INICIE CLICANDO NO NOSSO MENU PRINCIPAL

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

ESCOLA DOMINICAL CPAD JOVENS - Conteúdo da Lição 10


OS PERIGOS E AS OPORTUNIDADES DAS REDES SOCIAIS
03 de dezembro de 2017


Texto do dia

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." Fp 4.8


Síntese
As redes sociais podem servir como bênção ou maldição na vida do crente.

Interação
Os jovens da atualidade fazem parte da chamada "geração ponto-com". Nascidos após o surgimento da web, eles têm uma intensa relação com a internet, e mais especialmente com as redes sociais. Vivem plugados e conectados a todo instante e gostam de interagir com outras pessoas através dos novos aplicativos de compartilhamento de textos, imagens e vídeos. O educador cristão possui a nobre - e ao mesmo tempo difícil - responsabilidade de preparar seus aprendizes para que encontrem o equilíbrio comportamental adequado, de modo a usufruir dessa cultura digital, sem confrontar os limites bíblicos. Em meio a tantas informações que se multiplicam velozmente nas redes sociais, o povo de Deus é chamado a ter discernimento, a fim de usar sabiamente essas novas ferramentas e rejeitar, quando necessário, tudo aquilo que prejudica a vida cristã.

Orientação Pedagógica
Professor(a), inicie a aula fazendo uma rápida pesquisa entre os seus alunos. Faça a seguinte pergunta: "Quantos possuem conta em alguma rede social?" Verifique quais possuem mais e menos contas ativas. Depois, peça que digam quanto tempo em média gastam por dia acessando esses sites e aplicativos. Indague se, verdadeiramente, eles acham que estão sendo beneficiados ou prejudicados pelas mídias sociais. Peça para que cada aluno faça uma profunda reflexão individual, a fim de avaliar se não se tornaram dependentes de tais plataformas. Ao final da aula, ore por aqueles que confirmaram as dificuldades que possuem em lidar com as novas ferramentas digitais, pedindo libertação de Deus sobre a vida deles.

Texto bíblico

1 Tessalonicenses 1
6 E vós fostes feitos nossos imitadores e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo,
7 de maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na Macedônia e Acaia.
8 Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na Macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma;
9 porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro
10 e esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.

Filipenses 4
8 Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.

INTRODUÇÃO
Inegavelmente, as novas plataformas de comunicação e interação online são o ponto alto da cultural digital neste início do Século XXI, alterando até mesmo a forma como interagimos. Pesquisas indicam que pelo menos 70% dos usuários da internet usam algum tipo de rede social. Mas, como ocorre com os demais tipos de mídia, os sites de mídia social também podem ser usados para o bem ou para o mal; estão cheios de perigos, mas também podem servir como oportunidade pelos crentes para glorificar o nome do Senhor. Este, aliás, é o tema da presente lição.

I - O FENÔMENO DAS REDES SOCIAIS E SEUS BENEFÍCIOS

1. A explosão das redes sociais.
Nos últimos anos, as redes sociais se transformaram na principal forma de comunicação e troca de informações entre as pessoas. Sites e aplicativos como Facebook, Twitter, Snapchat e Google+, por exemplo, são usados para conectar pessoas e compartilhar informações, ideias e imagens na web. Em nossos dias, elas são tão utilizadas que em alguns círculos é quase incompreensível uma pessoa não possuir uma conta em pelo menos um desses canais. Quem não têm whatsapp, então, é quase considerado um ser de outro planeta!

2. Os benefícios das redes sociais.
Usadas de maneira correta e com sabedoria, as mídias sociais podem proporcionar vários benefícios. Manter contato com amigos e parentes; criar uma rede de contato profissional; atualizar-se com informações e notícias do dia a dia; adquirir conhecimento; produzir conteúdo e divulgar as ideias para outras pessoas são alguns exemplos de como tais plataformas digitais podem servir como bênção para a vida das pessoas.

Pense
Quando a rede é lançada na direção determinada pelo Mestre, o resultado sempre é positivo.

