sexta-feira, 26 de maio de 2017

ESCOLA DOMINICAL BETEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 9


AULA EM 28 DE MAIO DE 2017 – LIÇÃO 9
(Revista: Editora Betel)

Tema: O Senhor é soberano entre as nações

Texto Áureo: Jr 27.6
  
INTRODUÇÃO
- Querido(a) professor(a), nesta lição mostre como Deus tem autoridade, como Ele tem o poder para criar e para destruir, para dar vida e também para tirar.
- “não há poder neste mundo capaz de frustrar”, as pessoas costumam julgar Deus como se ele fosse alguma divindade mitológica sujeito as leis às avaliações humanas, como se Ele fosse ser prejudicado se alguém acreditar Nele ou não. Deus está acima de qualquer julgamento humano. Ele é soberano e se quiser destruir a humanidade agora tem poder para isso e não haverá quem o condene por isso pois a humanidade é Dele, só Ele tem poder e autoridade para criar e destruir.
__________________________________________
1. A aflição de um profeta
- “uma única pessoa que praticasse a justiça”, toda uma geração estava corrompida, chegaram a um momento em que Deus precisava tomar uma atitude.
- “velhos sentados nas praças e os jovens para cantarem”, Jeremias está descrevendo em Lamentações um quadro da vida social cotidiana do qual ele sente saudades. Quando perdemos certos elementos da vida, como a liberdade por exemplo, passamos a valorizar até as pequenas coisas.

1.1. O alerta de Jeremias.
- “havia sido a libertação do Egito”, assim como hoje o grande ato de amor de Deus é nossa libertação do domínio do pecado realizada na cruz do calvário.
- “lembrança do êxodo e do deserto em suas pregações”, assim como deve ser constante a nossa lembrança da cruz de Cristo em nossas pregações. Muitas mensagens já não são cristocêntricas.
- “ele convoca o povo ao arrependimento”, note a semelhança dos dias de Jeremias com os dias atuais. Assim como ele pregou arrependimento, devemos também pregar sobre isso.
- “a promessa que Deus daria uma nova aliança”, esse era o desejo do coração de Deus, mas Ele só o realizou com Jesus no Novo Testamento pela aliança do sangue do Cordeiro.

1.2. Deus usa líderes pagãos para realizar Seu propósito.
- “usando um líder pagão para punir as nações”,se refere a Nabucodonosor a quem o Senhor chama de servo. Jr 27.6
- “que não se submeterem às ordens de Nabucodonosor serão destruídas”, por conta dessa profecia o profeta Jeremias passou a orientar que o rei entregasse a cidade a fim de evitar perda de vidas, e por isso as autoridades babilônicas decidiram libertar o profeta Jeremias. Jr 39.11-14

1.3. O perigo da contaminação.
- “de contínuo se envolver com suas práticas pagãs”, as práticas pagãs eram de idolatria associada às orgias, o que atraía o povo, por isso era tão perigoso estar com aquelas nações ao redor.
- “essencial para o povo de Deus é ser santo”, é estar separado, mesmo estando no meio dos povos idólatras deve estar separado, assim funciona com a nossa vida, precisamos estar separados do pecado mesmo estando vivendo no meio de pecadores.
- “separado dos padrões e costumes de outros povos”, aquilo que parece certo para as pessoas do mundo, muitas vezes não é para nós, por isso devemos estar afastados do padrões e costumes deles.
- “chegou a sacrificar os próprios filhos”, era um ritual praticado pelos cananeus para adorar a um ídolo chamado Moloque.
- “tem a ver com as influências recebidas”, as influências recebidas fizeram com que eles se afastassem da Palavra de Deus e assim passaram a sofrer ainda mais influência daqueles povos. Quando alguém se afasta da Palavra passa a ser induzido por todo tipo de influência.
_____________________________________________
2. Deus adverte o povo


2.1. O profeta das nações.
- “levar o povo de Judá ao arrependimento”, se houvesse arrependimento em Israel Deus mudaria os Seus planos de destruição Jr 18.7-8
“No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
Se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.”
Jr 18.7,8
- “Ele orienta a submissão a Babilônia”, a ideia do profeta era salvar o povo de muitas mortes, por isso ele recomenda isso.


