sábado, 29 de abril de 2017

ESCOLA DOMINICAL CPAD ESBOÇO - Subsídio da Lição 5

INCOMPLETO

AULA EM 30 DE ABRIL DE 2017 – LIÇÃO 5
(Revista: CPAD)

Tema: Jacó, um exemplo de um caráter restaurado

Texto Áureo: Gn 9.13
  
INTRODUÇÃO
- Professor(a), nesta lição mostre o exemplo do caráter de Jacó transformado e fale das atitudes erradas de cada um deles, Isaque, Rebeca, Esaú e de Jacó, cada um teve sua parcela de culpa no problema familiar que se seguiu.
- “Esaú tinha uma inclinação para o campo”, essa postura de Esaú fez com que Isaque tivesse um carinho especial por ele e uma admiração.
- “voltou-se para vida doméstica”, e essa postura fez com que sua mãe o visse de forma diferente e o tratasse diferente.
- “enganar o pai com apoio da mãe”, os frutos de um filho refletem geralmente aquilo que receberem ou que foram influenciados por seus pais. Jacó fez o que era errado, porém teve o apoio e a influência de sua mãe. Esaú era negligente com as coisas espirituais, porém não encontramos seu pai o repreendendo acerca disso.
- “a misericórdia de Deus o alcançou e o Senhor o escolheu”, Deus não escolheu Jacó por acaso, Jacó embora tivesse seus defeitos, sabemos que ele não era negligente com as coisas de Deus, fez voto com Deus e foi testado pelo Senhor num lugar chamado Peniel.
_______________________________________
I - QUEM ERA JACÓ

1. O filho mais novo de Isaque.
- “Seu nome, em hebraico, é Yakoov e significa “Deus protege”, essa tradução para o nome de Jacó não se encontra nos dicionários mais conhecidos e respeitados, seu nome “Yacoov” significa “o agarrador de calcanhar” ou “suplantador” segundo a Bíblia de estudos Palavra Chave.
- “passou a ter o significado de “aquele que segura pelo calcanhar” ou “suplantador””, segundo o comentarista o nome Jacó teria tido um significado e após o nascimento dele agarrado ao calcanhar de seu irmão teve esse significado alterado, porém não se sustenta essa afirmação.

2. O preferido de sua mãe
- “preferência por Esaú, por que gostava da caça”, sempre que aparece a palavra preferência, geralmente vem acompanhada da palavra ciúme ou inveja, mas no caso desses dois o que aconteceu foi uma série de desentendimentos e enganos e ira.
- “demonstração clara do seu caráter astucioso”, o conselho de Rebeca levou ao rompimento da família e a fuga de Jacó. Os pais devem ter cautela quanto aos conselhos e ensinamentos que dão a seus filhos. No dia em que Jacó saiu de casa fugindo de Esaú, Rebeca não sabia, mas nunca mais veria seu filho amado outra vez.
- “Isaque percebeu que Deus tinha um plano na vida de Jacó”, Isaque tinha o Espírito Santo, com certeza lhe foi revelado o que o Senhor haveria de fazer da vida de Jacó. Deus estava no controle de tudo.

3. O preferido de Deus.
- “especial de presciência divina”, a presciência é um atributo originado de um outro atributo chamado onisciência que significa “conhecer tudo”, pelo fato de Deus conhecer tudo, ele também sabe o futuro.
- “nem escolhe uns para a salvação e outros para a condenação”, essa seria a predestinação fatalista e sabemos que Deus predestinou ninguém ao inferno.
- “por parte de Deus que condena quem faz acepção de pessoas”, então se a predestinação fatalista fosse real, Deus estaria em contradição consigo mesmo.
- “instrumentos de sua vontade diretiva”, são pessoas que serão usadas para Deus fazer algo que deseja, a vontade diretiva é também chamada de vontade absoluta, é quando Deus quer que algo ocorra e prepara tudo para que isso aconteça. Existe também a vontade permissiva é quando alguma coisa acontece pela permissão do Senhor.  
_________________________________
II - A DIREÇÃO DE DEUS NA VIDA DE JACÓ

1. A visão da escada que tocava o céu. 
- “Jacó teve um sonho dado por Deus”, os sonhos de José foram também dados por Deus, esses sonhos não se referem a realizações que desejamos, precisamos fazer com que nossos sonhos sejam de acordo com os propósitos de Deus para nós.
- “os anjos de Deus subiam e desciam por ela”, ele viu ligação entre o céu e a terra, o contato de Deus com a sua criação querida.
- “Naquela noite, ele descobriu a presença de Deus”, Jacó após essa experiência nunca mais quis sair da presença do Pai, descobriu na prática aquilo que o seu pai lhe ensinou a vida inteira.

                                 INCOMPLETO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.