Ponto Importante
Usadas de maneira correta e com sabedoria, as mídias sociais podem proporcionar vários benefícios.

II - OS PERIGOS DAS REDES SOCIAIS
Se por um lado as redes sociais apresentam vários fatores positivos, por outro também podem ser nocivas, a depender da forma como são administradas. Vejamos alguns dos seus perigos:

1. Vício digital.
O vício no uso das redes sociais é uma realidade e tem prejudicado a vida de milhares de jovens e adolescentes da "geração ponto-com". A utilização por horas ininterruptas da internet é um claro sinal de tal compulsão digital. Rapazes e moças dependentes que desenvolveram dependência das atividades online não conseguem vencer a tentação de acessar seus dispositivos para acompanhar as publicações de seus contatos. Normalmente, demonstram, como sintomas, desinteresse pelas demais atividades da vida real e sensação de ansiedade e angústia quando não estão conectadas, em momento de abstinência. Isso se chama nomofobia! Caso esteja acontecendo com você, é hora de buscar ajuda para libertar-se desse vício! A vigilância e a oração são hábitos espirituais essenciais para o crente vencer a dependência cibernética (Mc 14.38).

2. Uso inadequado do tempo.
Graças ao poder de interatividade das mídias sociais, há quem passe horas e mais horas conectadas aos seus equipamentos digitais consumindo tempo nas atividades do mundo virtual, seja no decorrer do dia, da noite e até mesmo durante as madrugadas. Isso resulta em ociosidade, atrasos e pouco (ou quase nenhum) tempo para estudo, leitura das Escrituras, interação com as pessoas do mundo real e para outras atividades importantes. Há tempo para todas as coisas debaixo do céu (Ec 3.1) e podemos presumir que há tempo de estar conectado e tempo de estar desconectado das mídias sociais. Afinal, somos aconselhados a aproveitar o tempo pois os dias são maus. Se você não tem mais tempo para orar e desfrutar de períodos devocionais com o Senhor, em virtude do tempo gasto na internet, então, parafraseando Marcos 1.18, é necessário deixar as redes sociais para estar com Jesus!

3. Pornografia na rede.
As mídias sociais também abrem várias possibilidades de acesso à pornografia e conteúdos imorais que aguçam a concupiscência da carne e a concupiscência dos olhos. Pesquisa realizada pelo Instituto Barna apontou que a nova realidade tecnológica dos smartphones e da internet de alta velocidade mudaram fundamentalmente a paisagem da pornografia e a introduziram na cultura atual, passando a ser cada vez mais aceita. Davi caiu em um momento de descuido em sua vida, que o levou ao adultério (2 Sm 11.1,2). Tome cuidado com as páginas que você acessa na internet; um clique errado pode ser fatal para sua integridade moral e espiritual. Todas as coisas nos são lícitas, mas nem todas nos convêm (1 Co 10.23). Tal recomendação bíblica também se aplica aos bate-papos virtuais e às conversas eletrônicas, que às vezes podem conduzir para a troca de conteúdos inadequados. Seja fiel a Deus, ainda que as pessoas não estejam vendo o que você faz!

4. Perigo da superexposição.
A exposição exagerada é outro perigo real na utilização das mídias sociais. O compartilhamento indiscriminado e impulsivo de opiniões, imagens e acontecimentos da vida particular expõe indevidamente a imagem de alguém. Em muitos casos, essa busca de "curtidas" representa certa fuga da realidade e desejo de aprovação social. Seguindo o exemplo de Cristo, devemos nos afastar da cultura de fama e celebridade instantânea, com modéstia e singeleza de coração. A melhor maneira de exposição do crente na sociedade é por meio do brilho de Cristo, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual precisamos resplandecer como astros no mundo (Fp 2.15).
5. Amizades instantâneas e descartáveis. Na maior parte das vezes, os "amigos" das redes sociais não são verdadeiros amigos. Não raro, as amizades são instantâneas e descartáveis. O amigo real é aquele que é mais chegado que irmão (Pv 18.24).

