quarta-feira, 20 de setembro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CENTRAL GOSPEL ESBOÇO - Subsídio da Lição 13


AULA EM _____ DE ________DE 2017 - LIÇÃO 13
(Revista Central Gospel nº 51)

Tema: Missões nos Dias Atuais

Texto Bíblico Básico:

Atos 13.1-10


1 E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo.
2 E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado.
3 Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram.
4 E assim estes, enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.
5 E, chegados a Salamina, anunciavam a palavra de Deus nas sinagogas dos judeus; e tinham também a João como cooperador.
6 E, havendo atravessado a ilha até Pafos, acharam um certo judeu mágico, falso profeta, chamado Barjesus,
7 O qual estava com o procônsul Sérgio Paulo, homem prudente. Este, chamando a si Barnabé e Saulo, procurava muito ouvir a palavra de Deus.
8 Mas resistia-lhes Elimas, o encantador (porque assim se interpreta o seu nome), procurando apartar da fé o procônsul.
9 Todavia Saulo, que também se chama Paulo, cheio do Espírito Santo, e fixando os olhos nele,
10 Disse: Ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor?


PALAVRA INTRODUTÓRIA
- Professor(a), nesta lição
- "A Igreja Primitiva deu rumo ao campo missionário", a obra missionária foi iniciada por Jesus enviando 70 discípulos e depois enviando seus apóstolos.
- "mesmo possuindo amplos e sofisticados recursos", recursos como transporte e tecnologia de divulgação, diferente da época dos apóstolos que se deslocavam em perigosas viagens marítimas e cansativas jornadas por terra.
- "qualitativamente", na época dos apóstolos as conversões eram de qualidade, não ocorria conversões pela metade, os novos convertidos se dedicavam ao ponto de abrirem templos em seus lares.

1. A IGREJA E A OBRA DE MISSÕES
- "vaticínio proferido por Jesus", vaticínio é uma profecia, onde Jesus profetiza que eles seriam Suas testemunhas. Será colocada de acordo com o nosso contexto atual.

1.1. Jerusalém, o lugar em que estamos
- "a partir do lugar em que estivessem", hoje se refere ao servo de Deus ser testemunha primeiramente onde ele estiver inserido, ser testemunha na própria igreja, na família, na escola, no trabalho, etc.

1.1.1. O Evangelho nos lares
- "não cessavam de ensinar", atualmente encontramo irmão que se esforçam e brigam para saírem pregando por todos os lugares e eventos, mas essa postura não está de acordo com o ensino, pois devem primeiro aprender e adquirir experiências para depois saírem a cantar e a pregar. 
- "tinham uma igreja em sua casa", na verdade todas as igrejas eram em casas, por não ser permitido reunião em templos a não ser as das religiões locais, não poderia ser instauradas novas religiões.

1.2. Judeia e os que estão perto de nós
- "pode representar nossos parentes e amigos", são os que não estão em contato constante conosco, mas uma relação de afinidade por serem parentes.
- "não é tarefa fácil apresentar-lhes o Evangelho", geralmente os parentes nos julgam e procuram em nós pretexto para continuarem afastados do Senhor.

1.2.1. Como evangelizar parentes e amigos
- "pedir ao Senhor que nos dê sabedoria", essa é uma orientação genérica, pois para qualquer evangelização deve ser solicitado de Deus a sabedoria, e nesse caso em especial precisamos saber como falar e o que falar.
- "viver dignamente diante de Deus e dos homens", essa é a pregação pelo testemunho, é a mais eficaz que existe, ainda que um grande pregador converta muitas almas na hora do apelo, muitas das pessoas que foram ao culto só foram pelo testemunho de um membro da igreja.

1.3.Samaria e os desprezados
- "religiões e seitas contrárias à fé", Os samaritanos eram pessoas que adoravam a Deus do jeito deles, no monte Jerezim que eles consideravam sagrado, assim são os praticantes das diversas religiões que julgam estar fazendo a vontade de Deus. Muitas vezes são rejeitados por nós, por serem considerados impuros, porém a orientação de Jesus é levar o Evangelho a eles também.
- "em hipótese alguma...tratar tais pessoas como inimigos", a intolerância religiosa ocorre em nossas denominações evangélicas por aqueles que não estudam e não conhecem a Palavra de Deus, por isso são extremistas e fanáticos.

1.4. Os confins da terra e os povos não alcançados
- "delimitava o raio de ação", seria o mesmo que dizer por toda a terra. O próprio Jesus havia dado a entender que o Seu Evangelho chegaria aos confins da terra, veja:
"Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória." Mc 14.9 aqui Jesus predisse que a obra alcançaria todas as partes do mundo.

2. A CHAMADA E O PREPARO PARA MISSÕES

2.1. O preparo para a obra
- "é essencial à realização da obra missionária", os requisitos mencionados são importantíssimos para missões, pois essa obra não se foz somente com conhecimento, a capitação do Senhor é fundamental, não se converte pessoas de outras culturas e costumes somente com palavras persuasivas, deve haver demonstração de poder pelo Espírito Santo:
"E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder;" 1 Co 2.4
- "evangelismo transcultural", é o evangelismo a outras culturas, povos de outras nações e continentes.
- "foram extremamente importantes", Deus usa quem Ele quer, mas é importante que haja um preparo dos missionários, como um novo idioma, um estudo sobre as culturas, etc.

2.1.1. Missões e o processo de aculturação
- "entregar-se visceralmente", significa entregar-se por inteiro, como se o novo grupo fizesse parte de sua vida.
- "processo de aculturação", é o processo de deixar a cultura ou trocar de cultura.

3.CHAMADOS PARA UMA MISSÃO ESPECIAL
- "Ele fala conosco", as coisas não acontecem de repente quando temos um chamado de Deus, Ele prepara tudo e no momento certo nos revela as Suas intenções, até as dificuldades que passamos na vida são preparo para a obra missionária.

3.1. Obediência e amor: as forças motivadoras de Missões  
- "amor aos perdidos", os crentes não devem se envolver nessa obra pelas recompensas, prosperidade ou bençãos diversas ou porque o pastor mandou, para manter um reputação, mas pelas almas que estão sofrendo. Quando passamos pelos subúrbios e vemos o que as drogas lícitas e ilícitas fazem com as pessoas, entendemos que não podemos deixar de fazer essa obra pelas almas que estão no mundo.

3.2. Necessidade de investimento em Missões
- "média de investimento do crente brasileiro", claro que esse valor é contado do que se arrecada para a obra missionária, pois sabemos que existem crentes que não ofertam nada à obra missionária.
- "enviaram a Igreja", a Igreja precisa também enviar, missionários e recursos para as Missões.

CONCLUSÃO
- "ainda não concluiu o que o Salvador lhe confiou", se refere à obra de divulgar o Evangelho nos quatro cantos da terra.

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 


8 comentários:

  1. A paz pastor Marcos,o restante do esboço vai ser publicado?Obrigada, Deus te abençoe.Irmã Nice.

    ResponderExcluir
  2. esses esboços tem sido benção para mim e minha igreja! que Deus os abençõe!

    ResponderExcluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.