sábado, 25 de março de 2017

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 13


AULA EM 26 DE MARÇO DE 2017 – LIÇÃO 13
(Revista: CPAD)

Tema: Uma Vida de Frutificação

Texto Áureo: Jo 15.2
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição conduza os alunos a entenderem a necessidade de produzir frutos e sua vida, use os exemplos da Palavra de Deus.
- “frutificação na vida do crente”, é aquilo que o crente produz, o que ele tem a oferecer para o mundo e para a Igreja.
- “Você tem produzido o fruto do Espírito”, esse é o fruto que todo cristão deve produzir, para deve ter o Espirito Santo e sua vida, habitando nele.
- “estar ligados à Videira Verdadeira”, nós somos os ramos e a Videira Verdadeira é a árvore principal, precisamos estar nela, pois se formos cortados nada produziremos.
_______________________________________
I - A VIDEIRA E SEUS RAMOS

1. A parábola da vinha. 
- “a respeito da videira”, videira é a planta que produz a vide (uva). É portanto uma vinha.
- “estar ligados à videira para termos uma vida frutífera”, os frutos nascem nos ramos, mas para isso os ramos recebem a ceiva que vem do tronco, precisamos estar ligados em Cristo para receber essa seiva.
- “com zelo e amor para que possamos produzir frutos”, o Senhor tem o cuidado de nós, nos exortando e às vezes nos disciplinando para que possamos sempre produzir frutos para o Reino. Se um pai deixa de lado um filho, ele tende a não ser um bom cidadão no futuro, mas se ele cuida de seu filho está preparando-o para produzir boas obras.
- “exige de nós é que venhamos a frutificar”, Deus não quer que ninguém tenha uma vida cristã de mesmice, mas deseja que todos cresçam na fé e frutifiquem.  

2. Condição para ser produtivo.
- “leva três anos para dar os primeiros frutos”, período para alcançar a sua maturidade, foi esse o tempo que Paulo levou e reclusão antes de sair pregando Gl 1.18
- “é preciso discipulado, ensino da Palavra”, voltando ao exemplo de Paulo, notamos que ele era instruído nas Escrituras, mas ficou três anos em meditação para entender a nova Aliança no sangue do Cordeiro.
- “logo deixam de receber da sua seiva”, quando um crente deixa de orar ou ler a Palavra já está se afastando no Mestre e por isso começa a perder essa energia que vem Dele, alguns resistem por um tempo sem a unção (seiva), mas depois acabam caindo.

3. A poda.
- “que estão atrapalhando o desenvolvimento da planta”, tem a ver com aqueles que não produzem nada no Reino de Deus, acabam atrapalhando os que estão fazendo algo pra Jesus.
- “ajuda a produzir novos ramos”, alguns crentes não se achegam para o trabalho, por que o lugar está ocupado por alguém que se recusa a trabalhar, por isso é necessário o Senhor fazer uma pode de vez em quando. (estamos falando de forma generalizada, mas isso pode ocorrer de forma individual na vida de alguém).
- “retira de nós tudo que nos impede de frutificar”, aqui o comentarista está falando de forma individual, dizendo que o crente deve ser limpo por Deus de tudo aquilo que o impede, como vícios, pecados, paradigmas, etc.
_________________________________
II - O FUNDAMENTO DA FRUTIFICAÇÃO ESPIRITUAL

1. Firmados no amor de Cristo. 
- “enxerta em nós a semente do amor”, diante da vida do autor da Graça, passamos a ser constrangidos e impulsionados a produzir esse amor.
- “vencer os efeitos da arrogância, o egoísmo e a incredulidade”, diante dessas obras carnais somos também tentados a manifestar a arrogância, o egoísmo e a incredulidade. Mas com o amor de Deus em nossa vida podemos vencer.
- “amor altruísta”, pergunte aos alunos o que significa amor altruísta. É o amor que busca o bem do próximo, que é direcionado ao próximo.
- “nos identifica como discípulos de Jesus é o amor”, o amor é a marca do cristão, até o ímpio sabe disso, quando u crente deixa de manifestar o amor até os ímpios cobram dele isso.

2. Por que o amor é a base da frutificação?
- “é o alicerce de todas as virtudes”, todas as virtudes existirão se existir o amor, precisamos ter ele em nosso coração. Ninguém conseguirá ter paciência, por exemplo, se não tiver primeiro o amor.
- “Não adianta dizer que ama”, seria o amor só de língua, do qual João alertou.
“Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.” 1 Jo 3.18
- “precisa ser visto mediante as nossas obras”, quem tem amor certamente fará coisas boas a todos a sua volta, por isso é necessário ter esse amor dentro de nós, só ele poderá produzir boas obras, o resto será máscara.


SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.