Pense
Desconecte-se do mundo virtual e redescubra a alegria de estar fisicamente com amigos e familiares.

Ponto Importante
Se você não tem mais tempo para orar e desfrutar de períodos devocionais com o Senhor, em virtude do tempo gasto na internet, então, parafraseando Marcos 1.18, é necessário deixar as redes sociais para estar com Jesus!

III - USANDO AS REDES SOCIAIS PARA A GLÓRIA DE DEUS
Seja como for, podemos aproveitar as plataformas sociais como uma grande oportunidade para glorificar o nome do Senhor.

1. Glorificando a Deus em tudo.
Consideremos o que está escrito em 1 Coríntios 10.31: "Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus". Todas as nossas ações, inclusive aquelas que consideramos mais simples, como acessar a internet, devem glorificar ao Criador. Quando o nosso coração está voltado para a majestade divina, não existem coisas ordinárias; tudo é extraordinário, pois se voltam para a glória de Deus. Reflita se você está usando as redes sociais com o propósito de glorificar a Deus ou simplesmente como passatempo e entretenimento.
O filtro ideal para saber se você tem usado as redes sociais de modo a engrandecer a Cristo está registrado em Filipenses 4.8. Assim, para saber se está usando adequadamente tais mídias pergunte a si mesmo: O que estou fazendo é verdadeiro? É honesto? É justo? É puro? É amável? É de boa fama? Há alguma virtude? Deus está sendo louvado? Se as respostas forem positivas, então não há com o que se preocupar. 

2. Testemunho no mundo virtual.
As Escrituras afirmam que as pessoas davam bom testemunho de Timóteo (At 16.1,2). Ou seja, enxergavam nele as evidências, as marcas de um verdadeiro cristão. Igualmente, ao imitarem o proceder de Paulo, os tessalonicenses foram exemplos dos fiéis na Macedônia e Acaia (1 Ts 1.6-8). Lembre-se, jovem de que, no ambiente virtual, você também é avaliado, seja por meio das palavras ou imagens que posta, e pelo modo como interage com os outros. Evitar discussões inúteis, proceder com respeito e cordialidade com aqueles que pensam diferente e produzir conteúdo de qualidade são algumas boas maneiras de salgar e iluminar as redes sociais.

3. Evangelização nas redes.
As redes sociais são ambientes propícios para a pregação do evangelho (Mc 16.15), ante a grande quantidade de pessoas que acessam tais plataformas. Nesse ambiente, é importante ter criatividade e usar pontos de contato para atrair a atenção dos descrentes, assim como Paulo fez no Areópago (At 17.23). Para tanto, não devemos confundir evangelismo com proselitismo religioso. Enquanto o proselitismo dá ênfase excessiva à religiosidade e à denominação eclesiástica, de forma altiva e às vezes autoritária, o evangelismo genuíno é realizado com amor e humildade, a fim de oferecer a salvação proporcionada por Cristo.

Pense
"Considerando que Deus é o ser mais criativo do universo, os cristãos deveriam estar na vanguarda da criatividade que explora as novas tecnologias de comunicação como meios de propagar ideias, elaborar mensagens e comunicar a verdade"
(Terrence Lindvall e Matthew Melton).

Ponto Importante
Não devemos confundir evangelismo com proselitismo religioso. Enquanto o proselitismo dá ênfase excessiva à religiosidade e à denominação eclesiástica, de forma altiva e às vezes autoritária, o evangelismo genuíno é realizado com amor e humildade, a fim de oferecer a salvação proporcionada por Cristo.

As redes sociais são ambientes propícios para a pregação do evangelho (Mc 16.15), ante a grande quantidade de pessoas
que acessam tais plataformas.

