignidade?
Deus é a fonte de toda bondade.

Por que os publicanos eram odiados pelo povo?
Os publicanos, por serem os cobradores de impostos, eram odiados pelo povo, pois em geral, cobravam mais do que as pessoas deviam.

Segundo a lição, a porfia se fundamenta em quê?
Fundamenta-se na inveja e no orgulho.

Cite dois exemplos bíblicos de porfia na igreja de Filipos.
Evódia e Síntique

Pr Marcos André – professor
Contatos palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

Boa Aula!

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO!

2 comentários:

  1. amo escola dominical sou professora gostaria que voçes fizesse questionario pra os alunos facilitava muito a aula Deus abençoe a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você quer dizer fazer perguntas além das que estão na revista? Nos falta tempo para elaborar perguntas extras, mas fica o pedido, se alguém quiser mandar para o meu email, licks1996@gmail.com eu poderia publicar junto com o esboço.

      Pr Marcos André - Editor

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.