2.2. O Senhor da criação.
- “ criou tudo para que Sua glória seja vista”, a criação demonstra claramente a glória soberana de Deus não tem como negar a existência de Deus diante de uma criação tão perfeita, ainda que alguns acreditem que toda essa perfeição provenha do acaso.
- “não ter ninguém para admirar tudo de belo que Ele fez”, Deus fez a melhor parte de toda Sua criação, o ser humano dotado de capacidade de escolha, para que possa decidir adorá-lo por tudo o que é.
- “o Senhor assume Seus direitos sobre todas as nações”, direito de levantar e destituir governos, de destruir quem ele quer e edificar a quem bem entender. São nestes termos que o Senhor deve ser entendido.

2.3. O pecado das nações contemporâneas.
- “nações do mundo contemporâneo”, são as nações do nosso tempo, principalmente asa potências mundiais e a superpotência.
- “uma luta constante em busca da paz”, ao mesmo tempo uma luta para controlar outras nações, sempre alegando buscar a paz no mundo.
- “a paz verdadeira só existe em Cristo”, a paz verdadeira começa em ter paz com Deus, que é a paz que Jesus dá, tendo paz com Deus a paz com os homens vem.
- “causado a degradação de nosso planeta”, o desrespeito à vida e as pessoas vem por uma sociedade que não ama a Deus e nem a Sua criação. Crimes ambientais acontecem pela ganancia e arrogância de homens amantes do dinheiro e do poder. Empresas e pecuaristas desmatam enormes áreas de florestas para aumentarem seus lucros, produtos químicos são despejados nos leitos de rios por serem de tratamento caro, etc.
________________________________________
3. Deus convoca ao arrependimento

3.1. Deus é soberano sobre as nações.
- “e ele domina entre as nações”, o Reino de Deus ainda não pertence a esse mundo, mas chegará o dia em que o Seu Reino será instaurado aqui pelo período de mil anos. Ap 20.4

3.2. Como alcançar as nações para o Senhor?
- “nem todos podem partir para outras nações”, se referindo à dificuldade de se enviar missionários, devido a conseguir pessoal disposto e preparado para tal.
- “estar comprometidos com a proclamação da salvação”, quer dizer que devemos ser mais atuantes na obra missionária colaborando da forma que estiver ao nosso alcance.
- “orando, indo, enviando e contribuindo.”, aqui foi colocado uma relação de atividades que os alunos podem executar para cooperar com obra missionária. Chame os alunos a decidirem em qual dessas atividades eles se encaixam para colocar em prática no apoio à missões.
- “para que anuncieis as virtudes”, essa é a responsabilidade mencionada, responsabilidade de anunciar.

3.3. Toda chamada tem um preço a ser pago.
- “houve um preço a ser pago por ele”, ele acabou sofrendo de alguma forma, pois para que haja unção sobre alguém, essa pessoa deve se esforçar, orar mais, ler mais, praticar mais as boas obras, etc.
- “seguiu seu chamado totalmente”, hoje além do pecado existem uma série de entretenimentos para tirar a pessoa do foco, por isso devemos estar com os nossos olhos voltados sempre para o alvo.

CONCLUSÃO
- Faça o resumo para a revisão e corrija o questionário.

QUESTIONÁRIO
                  
1. O que era lamentável para Jeremias?
R: O fato de não haver mais velhos sentados nas praças e os jovens para cantarem (Lm 5.13-15).

2. O Senhor entregou as nações na mão de qual monarca?
R: Nabucodonosor (Jr 27.5-6).

3. Somente onde existe a paz verdadeira?
R: Em Cristo (Jo 14.27).

4. O que traz a felicidade para uma nação?
R: Ter Deus como Senhor (Sl 33.12).

5. O que Jeremias chegou a amaldiçoar?
R: O dia em que nasceu (Jr 20.14).

Marcos André – professor
Contatos palestras, aulas e pregações: 21 969786830 (Tim e zap) 21 992791366 (Claro)

Boa Aula!


SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE AQUI OU NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.