SUBSÍDIO 1
"O jovem cristão e o mundo virtual
A tecnologia impõe uma nova cultura da competição, da performance, da simulação, do imediatismo, culto ao corpo e a crise de identidade. Dentre as muitas faces da tecnologia, o Mundo Virtual tem sido o mais nocivo, em especial aos jovens. O conceito básico do Mundo Virtual fundamenta-se em algo que não é físico, que ainda não é realizado, não concreto e não palpável, tornando-o extremamente prejudicial e perigoso. Como sabemos, existem coisas que não são boas e nem ruins, pois são simplesmente coisas, isto é, seus efeitos são determinados pela forma como são usadas, determinada pela disposição do coração da pessoa que as utiliza, e o Mundo Virtual é uma delas. É possível identificar quando o Mundo Virtual está sendo benéfico ou maléfico aos seus usuários, especialmente aos jovens.
O Mundo Virtual tem que ser visto como prejudicial quando:
O tempo na rede é demasiado
Estar na rede é mais atraente do que estar com amigos e familiares
Para usá-lo é preciso usar de engano
O que é essencial é substituído pelo Mundo Virtual
Você precisa ser honesto consigo mesmo (caso queira honrar a Deus), e para isso algumas perguntas são necessárias: "Você tem usado o Mundo Virtual com quem, para quê e de que forma?" (Revista Geração JC. Disponível em: http://www.geracaojc.com.br/home/index.php/explore/item/407-o-jovem-cristao-e-o-mundo-virtual).

SUBSÍDIO 2
"Dicas de sobrevivência na internet
Não use o computador depois que o resto da família estiver na cama. Assim como as ruas da cidade, a Internet é mais perigosa quando atravessada no escuro.
Seja sábio. Isso é particularmente verdade na Internet: Não fale com estranhos.
Proteja a privacidade de sua família. Nunca divulgue o seu nome, endereço, número de telefone ou qualquer outra informação pessoal na Web.
Nunca vá conhecer alguém pessoalmente sozinho. Se você descobrir alguém na rede com quem queira se encontrar no mundo real, tenha certeza de que seus pais estão com você e certifique-se que o encontro aconteça em local público.
Nunca acesse sites pornográficos. Satanás tentará lhe falar o contrário, especialmente no calor do momento, mas tais sites são perigosos para a sua alma e seu futuro matrimônio.
Ouça sua mãe e seu pai. Quando eles lhe pedirem para se desconectar, faça-o.
Socialize-se. Faça pelo menos uma atividade social não relacionada com computador com pessoas reais" (ROSS, Michael. Cresci e agora? 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, p. 169).

ESTANTE DO PROFESSOR
MCDOWELL, Josh. A Verdade Nua e Crua: Amor, sexo e relacionamento. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2011.

CONCLUSÃO
A suma do que temos estudado nesta lição é a seguinte: use a internet para glorificar a Deus! Isso ocorrerá se você mantiver a sua identidade cristã no mundo virtual, sem desprezar as atividades da vida real. Usemos as mídias sociais com sabedoria e equilíbrio!

Hora da revisão

De acordo com a lição, cite alguns benefícios das redes sociais.
Manter contato com amigos e parentes; criar uma rede de contato profissional; atualizar-se com informações e notícias do dia a dia; adquirir conhecimento; conteúdo e divulgar as ideias para outras pessoas.

Cite, conforme a lição estudada, alguns sintomas do vício digital.
Desinteresse pelas demais atividades da vida real e sensação de ansiedade e angústia quando não estão conectadas, em momento de abstinência.

Qual versículo bíblico pode ser usado como filtro ideal para saber se estamos usando as redes sociais de modo a engrandecer a Cristo?
Filipenses 4.8.

Qual a diferença entre evangelismo e proselitismo religioso?
Enquanto o proselitismo dá ênfase excessiva à religiosidade e à denominação eclesiástica, de forma altiva e às vezes autoritária, o evangelismo genuíno é realizado com amor e humildade, a fim de oferecer a salvação proporcionada por Cristo.

Você se considera uma pessoa dependente das mídias sociais?
Resposta pessoal.

SE VOCÊ QUER AJUDAR ESSA OBRA, ENTÃO CLIQUE NO ANÚNCIO ABAIXO! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.